Planejamento, Controle e Gestão de Materiais 1 Planejamento, Controle e Gestão de...

Click here to load reader

  • date post

    28-Jun-2020
  • Category

    Documents

  • view

    0
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Planejamento, Controle e Gestão de Materiais 1 Planejamento, Controle e Gestão de...

  • 28/05/2019

    1

    Planejamento, Controle e Gestão de Materiais Prof. Me. Érico Pagotto

    Ementa da Unidade 3

    ■ SEÇÃO 1: MRP, MRPII e JIT:

    ferramentas da qualidade

    ■ SEÇÃO 2: O Sistema KANBAN na

    prática

    ■ SEÇÃO 3: ISO 9000

    ■ SEÇÃO 4: Sistemas de Gestão da

    Qualidade

  • 28/05/2019

    2

    UNIDADE 3: Seção 1: MRP, MRPII e JIT: ferramentas da qualidade

    ■ O que é QUALIDADE?

    – É um conceito objetivo ou subjetivo?

    ■ Até a Segunda Guerra Mundial:

    – Qualidade era uma característica do produto

    – Foco na inspeção do produto

    ■ Após a década de 1950:

    – Aumento da concorrência entre as

    empresas

    – Aumento da escala de produção

    – Foco nas etapas do processo

    1925

    1930

    Conceito de qualidade

    ■ A partir dos anos 1950 a nova visão da produção com qualidade envolvia:

    – Criação de padrões: O QUE vai ser produzido e COMO produzir

    – Foco nos processos

    – Comprometer os trabalhadores em cada etapa do processo

    – Controles de qualidade a cada etapa

    ■ A partir dos anos 1970 a qualidade passou a ser vista como uma necessidade:

    – conquistar o mercado,

    – fidelizar uma marca

    – conquistar o prestígio dos clientes

    – atendimento de pós-venda

  • 28/05/2019

    3

    Conceito de qualidade

    ■ Segundo a ISO (2000), qualidade é o grau no

    qual um composto de atributos satisfaz a

    requisitos

    – O cliente precisa saber o que vai encontrar

    ao consumir

    ■ A qualidade é uma variável subjetiva, precisa e

    mensurável, de acordo com a conformidade dos

    produtos e serviços, o grau de conformidade do

    projeto e do processado, e o grau de excelência

    dos custos e preços de venda praticados

    (SHIGUNOV NETO; CAMPOS, 2016).

    Fatores dos quais a qualidade depende

    ■ Conformidade:

    ■ Desempenho

    técnico ou

    funcional

    ■ Disponibilidade

    ■ Confiabilidade

    ■ Mantenabilidade

    ■ Durabilidade

    ■ Instalação e

    orientação de uso

    ■ Assistência

    técnica

    ■ Impactos

    ambientais

    ■ Qualidade

    percebida e

    imagem da marca

  • 28/05/2019

    4

    MRP: Material Requirement Planning

    ■ Para produzir, estocar, armazenar e distribuir com qualidade, é necessário em todas as atividades empresariais:

    – planejar,

    – organizar,

    – dirigir e

    – controlar as ações

    ■ Além disso, produtos e serviços devem possuir conformidade às especificações

    ■ MRP é um sistema de produção baseado na previsão da produção (ou das vendas) por meio do planejamento de compras e gestão de estoques

    MRP: Material Requirement Planning

    ■ Para organizar qualquer atividade logística,

    planejamento é essencial para o sucesso

    ■ Em planejamento é necessário utilizar-se de métodos

    e ferramentas

    ■ Ferramentas de planejamento de recursos:

    – MRP I: Material Requirement Planning ou

    Planejamento de Requisitos Materiais

    ■ Foco apenas na fabricação do produto e os

    recursos necessários

    – MRP II: Manufacturing Resources Planning ou

    Planejamento dos Recursos de Manufatura

    ■ Foco na produção e na integração dela com

    marketing, finanças etc.

  • 28/05/2019

    5

    Quando uma empresa implanta o sistema MRP, ela busca:

    ■ diminuir custos de armazenagem e estocagem,

    ■ maior controle sobre prazos, principalmente de perecíveis,

    ■ atender o cliente quando ele necessita do produto,

    ■ diminuir a ociosidade e improdutividade da equipes e equipamentos,

    ■ maior previsibilidade nas compras e no planejamento de manutenções,

    ■ observar as capacidades de produção, armazenagem e atendimento às solicitações dos clientes,

    ■ reduzir os custos de movimentação e transporte dos produtos:

    – consolidação de lotes, expedição, cumprimento de prazos, atendimento das demandas

    MRP pode ser aplicado a qualquer setor!

    ■ Indústrias,

    ■ Hospitais,

    ■ Agências bancárias,

    ■ Hotéis,

    ■ Restaurantes,

    ■ Universidades,

    ■ Terminais

    ■ Produção agrícola etc

  • 28/05/2019

    6

    MRP I e MRP II

    Em linhas gerais:

    • MRP I: mais relacionado ao produto

    • MRP II: mais relacionado à produção

    Componentes de um MRP I

    ■ Estoques: tipo, tamanho e inventário

    ■ Lead times (tempos de armazenagem,

    produção e entrega)

    ■ Plano de Produção por Produto

    – O que produzir

    – Quanto produzir

    – Quando produzir

    ■ Sistemas integrados de informação M R

    P -1

    Solicitações de compras

    Estoques

    Ordens de fabricação

    Especificação do produto

  • 28/05/2019

    7

    MRP II

    ■ o MRP II serve para:

    – Prever demandas futuras

    – Atua junto aos Deptos de:

    ■ Operação

    – Produção

    – Estoque

    ■ Financeiro

    ■ Marketing

    ■ Considera as especificações,

    prazos e quantidades

    determinadas pelo MRP I

    M R

    P -2

    Demanda de Marketing

    Previsão financeira

    Projeto do produto

    MRP-1

    Componentes do MRP II

    ■ Planejamento das necessidades dos materiais (vem do MRP I);

    ■ Plano de Produção Geral;

    ■ Plano de Compras;

    ■ Cronograma de produção;

    ■ Controle de chão de fábrica (Shop Floor Control - SFC):

    – Dimensionamento dos lotes

    – Alocação e coordenação de RH

    – Instruções de trabalho

    – Rastreabilidade das etapas

  • 28/05/2019

    8

    Ciclo PDCA

    ■ O ciclo PDCA é uma

    estratégia gerencial para

    o progresso da melhoria

    contínua observando-se

    às práticas que geram

    resultados positivos

    ■ Foco em PROCESSOS,

    que devem estar

    previamente mapeados,

    documentados e

    otimizados

    •Observar as metas e resultados atingidos.

    •Reduzir falhas, prevenir e melhorar continuamente.

    •Coletar dados, treinar e executar as atividades.

    •Definir metas, métodos e identificar problemas.

    1. PLAN (planejar)

    2. DO (fazer)

    3. CHECK (checar)

    4. ACT (agir em

    melhorias)

    Just In Time (JIT): “na hora exata”

    ■ Pilar do Toyotismo

    ■ JIT busca eliminar todas as fontes de desperdício, eliminar tudo o que não acrescenta valor à empresa, melhoria contínua dos processos produtivos e buscar uma produção enxuta

    ■ Um dos focos principais do JIT é a redução ou eliminação de estoques desnecessários

    – Não é a eliminação COMPLETA de estoques!

  • 28/05/2019

    9

    12 Regras básicas do JIT

    1. Só produzir o que é pedido pelo cliente e só quando ele o pretende

    • não produzir estoques, seja de produtos acabados ou intermediários em qualquer altura

    2. Ter prazos curtos de fabricação;

    3. Dispor de uma grande flexibilidade,

    • Respostas mais rápidas às alterações do mercado

    4. Fabricar pequenas quantidades de cada tipo de peça ou produtos

    5. Permitir rápida mudança de ferramentas e layout de máquinas;

    6. Só comprar as quantidades necessárias à produção que já foi pedida ou encomendada;

    12 Regras básicas do JIT

    7. Organizar a produção minimizando esperas ou perdas;

    8. Armazenar as matérias-primas e os produtos semiacabados junto dos locais onde são necessários

    • Isso evita perdas de tempo e deficiência no transporte

    9. Dispor de máquinas e ferramentas altamente confiáveis

    • Evitar risco de avarias e paradas não planejadas

    10. Controlar com muito rigor a qualidade das peças a serem fabricadas;

    11. Só comprar as matérias-primas de qualidade superior;

    12. Empregar pessoal polivalente e que se adaptem a uma produção descontinuada

  • 28/05/2019

    10

    Dúvidas?

    EXERCÍCIO

    ■ Assista ao vídeo sobre o “TPS – Toyota Production System”, disponível em

    https://www.youtube.com/watch?v=61XeVq-1xbY

    ■ Responda:

    1. Que conceitos da qualidade e da produção enxuta estudados em aula

    puderam ser identificados no estudo de caso do vídeo?

    2. Cite dois exemplos que poderiam ser aplicados à empresa em que você

    trabalha.

    https://www.youtube.com/watch?v=61XeVq-1xbY

  • 28/05/2019

    11

    Ementa da Unidade 3

    ■ SEÇÃO 1: MRP, MRPII e JIT:

    ferramentas da qualidade

    ■ SEÇÃO 2: O Sistema KANBAN na

    prática

    ■ SEÇÃO 3: ISO 9000

    ■ SEÇÃO 4: Sistemas de Gestão da

    Qualidade

    UNIDADE 3: Seção 2: O Sistema Kanban na prática

    ■ Definição e Conceito do Sistema KANBAN