Webfolio 2sem escola_abel_mat_doracildasopran

download Webfolio 2sem escola_abel_mat_doracildasopran

of 23

  • date post

    06-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    64
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Projeto Poemas a partir do poema "As Borboletas" de Vinicius de Moraes na Web 2.0 através do aplicativo Story Jumper.

Transcript of Webfolio 2sem escola_abel_mat_doracildasopran

  • 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAO SUPERINTENDNCIA DE GESTO DE POLTICAS EDUCACIONAIS NCLEO DE GESTO DO TRABALHO PEDAGGICO NA ESCOLA ESCOLA MUNICIPL ABEL FREIRE DE ARAGOCSPTEC: DORACILDA SOPRAN PROF. REGENTE: BERNARDINA PAES DE SOUZA CAMPO GRANDE/MS 2013

2. PROBLEMATIZAO: Os alunos dos 4 anos do Ensino Fundamental da Escola Municipal Abel Freire de Arago apresentam dificuldades no processo de escrita e leitura. Por isso temos que encontrar meios que acabem com essas defasagens. Ensinar a criana a ler, a escrever, a se expressar de maneira competente atualmente o nosso grande desafio. Segundo o (PCN) Lngua Portuguesa, falar e escutar, alm de ler e escrever, so aes que permitem produzir e compreender textos. Nesse sentido, ler e escrever so atividades que se complementam. Os bons leitores tm grandes oportunidades de escrever bem. Quem l mais tem um vocabulrio mais rico e compreende melhor determinados tipos de textos. (1998) 3. JUSTIFICATIVA: Tendo em vista que os alunos dos 4 anos apresentam defasagens no processo de leitura e escrita, optamos por trabalhar com leitura e produo de poemas por este ser um gnero textual de fcil compreenso e que acaba estimulando os alunos a enveredarem pelos caminhos da leitura e escrita. A escola o lugar, por excelncia, em que a maioria dos alunos tem a oportunidade de ter contato com esse gnero textual poemas. PBLICO ALVO: Alunos do 4C. 4. OBJETIVO GERAL: Contribuir com a formao de leitores e escritores ativos, capazes de produzir textos coerentes, coesos e adequados ao gnero poema, por meio do recurso Story Jumper da Web 2.0. OBJETIVOS ESPECFICOS: Ler e interpretar os textos trabalhados poemas e poesias) Produzir textos com coerncia, segmentao e coeso. Conhecer os elementos do gnero literrio (poemas). Fazer antecipaes e inferncias em relao ao contexto e a intencionalidade. Utilizar o dicionrio como fonte de pesquisa das palavras desconhecidas. Formar frase; Formar palavras; Conhecer letras maisculas e minsculas; Refletir sobre valores ticos para a construo de uma sociedade mais justa. Ajudar o (a) aluno (a) a expressar-se nas diversas linguagens, realizando leitura fluente com compreenso; Produzir um livrinho virtual de poemas, em dupla, usando o recurso tecnolgico da web 2.0 Story Jumper. 5. METODOLOGIA: Leitura dos poemas na roda de leitura em sala de aula; Leitura virtual de poemas e poesias (sala de informtica); Ilustrao dos poemas na informtica (virtual) e biblioteca com (sulfite); Filmagem da leitura dos poemas realizada pelos alunos em sala de aula; Elaborao de um vdeo das leituras dos alunos no Windows Live Movie Maker (realizado pela professora); Aula na sala de multimdia: assistir a vdeos de alguns poemas; Roda de conversa: discusso sobre as caractersticas do gnero, apresentao de poemas; Elaborao, produo e ilustrao de um livrinho virtual( coletnea de poemas), nas aulas de informtica no (STORY JUMPER ). Impresso dos livrinhos de poemas produzidos pelos alunos na sala de informtica para a exposio na Feira Cultural. 6. RECURSOS: *Transparncias *DVD Filmes *Sala de Vdeo *Computador *Dicionrios *Literatura de poemas *Retroprojetor *TV *Datashow (multimdia) *Sala de informtica *Quadro *branco/pincel *Cartazes *Revistas *Livro didtico 7. PRODUTO FINAL/APRESENTAO DOS RESULTADOS: A culminncia do projeto acontecer na feira cultural com a mostra de todas as atividades desenvolvidas pelos alunos durante o perodo que este foi desenvolvido, com destaque para os livrinhos virtuais que podero ser apreciados na forma impressa e on-line atravs do acesso ao Story Jumper por meio do projetor multimdia. 8. AVALIAO: A avaliao ocorrer de forma contnua, atravs da: pontualidade, assiduidade, participao, escrita de atividades em sala de aula, na web atravs do recurso Story Jumper, trabalhos individuais e em grupo, verificando se o aluno foi capaz de produzir textos coerentes, coesos, criativos e adequados ao gnero estudado. 9. REFERNCIAS: BALDI, Elizabeth; Leitura nas sries inicias. Porto Alegre: Editora Projeto/MEC; 2 ed.,2010. GERALDI, Joo Wanderley. O texto na sala de aula. So Paulo: tica, 1994 http://www.paralerepensar.com.br/m_quintana.htm#OS%20POEMAS MISES, Massaud. Dicionrio de termos literrios. So Paulo: Cultrix, 2004. COSTA, Srgio R. Dicionrio de gneros textuais, Belo Horizonte: Autntica, 2008. Minidicionrio Aurlio da Lngua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993. LYRA, Pedro. Conceito de Poesia. So Paulo: tica, 1986. 10. IMAGENS DOS ALUNOS PRODUZINDO OS LIVRINHOS DE POEMAS 11. ALGUMAS ATIVIDADES DOS ALUNOS NO APLICATIVO STORY JUMPER 12. Prof. do 4 ano C - Bernardina Paes de Souza Exposio de Varais de Poemas 13. Prof. Lorena de Arte e Prof. Bernardina ensinando a decorar cermica para, em seguida, nelas produzir poemas. 14. Pais e Alunos na Sala de Informtica vendo os livrinhos no Story Jumper da Web 2.0. 15. As novas tecnologias, com certeza, so grandes aliadas do processo de ensino e aprendizagem, pois contribuem na nossa prtica pedaggica, tornando nossas aulas mais dinmicas, prazerosas e significativas.