apostila violino

Click here to load reader

  • date post

    21-Dec-2014
  • Category

    Documents

  • view

    172
  • download

    7

Embed Size (px)

Transcript of apostila violino

Estudando Violino em casaMaterial de apoio

Professor de msica inscrito na

Ordem dos Msicos do BrasilConselho Regional do Estado do Rio Grande do Sul

Curso de Violino para iniciantes

Violinista POP_MUSICProfessor de msica inscrito na Ordem dos Msicos do BrasilConselho Regional do Estado do Rio Grande do Sul Professor de msica inscrito na

Curso de violino para iniciantesVIOLINISTA POP MUSICLYRIO BERNARDI, JR.

2

PREFCIO

DIARIO DE UM VIOLINISTA Eu estou sempre renascendo, Nova manh o momento de recomear a viver. Desde que eu sou msico que eu comeo o meu dia da mesma maneira Isto no significa uma rotina mecnica, mas algo essencial pra minha felicidade. De manh, aps o caf pego o meu violino, toco um ou dois preldios para a mulher que eu amo, Essas msicas funcionam como uma bno para mim Uma forma de retomar o contato com o mundo, com o milagre de fazer parte da raa humana. Msica, um encontro com a paz. Fale das coisas boas da sua vida para quem quiser ouvir. A alma do mundo precisa muito da sua alegria."

O estudo do violino

O violino um instrumento de quatro cordas apenas, mas oferece grandes recursos. Sua voz possui tons bastante acentuados, seu timbre se distingue dos demais e, pela variedade de seus efeitos, justo denomina-lo o mais superior dos instrumentos de corda. O estudo do violino uma nobre ocupao. O desenvolvimento do toque e da afinao um dom. As notas precisam ser intelectualmente organizadas no brao do instrumento, pois requer preciso na digitao. Mais adiante, o mestre de violino poder enfatizar a leitura musical por lies de solfejo para facilitar a sensibilidade de escuta. A primeira coisa a fazer aps isso, afinar o violino. necessrio ter um ouvido delicado e exercita-lo. O solfejo dever proceder sempre acompanhado da leitura da partitura de violino. As dificuldades so presentes no estudo do instrumento, por isso, antes preciso o curso de solfejo. A leitura da partitura, no entanto, uma preocupao, pois preciso fixar a ateno tambm no som do instrumento, para observar a afinao das notas. importante possuir uma digitao avanada para facilitar o dedilhado. O professor indicar o modelo de violino a ser tocado, pois o mesmo precisa ser de boa qualidade. Para os iniciantes, necessrio resistncia, com isso, j demonstramos uma primeira qualidade. indispensvel habituarse a uma postura correta do corpo, agindo com naturalidade. O violino dever, ento, ser preso entre o ombro e o queixo numa posio horizontal e sustentado pela mo esquerda. normal ocorrerem dificuldades at habituarse forma de tocar. O brao do violino deve repousar entre a primeira falange do polegar e a terceira falange do indicador. O arco deve ser friccionado nas cordas num movimento retilneo, paralelamente ao cavalete para condicionar a boa qualidade do som. O estudante de violino deve ter vontade absoluta de querer aprender e persistncia, pois treinando bastante consegue se uma boa tcnica e aplausos de todo o publico.

Curso de violino para iniciantesVIOLINISTA POP MUSICLYRIO BERNARDI, JR.

3

HISTRICO:

PROFESSOR JNIOR;Naturalidade: Lagoa Vermelha-RS/1981; Profisso: Msico e Gerente de Recursos Humanos; Especialidade como msico: Professor de violino; Registro Profissional: Ordem dos Msicos do Brasil/2002;

E-Mail: jr.art@globomail.com

Curso de violino para iniciantesVIOLINISTA POP MUSICLYRIO BERNARDI, JR.

4

Iniciao ao estudo da msica e do violino

Conceito de msica uma arte que tem por finalidade a combinao do que ela mesma produz,

OS SONSA msica no se expe apenas quando um instrumentista ou cantor a executa, pois a mesma todo som agradvel ao ouvido humano. A msica definida como uma linguajem universal. Todos os povos entendem a msica da mesma maneira sentido e forma. A msica est situada entre o silncio e o rudo.

silncio msica rudo

Surgimento da msicaA msica produzida pela natureza teve origem com o prprio universo. J a msica produzida pelo homem, originou-se na poca primitiva, surgindo de inmeras vivncias de nossos antepassados com objetos que produziam sons agradveis e interessantes ao ouvido. Os primeiros instrumentos que surgiram foram os de percusso. A denominao da msica origina-se da expresso mitolgica arte das musas. A diviso da msica A msica composta da seguinte forma: Melodia Harmonia Ritmo Melodia a sucesso de sons, ou seja, um som aps o outro. Harmonia a combinao de trs ou mais sons simultneos. A esses sons damos o nome de acorde. Ritmo a cadncia de tempos. Definido como a parte principal da msica. Dentro da melodia e da harmonia temos as Notas musicais que so sinais que representam os sons. Ex: D. Essa denominao D, representa um determinado som musical. As denominaes foram criadas para diferenciar um som do outro. E m nosso sistema musical existem doze sons que so denominados da seguinte forma: D d# R R# Mi F F# Sol Sol# L L# Si Conclumos que dentro desses doze sons esto situadas todas as msicas, todas as escalas musicais, todos os acordes, enfim, a msica situa-se em apenas doze sons: D d# R R# Mi F F# Sol Sol# L L# Si Os sons acima, repetem-se em alturas diferentes. A esses sons damos o nome de escala Cromtica. O que uma escala musical? onde situam-se as composies musicais. tambm, uma sucesso de graus. E grau cada parte de uma escala. Observe as notas que formam a escala de d maior: D r mi f sol l si d Definio de sustenido e bemol: O sustenido representado pelo sinal (#). Quando colocado do lado da nota, eleva a mesma meio tom. Ex: D D# (sustenido), ou seja, o som que antes tinha uma certa altura, com o sinal ao lado, ganhou uma altura diferente. O bemol representado pelo sinal (b). Quando colocado ao lado da nota, baixa a mesma meio tom. Ex: R Rb (bemol) O bemol exatamente o sentido contrrio do sustenido. Definio de compasso musical Compasso a diviso igual de tempos. Muito importante na msica, o compasso faz parte do ritmo e representado graficamente na partitura. Temos trs tipos de compassos denominados da seguinte forma: Compasso binrio (2 tempos) - Compasso ternrio (3 tempos) - Compasso quaternrio (4 tempos) O compasso pode ser simples ou composto. Exemplo de compasso musical binrio composto {6/8} Como se deve fazer para contar os compassos Ex.: Se o compasso for binrio simples, contamos ele da seguinte forma: {1 . 2 . ( um e dois e)} No lugar do ponto, devemos pronunciar a letra e. E quando contamos o 2 e, comeamos do n 1 novame nte. {1e2e1e2e1e2e1e2e....} Outra maneira de contar o compasso pronunciar as letras a,b e c entre cada nmero: Ex.: {1 abc 2 abc}. O mesmo esquema de contagem serve para os demais tipos de compassos. Ex.: {1e2e3e} {1e2e3e4e} {1abc2abc3abc} {1abc2abc3abc4abc}.

Curso de violino para iniciantesVIOLINISTA POP MUSICLYRIO BERNARDI, JR.

5

Iniciao ao instrumento musicalPara compreender melhor a msica necessrio aprender a tocar um instrumento. Pois assim, torna-se mais fcil obter o conhecimento desejado sobre as regras, teoria e os sons musicais. A sensao auditiva a parte fundamental na msica. Pegue seu violino e localize as partes do mesmo observando a figura abaixo As partes do violino: Cravilhas, cordas, estandarte, arco, brao, ff, cc, caixa acstica, etc. Cravilhas: O violinista afina o instrumento girando as cravilhas para trs e para frente a fim de retesar ou afrouxar as cordas. Os violinos desafinam com facilidade, especialmente com mudanas de temperatura, ou em viagens longas. Um violino precisa ser afinado muitas vezes at que as cordas novas se acomodem. Cavalete: Pequenas ranhuras no cavalete mantm as cordas no lugar. As cordas mais finas tm protetores de plstico ou de borracha para impedi-las de entranhar na madeira. Estandarte: Cada corda fica presa com segurana no estandarte ou na presilha do estandarte. Afinador: Pequeno parafuso que permite preciso na afinao das cordas.

As cordas do violino Da mais grossa a mais fina: {Sol R L Mi} A boa sonoridade tambm depende da marca do violino e das cordas. As cordas do violino so bastante frgeis devido serem produzidas em alumnio, por isso necessrio cuidado ao afinar o instrumento para que as mesmas no estourem. Cordas boas para violino tm um custo alto, mas encontramos preos mais em conta no mercado com cordas voltadas ao aprendizado. Em mdia um jogo de cordas (conjunto de 4 cordas) importado custa em torno de U$$ 75,00. Nomenclatura dos dedos Mo esquerda: {Indicador = 1} {Mdio = 2} {Anelar = 3} {Mnimo = 4} Como aplicar a mo esquerda O cotovelo esquerdo deve ser posto no centro do corpo (tampa traseira) do violino. Para facilitar a movimentao dos dedos esquerdos, o pulso deve estar na mesma direo do antebrao. A juntura dos dedos esquerdos deve estar na altura das cordas. Os 4 dedos (indicador, mdio, anular e mnimo) devem estar arredondados. Coloc-los na direo da corda para depois apert-los. O polegar deve estar apoiado de leve no brao do violino, um pouco acima da 1 falange do mesmo. O polegar deve estar assim para que os 4 dedos restantes se apiem com a mesma fora nas cordas. Se algum tiver o polegar maior, este sobressair para cima do brao do violino ao apertar corda sol. No espao entre o polegar e o indicador poder entrar 1 dedo. Quando as cordas forem apertadas pelos dedos, cuidado para no endurecer as falanges dos dedos, nem o cotovelo. Os dedos devem ser apertados com fora sobre as cordas. Quando os dedos no esto sendo usados, deix-lo s na posio natural, isto , arredondados. Conservar a mesma forma e fora nos 4 dedos, e no brao esquerdo.

Curso de violino para iniciantesVIOLINISTA POP MUSICLYRIO BERNARDI, JR.

6

O Arco do violinoOs instrumentos como o violino dependem da vibrao das cordas para emitir som. As cordas vibram quando o arco passa por elas, mas produzem muito pouco som, que s fica suficientemente forte para ser ouvido quando as vibraes passam pelo cavalete para o corpo oco, ou cai