Ryo Do Raku Fabricio

of 54 /54
MÉTODO DIAGNÓSTIC RYODORAKU

Embed Size (px)

Transcript of Ryo Do Raku Fabricio

Page 1: Ryo Do Raku Fabricio

MÉTODO DIAGNÓSTICO

RYODORAKU

Page 2: Ryo Do Raku Fabricio

- Ryodoraku;

*Definicão;Ryo: com

Do: caminho

Raku: traçado

“caminho da melhor passagem”

Page 3: Ryo Do Raku Fabricio

RYODORAKU

DEFINIÇÃO:

- É UM MÉTODO DIAGNÓSTICO QUE UTILIZA A MEDIÇÃO DA RESISTÊNCIA ELÉTRICA DA PELE PARA SE VERIFICAR ALGUMTIPO DE DESARMONIA.

Page 4: Ryo Do Raku Fabricio

1920: HIP1920: HIPÓÓTESE DOS PONTOS ELETRO TESE DOS PONTOS ELETRO PERMEAVEIS;PERMEAVEIS;

1940: Dr. Nakatami INICIA ESTUDOS 1940: Dr. Nakatami INICIA ESTUDOS SOBRE A TEORIA DOS MERIDIANOS.SOBRE A TEORIA DOS MERIDIANOS.

HISTÓRICO

Page 5: Ryo Do Raku Fabricio

PESQUISAPESQUISA

FORAM SELECIONADOS PACIENTES COM SÍNDROME NEFRÓTICA;

SENDO FEITO A ANÁLISE DA ELETROPERMEABILIDADE DE TODOSOS ACUPONTOS EXISTENTES NO CORPO;

S A ANÁLISE VERIFICOU – SE QUE TODOS OS PONTOS DO MERIDIANO DO RIM SE ENCONTRAVAM ELETRICAMENTE ALTERADOS;

INICIOU – SE ENTÃO, APÓS ESSES RESULTADOS, UMA OUTRA PESQUISA, QUE TINHA O OBJETIVO DE DESCOBRIR O MOTIVO PELOQUAL OCORRERAM ESSAS ALTERAÇÕES, LOGO NO MERIDIANO DO RIM;

SURGINDO ENTÃO A TEORIA DO SISTEMA NERVOSO AUTONÔMO.

Page 6: Ryo Do Raku Fabricio

SISTEMA NERVOSO AUTONÔMO

NEUROANATOMIA BÁSICA:

- SISTEMA NERVOSO PARASIMPÁTICO;

- SISTEMA NERVOSO SIMPÁTICO.

Page 7: Ryo Do Raku Fabricio

SISTEMA NERVOSO PARASIMPÁTICO

INERVAINERVAÇÇÃO ÃO ÉÉ DADA PELO NERVO DADA PELO NERVO VAGOVAGO, QUE , QUE ÉÉ CONTROLADA PORCONTROLADA PORCENTROS CEREBRAIS E REGIÃO SACRAL;CENTROS CEREBRAIS E REGIÃO SACRAL;

PRINCIPAL NEUROTRANSMISSOR PRINCIPAL NEUROTRANSMISSOR –– ACETILCOLINAACETILCOLINA;;

FREQUÊNCIA CARDFREQUÊNCIA CARDÍÍACA;ACA;

FORFORÇÇA DE CONTRAA DE CONTRAÇÇÃO CARDÃO CARDÍÍACA;ACA;

PRESSÃO ARTERIAL;PRESSÃO ARTERIAL;

VASODILATAVASODILATAÇÇÃO;ÃO;

BRONCOCONSTRIBRONCOCONSTRIÇÇÃO.ÃO.

Page 8: Ryo Do Raku Fabricio

SIMPÁTICO

INERVAINERVAÇÇÃO ÃO ÉÉ DADA POR FIBRAS NERVOSAS PRDADA POR FIBRAS NERVOSAS PRÉÉ--GANGLIONARESGANGLIONARESÓÓS GANGLIONARES SITUADOS NA REGIÃO PARA VERTEBRALS GANGLIONARES SITUADOS NA REGIÃO PARA VERTEBRALÁÁCICA E LOMBAR;CICA E LOMBAR;

LIBERA NEUROTRANSMISSOR LIBERA NEUROTRANSMISSOR ADRENALINAADRENALINA NA MEDULA DA SUPRANA MEDULA DA SUPRARENAL;RENAL;

FREQUÊNCIA CARDIACA;FREQUÊNCIA CARDIACA;

FORFORÇÇA DE CONTRAA DE CONTRAÇÇÃO CARDÃO CARDÍÍACA;ACA;

PRESSÃO ARTERIAL;PRESSÃO ARTERIAL;

VASOCONSTRIVASOCONSTRIÇÇÃO;ÃO;

BRONCOCONSTRIBRONCOCONSTRIÇÇÃO.ÃO.

Page 9: Ryo Do Raku Fabricio

O S.N. O S.N. SIMPSIMPÁÁTICOTICO RECEBE E EMITE INRECEBE E EMITE INÚÚMERAS FIBRAS NERVOSAS,MERAS FIBRAS NERVOSAS,PARA DIVERSAS PARTES DO CORPO;PARA DIVERSAS PARTES DO CORPO;

SENDO CONTROLADO PELO SENDO CONTROLADO PELO HIPOTHIPOTÁÁLAMOLAMO, ESTRUTURA, ESTRUTURA

ESSA, QUE FAZ PARTE DO S.N.C ESSA, QUE FAZ PARTE DO S.N.C –– DIENCDIENCÉÉFALO FALO –– REALIZANDO REALIZANDO IMPORTANTES FUNIMPORTANTES FUNÇÇÕES PARA O CONTROLE HOMEOSTÕES PARA O CONTROLE HOMEOSTÁÁTICO DOTICO DOORGANISMO; ORGANISMO;

PRINCIPAIS FUNPRINCIPAIS FUNÇÇÕESÕES::

-- FOME;FOME;

-- SEDE;SEDE;

-- CONTROLE HIDRCONTROLE HIDRÍÍCO;CO;

-- EMOEMOÇÇÕES;ÕES;

-- TEMPERATURATEMPERATURA

SIMPÁTICO

Page 10: Ryo Do Raku Fabricio

S.N.A X M.T.C

SISTEMA NERVOSO AUTONÔMO SISTEMA NERVOSO AUTONÔMO -- MEDICINA TRADICIONAL CHINESAMEDICINA TRADICIONAL CHINESA

CENTROS SUPERIORES CENTROS SUPERIORES –– HEMISFHEMISFÉÉRIOS CEREBRAISRIOS CEREBRAIS

HIPOTHIPOTÁÁLAMO LAMO

S.N.AS.N.A

PARASIMPPARASIMPÁÁTICOTICO

SIMPSIMPÁÁTICOTICO

Page 11: Ryo Do Raku Fabricio

S.N.A X M.T.C

HIPOTHIPOTÁÁLAMOLAMO FISIOENERGIAFISIOENERGIAZANG ZANG -- FFÚÚ

FIBRAS NERVOSASFIBRAS NERVOSAS

SISTEMASISTEMA

VIASVIAS MERIDIANOS MERIDIANOS

FUNFUNÇÇÕESÕES HOMEOSTASEHOMEOSTASE

Page 12: Ryo Do Raku Fabricio

S.N.A

ESTIMULAESTIMULAÇÇÃO CUTÂNEAÃO CUTÂNEA

ALTERAALTERAÇÇÃO DA PERMEABILIDADE DOS ACUPONTOSÃO DA PERMEABILIDADE DOS ACUPONTOS

DIAGNDIAGNÓÓSTICOSTICO

Page 13: Ryo Do Raku Fabricio

HIPOTÁLAMO

SEDE FOMESISTEMA VASOMOTOR

SISTEMA RESPIRATÓRIO

EMOCÕES

NERVOS AFERENTES

S.N.A HOMEOSTASE

Page 14: Ryo Do Raku Fabricio

ÓÓRTEX PRRTEX PRÉÉ-- FRONTAL ANALISADOR FRONTAL ANALISADOR

SISTEMA LSISTEMA LííMBiCO MEMMBiCO MEMÓÓRIA EMOCIONALRIA EMOCIONAL

HIPOTHIPOTÁÁLAMO EFETUADLAMO EFETUADOR MOTOROR MOTOR

Page 15: Ryo Do Raku Fabricio

- BIOFISIOLOGIA NEURAL DAS EMOCÕES;BIOFISIOLOGIA NEURAL DAS EMOCÕES;

-- CCÓÓRTEX PRRTEX PRÉÉ--FRONTALFRONTAL

-- SISTEMA LIMBICOSISTEMA LIMBICO

-- HIPOTHIPOTÁÁLAMOLAMO

Page 16: Ryo Do Raku Fabricio

PSICOLOGIA CHINESA

Page 17: Ryo Do Raku Fabricio

5 ELEMENTOS 5 ELEMENTOS

-- FFÍÍGADOGADO HUNHUN RAIVARAIVA

-- PULMÃOPULMÃO POPO TRISTEZATRISTEZA

-- RIMRIM ZHIZHI MEDOMEDO

-- CORACÃOCORACÃO SHEN SHEN ALEGRIAALEGRIA

Page 18: Ryo Do Raku Fabricio

SHÉN

HUN PI ZHI Shen PIHUN PI ZHI Shen PI

CÉREBRO EXTERIORIZACÃOINTERIORIZACÃO

Page 19: Ryo Do Raku Fabricio

FATORES CLIMFATORES CLIMÁÁTICOSTICOS

VENTOVENTO

CALORCALOR

SECURASECURA

UMIDADEUMIDADE

FRIOFRIO

IMEPEDÂNCIA IMEPEDÂNCIA DA PELEDA PELE

CIRCULACÃOCIRCULACÃODO WEI QIDO WEI QI

Page 20: Ryo Do Raku Fabricio

WEI QI FRACO

F.P.E

PATOLOGIA

Page 21: Ryo Do Raku Fabricio

ELETROFISIOLOGIADOS ACUPONTOS

OS PONTOS DE ACUPUNTURA POSSUEM UM POTENCIAL ELÉTRICODIFERENCIADO DOS TECIDOS ADJACENTES, E ESSE POTENCIAL

TRICO ESTA SUJEITO A ALGUMAS ALTERAÇÕES, DEVIDO A:

- FATORES PATÓGENOS EXTERNOS;

- FATORES PATÓGENOS INTERNOS.

Page 22: Ryo Do Raku Fabricio

DIAGNÓSTICO

REALIZADO ATRAVREALIZADO ATRAVÉÉS DA MEDIS DA MEDIÇÇÃO DO POTENCIAL ELÃO DO POTENCIAL ELÉÉTRICO TRICO DE PONTOS ESPECDE PONTOS ESPECÍÍFICOS DOS MERIDIANOS PRINCIPAIS;FICOS DOS MERIDIANOS PRINCIPAIS;

P9, C7, CS7, ID5, TA4, IG5, BP3, F3, R4, B65, E42,VB40, P9, C7, CS7, ID5, TA4, IG5, BP3, F3, R4, B65, E42,VB40,

Page 23: Ryo Do Raku Fabricio

CONDUTIBILIDDE DA PELECONDUTIBILIDDE DA PELE

DETERMINADA PELA CAMADA CÓRNEA, QUE LOCALIZA – SE NO ESTRATO SUPERIOR DA EPIDERME;

NA CAMADA CÓRNEA É ENCONTRADA UMA GRANDE QUANTIDADE DE LÍQUIDOS ORGÂNICOS – ÍONS – COM CARGA POSITIVA E CARGANEGATIVA;

ESSAS CARGAS POR DIFERENÇA DE PRESSÃO PASSAM PARA OMEIO EXTERNO;

Page 24: Ryo Do Raku Fabricio

EFEITO PONTA

Page 25: Ryo Do Raku Fabricio

superfície

superior

basal

evaporacão

Secreções orgânicas

Page 26: Ryo Do Raku Fabricio
Page 27: Ryo Do Raku Fabricio
Page 28: Ryo Do Raku Fabricio

- METÓDO TRADICIONAL DA MTC

- PONTOS SHU-DORSAIS

- PONTOS DORSAIS

- DIETÉTICA

Page 29: Ryo Do Raku Fabricio

ÉTODO TRADICIONAL;

EFEITO DE TONIFICACÃO SEDACÃO CONFORME

A ESTACÃO.

Page 30: Ryo Do Raku Fabricio

B14 B14 –– CIRCULACIRCULAÇÇÃO ÃO -- SEXUALIDADESEXUALIDADE

B15 B15 –– CORACORAÇÇÃOÃO

B16 B16 –– ASSENTAMENTO GERALASSENTAMENTO GERAL

B17 B17 –– DIAFRAGMADIAFRAGMA

B18 B18 –– FFÍÍGADOGADO

B19 B19 –– VESVESÍÍCULACULA

B20 B20 –– BABAÇÇOO--PÂNCREASPÂNCREAS

B21 B21 –– ESTÔMAGOESTÔMAGO

B22 B22 –– TRIPLOTRIPLO--AQUECEDORAQUECEDOR

Page 31: Ryo Do Raku Fabricio

PONTOS:

-B42; PULMÃO

-B44; CORACÃO

-B47; FÍGADO

-B49; BP

-B52; RIM

Page 32: Ryo Do Raku Fabricio

PACIENTE 30 ANOS, SE APRESENTOU PARA AVALIACÃO RELATANDO MUITA DOR LOMBAR, CONTA AINDA QUE A UNS 2 ANOS SEUS CABELOS COMECARAM A FICAR BRANCOS E QUE SEUS DENTES FICARAM MAIS SENSIVEIS A PONTO DE PERDE-LOS QUASE QUE TOTAL-MENTE NESSES DOIS ÚLTIMOS ANOS…MEDIANTE A ESTES SINTOMAS A PACIENTE FOI INDAGADA SOBRE QUANTOS FILHOS E QTO TEMPO TEVE OS MESMOS, CONTA QUE O SEU ÚLTIMO FILHO ELA TEVE A DOIS ANOS E QUE TINHA AO TODO 5 FILHOS E QUE PERDERA DOIS DURANTE A GRA

…SUA SITUACÃO EMOCIONAL ERA MUITO COMPLICADA POIS A MESMA SOFRIA A UNS 20 ANOS (sic), DE UM MEDO TERRÍVEL DE ÁGUA E DE ALTURA, COM P PASSAR DO TEMPO COMECOU A SENTIR MUITO MEDODE MORRER…CONTA AINDA QUE TEM MUITA DÚVIDA QUANDO TEM QUE TOMAR ALGUMA DECISÃO…RELATA TAMBÉM QUE SEU INTESTINO FICA MUITO PRESO NO OUTONO E QUE SUA GASTRITE TAMBÉM ATACA (sic), NESTE MESMO PERÍODO.CONTA QUE GOSTA MUITO DO QUE É SALGADO DETESTA O QUE É AMARGO.

TRACE O TRATAMENTO;

A- TRADICIONAL D- DIETÉTICOB- SHU-DORSAL

Page 33: Ryo Do Raku Fabricio

SEDE;

CENTRO DA SEDEHIPOTÁLAMO ANTERIOR+

S.N.SIMPÁTICO

RETENCÃO HIDRICA

HOMEOSTASE

ÉFICIT HÍDRICOORGÂNICO

Page 34: Ryo Do Raku Fabricio

CENTRO VASOMOTOR HIPOTALÁMO

ALTERACÃO SISTÊMICA

S.N.S S.N.P

FC, FR, TONUS MUSCULAR FC, FR, TONUS MUSCULAR

BRONCODILATACÃO, VASOCONSTRICÃO BROCOCONSTRICÃO, VSODIL

Page 35: Ryo Do Raku Fabricio

FOME

ESTOMÂGO HIPOTALÁMO

S.N.S S.N.P

HCL HCL

Page 36: Ryo Do Raku Fabricio

CENTRO RESPIRATÓRIO HIPOTALÁMO

RECEPTORES PULMONARES S.N.S S.N.P

BRONCODILATACÃO BRONCOCONSTRICÃO

ALT. SISTÊMICASDISPNÉIA HIPOPNÉIA

Page 37: Ryo Do Raku Fabricio

5 EMOCÕES;

- IRA

- TRISTEZA

- MEDO

- PREOCUPACÃO

- ALEGRIA

Page 38: Ryo Do Raku Fabricio

- IRA

ARÉA PRÉ-FRONTAL

AMIGDALA

HIPOTALÁMO

S.N.A

Page 39: Ryo Do Raku Fabricio

CARACTERISTICAS PSIQUICAS

- INCAPACIDADE DE EXPRESSAR SEUS PRÓPRIOS SETIMENTOS

FRUSTRACÃO

ÁLCOOLDROGAS

SEROTONINA CÓRTEX PRÉ-FRONTAL

Page 40: Ryo Do Raku Fabricio

-TRISTEZA

CÓRTEX PRÉ-FRONTAL DIREITOAMIGDALA ESQUERDA

AMÍGDALA DIREITACÓRTEX PRÉ-FRONTAL ESQUERDO

Page 41: Ryo Do Raku Fabricio

AMÍGDALA E LOBO FRONTAL

DESINTEGRACÃO NEURÔNICA

RESERVAS DE TRASNSMISSÃO DEMENSAGEM

NEUROTRANSMISSORES

DEPRESSÃO

Page 42: Ryo Do Raku Fabricio

MEDO

- COMPREENDE;

DECISÃO DE LUTAR E FUGIR

ACUMÚLO DE ESTRESSE E ANSIEDADE

IMOBILIDADE

Page 43: Ryo Do Raku Fabricio

COMPREENDE DUAS VIAS NEUROFISILÓGICAS

TOSCO1- VIA DIRETA – INFERIOR ACIDENTADO

+ RÁPIDO

AVALIACÃO2- VIA INDIRETA – SUPERIOR PONDERADO

+ LENTO

Page 44: Ryo Do Raku Fabricio

1- VIA DIRETA – VIA SUPERIOR

AMÍGDALA

HIPOTALÁMO

SNA FC, PA, TÔNUS MUSCULAR

ESTIMULOAFERENTE

Page 45: Ryo Do Raku Fabricio

VIA INDIRETA – VIA INFERIOR

CÓRTEX FRONTAL

AMÍDALA

HIPOTÁLAMO

SNA FC, PA, TONUS MUSCULAR

Page 46: Ryo Do Raku Fabricio

ALEGRIA

- SENSACÃO FISIOLÓGICA DE CALOR E PRAZER

‘satisfacão na qual vale a pena a sobrevivência’

Page 47: Ryo Do Raku Fabricio

NEUROFISIOLOGIA

- CENTROS DO PRAZER;

HIPOTALÁMO

SEPTO

N. ACUMBENTE

Page 48: Ryo Do Raku Fabricio

NEUROTRANSMISSORES

DOPAMINASEROTONINANOREPINEFRINA

CENTROSDO PRAZER

OCITOCINAFENILTILAMINA

Page 49: Ryo Do Raku Fabricio

F.P.E

IMPEDÂNCIA DA PELE

ALTERACÃO SENSORIAL

DESEQUILIBRIO S.N.A PATOLOGIA

Page 50: Ryo Do Raku Fabricio

FORMACÃO DO WEI QI

Page 51: Ryo Do Raku Fabricio

DIAGNÓSTICO

ALTERACÃO DA ELETROPERMEABILIDADE DO ACUPONTO E DE PONTOS E ELETROPEMEAVEIS

Page 52: Ryo Do Raku Fabricio

PONTOS BACH-SHÚ

Assumem trajeto YANG – medial do Pangguang

Carreiam Qi Ancestral para os ZANG-FU

Eficazes na SEDAÇÃO – TONIFICAÇÃO

Sofrem ataque dos F.P.E. – DESEQUILÍBRIO

CORRESPONDÊNCIA COM O S.N.ACORRESPONDÊNCIA COM O S.N.A

Page 53: Ryo Do Raku Fabricio

PONTOS DORSAIS

- PONTOS QUE REGULARIZAM AS

MATRIZES EMOCIONAIS.

- MERIDIANO EXTERNO DA BEXIGA

Page 54: Ryo Do Raku Fabricio

DIETÉTICA;

- 5 SABORES;

TONIFICAM

AVIDEZ POR DETERMINADO

SABOR SIGNIFICA DESARMONIA