Interfaces sem comandos Interfaces n£o-WIMP

download Interfaces sem comandos Interfaces n£o-WIMP

of 31

  • date post

    24-Jan-2016
  • Category

    Documents

  • view

    42
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Interfaces sem comandos Interfaces não-WIMP. Maria Alice G. V. Ferreira Maio de 2003. Modelos para interfaces. WIMP - as interfaces de hoje: W indows, I cons, M enus and P ointing Devices. A próxima geração (próxima?). Realidade virtual som e voz reconhecimento de gestos animação - PowerPoint PPT Presentation

Transcript of Interfaces sem comandos Interfaces n£o-WIMP

  • Interfaces sem comandosInterfaces no-WIMPMaria Alice G. V. FerreiraMaio de 2003

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Modelos para interfacesWIMP - as interfaces de hoje:Windows, Icons, Menus and Pointing Devices

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    A prxima gerao (prxima?)Realidade virtualsom e vozreconhecimento de gestosanimaomultimdiainteligncia artificialvdeos acoplados cabea do usurio computadores altamente portveis, com telefonia celular e comunicao sem fioUI dirigidas s finalidades das aplicaes

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Realidade VirtualMuseu VirtualInterfaces Defenestradas

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Museu Virtual

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Conceitos das Interfaces Atuaisdilogo explcito entre usurio e computadorcomandos que instruem o computador para realizarem alguma tarefa:

    estruturao funcionalfuno (argumentos da funo)exemplo: delete foo ...........para excluir um objeto

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Estruturao funcional - exemploSelecionar informao em um banco de dados, format-la e imprimi-la fornecer o critrio de busca (query critery) em uma caixa de dilogo selecionar opes de formatao em um menu pull down imprimirA impresso que resulta do processo pode no estar a contento!

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Conceitos das interfaces atuaisestruturao por objetosseleciona objetoopera sobre o objetosex : seleciona os arquivos X, Y, Z delete

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Estruturao por objeto - ExemploSelecionar informao em um banco de dados, format-la e imprimi-laapresentar na janela alguns registros do banco de dados o usurio ir se lembrar dos detalhes de seu Banco de dadosconstruir o critrio de busca (query criteria) facilitado pela informao colocada na janelao sistema atualiza os registros na janela, selecionando-os de acordo com o critriomodificar o layout da janela automaticamente a informao segue o layout estipuladoimprimir

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Funcional x Orientao a ObjetosTransio do modelo funcional para o modelo orientado a objetos difcil(no artigo)A transio um fato e j est consumada s uma questo de tempo(2003)

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Conceitos das interfaces atuaisUma nica aplicao ativa para o usurioDados de um aplicativo podem ser endereados a partir de outras aplicaes, com atualizao das informaes, na aplicao original, a partir da aplicao usuria (links)

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Conceitos das futuras interfacesinterfaces sem comandosInterfaces livres de sintaxemltiplas fontes de dados de entradaExemplo:Este um texto para futuras correes.

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Conceitos das futuras interfacesuser-oriented x task-orientedo documento o objeto de interesse e no a aplicaoo objeto est ligado a trechos de cdigo adequadosmovimentao de sistemas de arquivos e bancos de dados para o espao da informaouso de associaes entre dadosinformaes fracamente acopladasobjetos endereados atravs de seu contedo

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Ateno do usurioAtual: usurio est preocupado em controlar o computador e com a sintaxe dos comandosFuturo: usurio dever preocupar-se s com a tarefa

    Suporte ao Trabalho Cooperativo

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Regras de ComportamentoAtual: computador obedece s ordens de forma literalFuturo: computador dever intuir as ordens do usurioDWIM - DO WHAT I MEAN - InterLisp comandos sem sentido so reinterpretadosobservao do usurio, realizada de alguma forma: uso de equipamento especial, como cmeras de vdeo ou Eye tracking

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Regras de ComportamentoFuturo:Eye tracking - exemplo do livro do Pequeno PrncipeEye tracking - O problema dos naviosUso de inteligncia artificial, mesmo que restritaBases de conhecimento e modelos correspondentes

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Controle da InterfaceAtual: interface visvel e controlada pelo usurioFuturo: interfaces invisveis controladas pelo computador, sem que o usurio se preocupe com elas o computador personaliza as interaes sem que o usurio se d conta disso:posio do usurioaes quando da chegada de e-mailsitens mais frequentemente utilizados pelo usurio ---> arquivos mais recentemente usados

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Controle da InterfaceFuturo:interfaces adaptativasconstruo de uma ambiente de trabalho do usurio, englobando as ferramentas utilizadas e as ferramentas associadas

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    SintaxeAtual: ImportanteFuturo: desaparece, ou pelo menos reduz sua importnciaGestos devero ser a principal componente de atuao da interfaceInput tokens que representem uma unidade completa de inteno

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    SintaxeFuturo: importncia reduzidadado s mltiplas fontes de dados de entrada (eye tracking, voz, gestos) existe maior possibilidade de escolha de comandos de entrada eliminao de erros de sintaxenecessidade de sintaxe visualinterfaces construdas em torno de habilidades humanas como: escrever mo, olhar o mundo e gesticular

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Visibilidade dos objetosAtual: a visibilidade dos objetos fundamental para a maioria das tecnologias Futuro: estes podero ser implcitos ou mesmo estarem escondidosmanipulao implcita atravs de agentes ou atravs de efeitos colateraiscuidados especiais para no reduzir a usabilidade das novas interfaces acesso aos objetos e inspeo de seu estado e caractersticas

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Sequncia de interaoAtual - uma nica fonte de dados de entradaFuturo: vrias fontes de dadosMyers - uso das duas mo para controlar tablets e painis de toque ou sliders ao mesmo tempocombinao de eye tracking, cmeras de vdeo, gestos e vozuso de entradas no tradicionais, como sons de instrumentos na composio musical

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Sequncia de interaoFuturo: vrias fontes de dadosmltiplas sadas multimdia sada sonora, na composio musicaluso de udio como auxlio ao Helpuso de cada seqncia de entrada para um tipo de elemento; exemplo: desenho para dados e voz para comandosredundncia, decorrente do comportamento humano

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Largura de Bandaatual: baixateclado - 10 caracteres por segundomouse - um pouco maiorsada - imagens estticas no requer atualizao freqenteFuturo: interfaces que requerem maior largura de bandaAcompanhar movimentos Efeitos estereoscpicos animadosRealidades virtual

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Tracking feedbackAtual: feedback lxico para a entradaFeedback para outros tipos de entradasmsica reconhecimento de vozinterfaces baseadas em gestos - muitos problemas em aberto, porque os gestos tm de ser reconhecidos antes do feedback ser apresentado; ento pode ser muito tarde para corrigir seus efeitosacompanhamento atravs de feedback progressivo

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Turn-takingAtual: alternncia com o usurioFuturo: este estilo dever ser abandonado nas futuras interfacesuso de dynamic query: a pesquisa prossegue enquanto o usurio termina de especificar completamente a query (52% mais rpido)sistemas orientados a eventos podem facilitar os trabalhos paralelos do computador e do usuriosadas so emitidas juntamente com as entradas fornecidas pelo usurio VIDEOPLACE

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Local da InterfaceAtual: a interface a tela de vdeo limitaesh muitas atividades humanas que no so executadas junto a uma mesa de escritrio como: reunies, conferncias, trabalho em usinas ou em construo civilcomputao distribuda deve levar ao uso de computadores de bolsorealidade virtualdispositivos de sada no tradicionais, como sistemas de comandos de carro ou projetores de imagens, integrados ao sistema do usuriodispositivos integrados ao ambiente

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    ProgramaoAtual: existe um gap entre os sistemas de gerao de interfaces e as linguagens utilizadas nos programas inconsistnciasFuturo:Uso de muitos pacotes de software diferentesIncremento das linguagens orientadas a objetos uso de heranaprogramao grfica e programao visualinterfaces por demonstrao e programao por exemplos

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Referncias bibliogrficasNielsen, J. Noncommand user interfaces. Comm. of the ACM. April 1993, v.36, n. 4, p. 83-99.Gentner, D; Nielsen, J. The Anti-Mac interface. Comm. of the ACM. Aug. 1996, v.39, n.8, p.70-82

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP

    Empacotamento do SoftwareSoftware orientado a objetosSoftware monoltico dever ter seus dias contadosObjetos gerais que servem a vrias aplicaes diferentesTradutores de software para vrias lnguas diferentes

    Maria Alice Grigas Varella Ferreira EP-USP