Webfolio: Oficina professores: A aprendizagem colaborativa e os grupos de discussão

Click here to load reader

  • date post

    06-Jun-2015
  • Category

    Education

  • view

    220
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Oficina realizado com professores da Escola Municipal Professora Marina Couto Fortes sobre os e-groups (grupos de discussão). Atividade integrante do curso AVA- SEMED CAmpo Grande-MS 2013

Transcript of Webfolio: Oficina professores: A aprendizagem colaborativa e os grupos de discussão

  • 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAO SUPERINTENDNCIA DE GESTO DE POLTICAS EDUCACIONAIS DIVISO DE TECNOLOGIA EDUCACIONALCurso Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) no Contexto da Aprendizagem e Avaliao OUTUBRO/2013

2. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAO SUPERINTENDNCIA DE GESTO DE POLTICAS EDUCACIONAIS DIVISO DE TECNOLOGIA EDUCACIONALMdulo VIII: Teoria em ao por meio do AVA e Web 2.0 Mediador pedaggico:Neiva Valadares. Nome: Renata Ribeiro Costa Castanho. OUTUBRO/2013 3. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SEMED SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAO DITEC- DIVISO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL ESCOLA MUNICIPAL PROF MARINA COUTO FORTESOFICINA PROFESSORES A APRENDIZAGEM COLABORATIVA NA WEB 2.0 E OS GRUPOS DE DISCUSSO. 4. Neste trabalho apresenta-se a contribuio das ferramentas da WEB 2.0 para a aprendizagem escolar, com docentes da Escola Municipal Professora Marina Couto Fortes em Campo Grande MS. Este foi desenvolvido como parte integrante do curso AVA. Nota-se a necessidade de implementar a Internet no apenas para pesquisas, apreciao de vdeos entre outros, mas como ambiente de aprendizagem colaborativa tornando o estudante autnomo em sua construo do conhecimento. Devido a isso, foi criado um grupo de discusso no site www.grupos.com.br para esta oficina no qual possvel realizar discusses sobre quaisquer assuntos. Nesta tratou-se sobre ambientes virtuais de aprendizagem por meio de vdeos e texto e, posteriormente, elaborao de um planejamento para sua respectiva turma e disciplina, utilizando a ferramenta apresentada na oficina. Esta teve como objetivo aprimorar o processo de ensino-aprendizagem, por meio da interao e colaborao entre professor-aluno e alunos-alunos e da integrao de ferramentas da WEB 2.0 ao contexto escolar. Observa-se que estas listas de discusses por meio dos grupos on line, potencializam o processo pedaggico, visto que proporcionam benefcios para os envolvidos no apenas na aprendizagem, mas tambm em seu comportamento social enquanto cidado. 5. Para realizao deste trabalho, utilizou-se uma ferramenta disponvel na Internet denominada e-groups para a produo colaborativa na disciplina de Matemtica. Esta encontra-se em diversos sites da Internet. O utilizado nesta foi o www.grupos.com.br, devido ao fcil manuseio, facilidade de acesso e opes em termos de trabalhos com listas privadas e pelo envio de convite via e-mail para participar do grupo. Os sujeitos da oficina foram dez professores que trabalham nos perodos matutino e vespertino, e ainda, contando com o auxlio do CSPTEC do perodo matutino Marcos Ribeiro. Com base nos resultados da pesquisa anteriormente realizada, foi organizado este trabalho com os professores, ao final do perodo de aulas, no horrio das 17: 20 h s 21: 20 h no dia 31 de outubro de 2013, com objetivo de familiarizlos com as ferramentas disponveis da WEB 2.0 para um trabalho colaborativo em rede, a partir de um tema e instru-los de como fazer parte de uma lista de discusso, motivando-os para a troca de informao e comunicao entre professores. Evidenciou-se que os docentes tm acesso a Internet fora do ambiente escolar, porm nem todos sabiam o que uma lista ou grupo de discusso ou como participar de um. Conheciam como parte desta WEB 2.0 os recursos de redes sociais onde possvel postar arquivos, fotos, vdeos, comentrios e outros. Partindo deste conhecimento prvio, explicou-se para ao grupo o que so estes grupos de discusso, de como se participa de um, qual o objetivo de formar estes grupos no ambiente escolar e instru-los quanto ao uso tico e correto destas ferramentas. 6. Percebeu-se interesse e animao pela possibilidade da participao neste grupo como uma experincia nova e enriquecedora. Os questionamentos comearam a surgir desde os procedimentos com a ferramenta at quais contedos seriam estudados. Foi criado um grupo,dentro do site grupos.com.br, denominado Oficina Professores A APRENDIZAGEM COLABORATIVA NA WEB 2.0 E OS GRUPOS DE DISCUSSO, no qual fui mediadora. DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES Devido ao tempo da oficina, os professores fizeram, anteriormente, uma pequena inscrio na qual me enviaram um e-mail com nome e endereo e-mail disponvel para poder enviar convite para participao no grupo e cada um fazer seu cadastro, bem como o texto e os vdeos a serem utilizados. As duas primeiras horas foram destinadas criao do perfil do usurio dentro do grupo, postagem da mensagem de boas vindas no campo MURAL, leitura e discusso do texto: Novas tecnologias na sala de aula: melhoria do ensino ou inovao conservadora? ( Paulo Gileno Cysneiros), visualizao dos vdeos e em seguida fizemos as discusses. Devido a extenso do texto, foi utilizado apenas partes do texto, que foram impressos e entregues aos professores no dia da oficina. . Foram oportunizados momentos nos quais foram feitas orientaes sobre a linguagem adequada para este trabalho, bem como para que no acontecesse plgio de informaes e para realizarem pesquisa em sites confiveis. 7. A todo momento, era mostrado no projetor exatamente o caminho que deveria ser feito para a compreenso do manuseio dentro do site. Os vdeos utilizados foram os que seguem nos links abaixo: http://www.youtube.com/watch?v=hYd5bXNzwUM Ambiente Virtual de Aprendizagem http://www.youtube.com/watch?v=cmjB4XRQuaM O que AVA? Aps, discutimos a ferramenta em si: O que e-groups?, Como utilizar a ferramenta?, Quais recursos oferece?, bem como outros questionamentos que apareceram. As duas ltimas horas foram para discutir os contedos abordados anteriormente na oficina. Discutimos com os colegas o contedo abordado na leitura e no vdeo e postaram seus comentrios no campo mensagens. Propomos e orientamos a atividade do planejamento na qual os professores tero que elaborar um plano de aula para sua respectiva turma e disciplina, utilizando a ferramenta do e-groups e faro a postagem deste no recurso disco virtual para apreciao dos colegas. Aps todas essas etapas, fizemos a a avaliao da oficina no blog do grupo. 8. CONSIDERAES FINAIS De modo geral, o trabalho foi produtivo mostrando que os profissionais estavam vinculados pelas atividades conseguindo parceria entre eles. Alm disso, notou-se maior motivao, animao e curiosidade por parte de alguns em relao unio e empenho na realizao das atividades propostas. Alguns postaram fotos e imagens no seu perfil. Percebeu-se o aumento de interesse e comunicao com os colegas e outras contribuies foram observadas como a colaborao entre os envolvidos, o trabalho em equipe, palavras de incentivo e motivao, alerta aos colegas do cumprimento das tarefas. Alm disso, passaram a selecionar melhor os sites de pesquisas de forma a ter como ponto de partida apenas sites confiveis. Esse tipo de trabalho se mostrou motivador, educativo e ldico medida que os membros do grupo colaboraram e cooperaram entre si. O desenvolvimento destas atividades mediadas pelos e-groups contribuiu para a aprendizagem colaborativa, onde todos incentivaram e construram seu conhecimento, proporcionando mudanas significativas no comportamento dos docentes. A produo colaborativa trouxe informaes, incentivos, curiosidades e interesse, trazendo sentido, rapidez e interatividade para a sua prtica pedaggica. 9. Acredita-se que o docente deve propor problemas para que os estudantes em grupo os analisem, interpretem, discutam e produzam possveis solues. Logo, para dar continuidade ao trabalho com os demais profissionais, deve-se buscar parceria entre os docentes que atuam no referido perodo de Ensino, publicando atividades referentes s diferentes disciplinas de maneira interdisciplinar. No entanto, para que isso ocorra, o professor tem que ser um constante pesquisador e usar a criatividade para deixar os alunos interessados em aprender, partindo do princpio que a Educao na Era Digital colaborativa, compartilhada e interage com os estudantes de forma que no mais se interessam por saberes sem sentido ou sem utilidade para a prpria vida. Portanto, os e- groups so um timo recurso didtico e que integrado s atividades escolares viabiliza interao e colaborao sobre um determinado assunto produzindo, desta forma, conhecimento e potencializando o processo ensino-aprendizagem. 10. A vida deve ser uma constante educao. Gustave Flaubert 11. O homem no nada alm daquilo que a educao faz dele. Immanuel Kant 12. A educao um processo social, desenvolvimento. No a preparao para a vida, a prpria vida. John Dewey 13. Educao aquilo que fica depois que voc esquece o que a escola ensinou. Albert Einstein 14. Por vezes sentimos que aquilo que fazemos no seno uma gota de gua no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota. Madre Teresa de Calcut