Cooperativas Agropecuarias

download Cooperativas Agropecuarias

of 23

  • date post

    07-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    5.003
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Cooperativa Agropecuarias, e associações com produtores rurais

Transcript of Cooperativas Agropecuarias

  • 1. INTRODUO AO ASSOCIATIVISMO Cooperativas Agropecurias eAssociaes de Produtores Rurais: o queso e para que servemGOVERNO DO ESTADODE SO PAULO

2. GABRIEL CAMPOS VOLPI Cientista SocialAssistente Agropecurio ICOORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DOS AGRONEGCIOS - CODEAGROINSTITUTO DE COOPERATIVISMO E ASSOCIATIVISMO ICA GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 3. ICA - APRESENTAOSAACATICDA APTA CODEAGROInstitutos de Pesquisa ICAGOVERNO DO ESTADODE SO PAULO 4. AGRICULTURA: CONTEXTO ATUAL Globalizao: comunicaesmaisrpidas,interdependncia das regies (podemos consumircoisas produzidas do outro lado do mundo),mercados globais (preos das mercadorias soregulados mundialmente). Mercado mais exigente quanto aos produtosagropecurios: qualidade, sanidade, quantidaderegularidade. Presso sobre o pequeno produtor: necessidadede comprar e vender em maior escala para garantirpreos viveis. GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 5. AGRICULTURA TRADICIONALRelao com o mercado: mediada localmente Agriculturaadubos silagemProcessamentoVENDINHAartesanal VENDINHASTIO Sal,Venda da Pecuria Plvora,produo Tecidos... Conhecimento Ferramentastradicional GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 6. AGRONEGCIO Relao com o mercado: direta e global Industria (processInsumosamento) Mquinas eAtravessador implementosSTIO(atacado) Assistncia tcnica SupermercaCrditodos (varejo)(banco) GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 7. SISTEMA OU CADEIA AGROINDUSTRIALFigura 1 Esquema de um Sistema AgroindustrialFonte: Zylbersztajn & Farina apud CONTINI et. al. (2006) GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 8. ESTRUTURA DE MERCADO NO AGRONEGCIO GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 9. ESTRUTURA DE MERCADO NO AGRONEGCIO Produtores rurais: muitos produtores; diferentesportes; geograficamente dispersos; nveis culturaisdiversos;diferentestecnologias;poucasinformaes; e socialmente desorganizados. Insumos e agroindstria (segmentos antes edepois da porteira): nmero pequeno de agenteseconmicos (em relao ao nmero de produtoresrurais); no geral, so bem mais organizados. GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 10. PRODUTOR RURAL: TOMADOR DE PREOS Produtor rural adquire os insumos de que necessitapara sua produo a preos estabelecidos pelosfornecedores, pois esses so em pequeno nmero,organizados entre si, e mais capitalizados que osprodutores. Produtor rural comercializa sua produo a preosestabelecidos pelos compradores, pois esses soem menor numero e mais organizados. GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 11. PEQUENO PRODUTOR RURAL: DIFICULDADES Os pequenos produtores rurais so os que maissofrem com essa estrutura de mercado. Some-se a essa dificuldade as caractersticasprprias da atividade, sazonalidade da produo,incerteza com relao ao clima e produtosperecveis.GOVERNO DO ESTADODE SO PAULO 12. PEQUENO PRODUTOR RURAL: DIFICULDADES A agricultura se torna uma atividade difcil, ondecada vez mais a chance do pequeno produtor semanter nessa atividade menor. O associativismo agrcola uma maneira demanter os pequenos produtores rurais ativos. GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 13. ASSOCIATIVISMO O associativismo ou ao associativa qualqueriniciativa, formal ou informal, que rena um grupode pessoas ou empresas com o principal objetivode superar dificuldades e gerar benefcios comunsem nvel econmico, social ou poltico. As formas de associativismo mais utilizadas pelosprodutores rurais so as Associaes deProdutores Ruraise as CooperativasAgropecurias. GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 14. GOVERNO DO ESTADODE SO PAULO 15. ASSOCIAES O QUE SO? Art. 53 do cdigo civil. Constituem-se as associaespela unio de pessoas que se organizem para fins noeconmicos. Organizao social formal, regulada pela legislao.Registro em cartrio. Unio de pessoas que decidem trabalhar juntas paraalcanar determinado objetivo, do interesse de todos. As associaes visam representar e defender osinteresses de seus associados e estimular suamelhoria tcnica, profissional e social.GOVERNO DO ESTADODE SO PAULO 16. ASSOCIAES PRA QUE SERVEM?As associaes so constitudas geralmente com asseguintes finalidades / objetivos:Representar e defender o interesse dos associadosjunto a instituies pblicas e privadas, sendo queestes, coletivamente, passam a ter maiorrepresentatividade;Prestar servios a seus associados. GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 17. ASSOCIAES: PRINCIPAIS FINALIDADESNo caso de associaes de produtores rurais, asprincipais finalidades /objetivos das associaes so: 1 Representar os associados junto a instituiespblicas e privadas; 2 Buscar informaes no mercado (preo, oferta,demanda, tecnologia, etc.); 3 Prestar servios de assessoria na venda dosprodutos do associado e na compra de insumos,matria-prima e bens de produo, racionalizando suaatividade econmica;GOVERNO DO ESTADODE SO PAULO 18. ASSOCIAES: PRINCIPAIS FINALIDADES 4 Receber, beneficiar e armazenar a produoagrcola; 5 Auxiliar no desenvolvimento tecnolgico (capacitaodos associados, assistncia tcnica,etc.),administrativo e pessoal. 6 Defender econmica, social e culturalmente oassociado. GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 19. COOPERATIVAS O QUE SO Art. 3 da lei 5.764. Celebram contrato de sociedadecooperativa as pessoas que reciprocamente seobrigam a contribuir com bens ou servios para oexerccio de uma atividade econmica, de proveitocomum, sem objetivo de lucro. Cooperativa uma associao autnoma depessoas que se unem, voluntariamente, parasatisfazer suas aspiraes e necessidadeseconmicas, sociais e culturais comuns, por meiode uma empresa de propriedade coletiva edemocraticamente gerida. (ACI).GOVERNO DO ESTADODE SO PAULO 20. COOPERATIVAS O QUE SO A caracterstica principal da sociedade cooperativa a sua finalidade, que oferecer aos seuscooperados melhores condies econmicas esociais, j que a sociedade (em si) no possuifinalidade lucrativa. Desta forma, a sociedadeserve como instrumento de promoo dosinteresses de seus membros. GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 21. COOPERATIVAS PRA QUE SERVEMResumindo, o objetivo da cooperativa proporcionar vantagens econmicas a seusmembros. Tomando-se como exemplo umacooperativa agropecuria, esse objetivo pode seralcanado medida que: 1) racionaliza os gastos comuns (resultados maiseficazes); 2) refora o poder de barganha com o mercado(unindo a capacidade econmica e financeira doscooperados numa s entidade);GOVERNO DO ESTADODE SO PAULO 22. COOPERATIVAS PRA QUE SERVEM 3) elimina intermedirios: reduzindo custoaquisioinsumosdoscooperados e/oupossibilitando colocao produtos e/ou servios nomercado por preos mais competitivos; e 4) permite controle de qualidade mais eficientesobre produtos adquiridos e/ou produzidos. GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO 23. CONTATOSCLULA REGIONAL DE APOIO TCNICO DE JA Escritrio de Desenvolvimento Rural de Ja Rua Governador Armando Sales, 218 - CEP: 17201-360 Telefones: (14) 3622-6088/3622-6502/3622-2202 - Ramal:215 Email: gvolpi@codeagro.sp.gov.brGOVERNO DO ESTADODE SO PAULO