Aula OSM - Fernando Alyson

download Aula OSM - Fernando Alyson

of 45

  • date post

    13-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    137
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Aula OSM - Fernando Alyson

5 PERODO ENGENHARIA DE PRODUO PROF. FERNANDO ANILSON

Sem. 1

Data

Assunto

Contedo Programtico Abordagem cientfica, teoria das relaes humanas, abordagem estruturalista, abordagem de sistemas, outras escolas. Origem da O&M, definio, atribuies, O&M e tecnologia. Tipos de estruturas organizacionais (em linha, funcional, mista, colegiado e matricional), Centralizao x Descentralizao. Conceitos, fatores a considerar, critrios de departamentalizao (por objetivo, por tcnica, por funo, por produto, etc.) Grficos organizacionais: organogramas; Grficos de processo: fluxograma, mapofluxograma. Anlise de eficincia.

06/set 2 3 4 13/set 20/set 27/set 5 04/out 6 7 8 9 10 08/nov 11 11/dez 18/out

A funo da organizao e mtodos

Estruturas organizacionais Departamentalizao

Grficos de Processamento: Fluxogramas

Aplicao de Fluxogramas

Atividade Elaborar o fluxograma de processos dados Objetivo do estudo de layout, Tipos de layout na Manufatura: Por processo, por produto, Layout Celular. Layout por posio fixa, layouts misto, novas tendncias em projeto de layout. Prova Escrita Planejamento de layout por processo, anlise da seqncia de operaes, diagrama de relacionamento, diagrama de blocos. Layout de Armazm - Localizao Fixa ou Varivel.

Layout Parte I 25/out 01/nov Avaliao 1

Layout Parte I I 12 22/nov 13 14 15 16 17 29/nov 06/dez 13/dez Anlise da distribuio do trabalho Manualizao Avaliao 2 Avaliao Final Princpios de ergonomia e segurana em projeto de layout. I ndicadores, estratgias e tcnicas, princpios de economia de movimentos e registro da atividade. Objetivos, tipos e tcnicas de manualizao Trabalho Prtico anlise e projeto de layout. Prova Escrita Layout em Servios Segundo as necessidades do cliente.

2

`

Oferecer um referencial terico e prtico que proporcione aos alunos uma viso estruturada da funo O&M Organizao e Mtodos;

3

`

Aulas expositivas do professor; Cases a serem realizados em sala de aula.

`

4

`

Avaliao escrita individual e sem consulta; Trabalhos a critrio do professor.

`

5

6

`

O homem, desde a antigidade, se preocupou com a importncia da Organizao e Administrao dos Estados Burocrticos. Roma legou ao mundo indcios da aplicao dos princpios de organizao, donde se justifica o sucesso do Imprio Romano; A Revoluo Industrial foi um marco importante para o desenvolvimento das tcnicas utilizadas em O&M nos dias atuais (1750 - Gr-Bretanha, 1769 - Mquinas Vapor, 1767 - Teares Mecnicos, 1793 - Mquinas de Beneficiamento). O surgimento e incremento das primeiras mquinas mudou a filosofia da produo artesanal, pois surgiram novos problemas de ordem tcnica, organizacional e humana. O exerccio da funo de O&M, em sistemas de escritrios, desenvolveuse mais intensamente aps a 2 Guerra Mundial, uma vez que as empresas atentaram mais para a importncia das atividade-meio, no auxlio s atividades-fim, para que estas atingissem seus objetivos.

`

`

`

`

7

Mas como organizar as empresas e melhorar as sua eficincia? Abordagem Clssica da Administrao`

No incio do sculo XX, dois engenheiros desenvolveram os primeiros trabalhos a respeito da administrao: Taylor (americano): que desenvolveu a chamada Escola da Administrao Cientfica, cujo foco principal estava em aumentar a eficincia da indstria por meio da racionalizao do trabalho operrio. Fayol (europeu): que desenvolveu a chamada teoria Clssica, cujo foco principal era o de aumentar a eficincia da empresa por meio de sua organizao e da aplicao de princpios gerais da administrao em bases cientficas.

`

Embora os mesmos no tenham mantido contato e tambm tendo ambos partido de pontos de vistas diferentes e at mesmo opostos; suas idias constituram as bases da chamada Abordagem clssica da administrao.Administrao Cientfica (Taylor) Abordagem Clssica da Administrao nfase nas Tarefas

Teoria Clssica (Fayol)

nfase na Estrutura8

Abordagem Humanstica da Administrao`

Nesta abordagem, a Administrao sofre uma verdadeira revoluo. Se antes a nfase fora tarefas (Taylor) e estrutura (Fayol), agora o enfoque era "pessoas". A mquina, o mtodo de trabalho e a organizao formal do agora lugar aos aspectos psicolgicos e sociolgicos. A abordagem humanstica surge com a Teoria das Relaes Humanas, nos Estados Unidos por volta de 1930 decorrente do desenvolvimento das cincias sociais, principalmente a Psicologia, que ocupava seus estudos com dois assuntos bsicos, ambos abordados pela Psicologia do Trabalho: a) a anlise do trabalho e a adaptao do trabalhador ao trabalho; b) a adaptao do trabalho ao trabalhador.

`

`

9

Abordagem Humanstica da Administrao`

Mas, as mudanas ocorridas no campo social, econmico, poltico e tecnolgico trouxeram novas variveis para o estudo da Administrao. Estas mudanas provocaram uma reviso dos conceitos e princpios de Administrao, at ento aceitos e adotados. A abordagem humanstica comeou logo aps a morte de TAYLOR, mas somente a partir da dcada de 30 mereceu grande aceitao nos Estados Unidos, graas s suas caractersticas democrticas; no restante do mundo, somente aps o trmino da 2.a Guerra Mundial, recebeu divulgao.

`

`

10

`

Podemos definir O&M como uma funo mista das funes de organizao e planejamento, desenvolvendo a construo da estrutura de recursos e de operaes de uma instituio, na determinao de seus planos, principalmente na definio dos procedimentos, das rotinas e dos mtodos. O objetivo da organizao conseguir melhores resultados com menos recursos. ORGANIZAO deve ser entendida como o quadro estrutural de cargos, definidos pelos respectivos ttulos, atribuies bsicas, responsabilidades, relaes formais, nvel de autoridade e tambm como uma cultura que todos devem praticar da melhor forma possvel. A empresa que se preocupa com a reduo de custo e conseqente aumento da eficincia, introduz em sua estrutura um rgo altamente tcnico, como o rgo de O&M. O posicionamento dentro da estrutura depende do tamanho da empresa e da importncia que a cpula administrativa lhe dedica.

`

`

`

`

11

Portanto OSM ou O&M:`

A funo Organizao nada mais que determinar que recursos e que atividades sero necessrias para serem atingidos os objetivos da empresa. Os Sistemas podem ser conceituados como um conjunto de mtodos, procedimentos e/ou tcnicas que, trabalhados, geram informaes necessrias ao processo decisrio da empresa, esta so processadas no Sistema de Informaes Gerenciais, manual e informatizadas, a fim de produzir um nico sistema de parmetros de decises. Os Mtodos Na prtica, consiste em avaliar, analisar e estudar os vrios mtodos disponveis, identificando, explicando e justificando as limitaes, principalmente as implicaes e possveis resultados de suas utilizaes. Sempre visando suplantar as necessidades e expectativas dos clientes internos e externos. Mtodo o caminho ordenado e sistemtico para se chegar a um fim

`

`

12

Portanto OSM ou O&M:`

Hoje a funo OSM exerce um papel diferenciado na estrutura administrativa, sendo vista como uma rea mais focada em processos, extremamente estratgica que auxilia na elaborao, ou mesmo melhoria, dos processos.

13

`

O profissional de OSM responsvel por auxiliar na direo dos planos, pois de suas determinaes que se consegue que os empregados faam aquilo que se deseja. Este profissional atribui tarefas e emite instrues a serem seguidas e, algumas vezes, transmite metas e objetivos. Existem habilidades necessrias para que o administrador possa executar eficazmente o processo administrativo, como:Abrangem a capacidade em utilizar conhecimentos, tcnicas especficas (como contabilidade, engenharia ou produo) e equipamentos na realizao de tarefas, atravs de sua instruo e experincia profissional.

`

`

Habilidades Tcnicas

14

`

Habilidades Tcnicas dos profissionais de OSM:Capacidade de levantar dados e analis-los, reunindo idias de forma lgica e utilizando; Capacidade de elaborar e implantar sistemas administrativos com bases nos dados analisados; Capacidade de lidar com programas, bem como manuse-los, processos, processamentos, tendo em vista a planificao detalhada do processo de trabalho; Capacidade de concentrao e conciso; Habilidade para recorrer as ferramentas e processos que a empresa usa; Capacidade de demonstrar e disseminar as ferramentas e mtodos adotados Ou seja, as habilidades tcnicas se referem cincia e competncia de desempenhar a dinmica de determinado trabalho.

15

`

Habilidades Humana Consiste na capacidade para trabalhar com pessoas, compreender suas atitudes, seus desejos e motivaes aplicando uma liderana efetiva. Esta habilidade de extrema importncia, j que saber ouvir, analisar e argumentar necessrio para se poder exercer qualquer tipo de influencia sobre outras pessoas, fazendo-os compreender as vantagens de suas recomendaes e acima de tudo convenc-los a aplicar efetivamente as mudanas.

16

`

Habilidades Conceitual Busca compreender a mquina organizacional como um todo e o ajustamento do comportamento da pessoa dentro desta estrutura. Essa habilidade permite que a pessoa se comporte de acordo com os objetivos da organizao e no apenas com os objetivos do departamento ou grupo de afinidade.

17

`

Alm das habilidades, o profissional do OSM pode se posicionar em vrias reas de anlise, como: Analista de Processos agem para aprimorar os procedimentos desenvolvidos dentro das estabelecer os melhores modelos a serem necessidades da organizao, com o fim produtividade e competitividade. e procurar solues ideais para organizaes. E