Webfolio 2º semestre sala de informática 1

Click here to load reader

  • date post

    05-Aug-2015
  • Category

    Education

  • view

    197
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of Webfolio 2º semestre sala de informática 1

1. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDEPREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SULESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAOSECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAO Escola Municipal Nagen Jorge SaadEscola Municipal Nagen Jorge Saad Diretora: Iracema Lino da Silva Diretora adjunta: Rosemeire Marcondes Sodr Coordenadora: Rosalina Pantoja Csptec: Neuzilene Teles WEBFLIO 2 SEMESTREWEBFLIO 2 SEMESTRE 2. 1 preciso criar pessoas que se atrevam a sair das trilhas aprendidas, preciso criar pessoas que se atrevam a sair das trilhas aprendidas, com coragem de explorar novos caminhos, pois a cincia construiu-secom coragem de explorar novos caminhos, pois a cincia construiu-se pela ousadia dos que sonham e o conhecimento a aventura pelopela ousadia dos que sonham e o conhecimento a aventura pelo desconhecido em busca da terra sonhada.desconhecido em busca da terra sonhada. Rubem AlvesRubem Alves 3. NOSSA MISSO Assegurar um ensino de qualidade, preparando o educando para o mundo competitivo e globalizado, formando assim cidados crticos e capazes de agir na transformao da sociedade. HISTRICO A Escola Municipal Nagen Jorge Saad foi construda pela FUNLEC - Fundao Lowtons de Educao e Cultura e com negociao com a Prefeitura Municipal de Campo Grande, para atender a grande clientela existente nessa regio. A escola recebeu o nome Nagen Jorge Saad em homenagem ao proprietrio da rea, a qual foi doada FUNLEC, para fins educacionais. As atividades desta unidade escolar tiveram incio em fevereiro de 2000, com sua construo ainda inacabada com 18 salas de aula e 1.020 alunos matriculados. 4. Na escola Municipal Nagen Jorge Saad, na sala de tecnologia 1 so atendidos os alunos do 6 ao 8 ano do perodo matutino. Durante o 2 semestre do ano de 2014 foi realizado diversos projetos relacionados matemtica (Cinema da matemtica), Lngua portuguesa (tirinhas no site Toondoo) e Cincias (Combate dengue e Chikungunia). A realizao dos projetos ocorreram em parceria com os professores das respectivas disciplinas, com a professora do laboratrio de Cincias e com a Csptec Neuzilene Teles na sala de informtica. Durante e aps a concluso da realizao dos projetos houve mudanas na aprendizagem e comportamentos dos alunos os quais apresentaram resultados positivos em sala de aula, nos ambientes da escola e nas avaliaes. A descrio de cada projeto e os registros sero apresentados a seguir. 5. Professores envolvidos: Prof. Fausto Costa (Matemtica) e Csptec Prof. Neuzilene Teles. Pblico alvo: 7s B, C e D e 8 ano C - Matutino 6. Objetivo: Propiciar que o aluno utilize os conhecimentos do sistema monetrio em situaes reais do dia a dia. Justificativa: Aprender matemtica de forma ldica auxilia o aluno a perceber que nas situaes do dia a dia ele pode utilizar os conceitos matemticos de forma significativa. Desta forma a proposta do cinema da matemtica tornou possvel a reflexo do uso do sistema monetrio em simulao de situaes reais como por exemplo, comprar um ingresso de cinema, comprar pipoca e refrigerante e ainda verificar quanto ir gastar e quanto sobrar de troco. 7. Metodologia: A atividade foi dividida em 4 etapas: 1 momento:1 momento: O professor desenvolveu atividades em sala de aula envolvendo a resoluo de problemas sobre o Sistema Monetrio. 2 momento:2 momento: Foi solicitado que cada aluno trouxesse R$ 1,00 para que o professor Fausto de matemtica comprasse os alimentos para os alunos consumirem no dia do cinema da matemtica. 3 momento:3 momento: No dia agendado para usar a sala de tecnologia, os alunos receberam uma cdula de R$ 20 reais (sem valor) a fim de simularem a compra dos alimentos para serem consumidos na hora do filme. 8. 4 momento:4 momento: Na sala de informtica, os alunos foram organizados nas cadeiras como se estivessem no cinema. Deu- se incio ao filme e pela ordem da chamada o professor chamou os alunos de 2 em 2 para ir num canto da sala para fazer as contas do que eles iam comprar, quanto ia gastar e qual o valor do troco que ia sobrar. Tinham a opo de comprar pirulito, pipoca e refrigerante. E, neste momento o professor fazia as intervenes necessrias para auxiliar e estimular os alunos a fazer os clculos necessrios. O principal foco desta atividade no foi o vdeo que os alunos assistiram, mas o intuito era proporcionar aos alunos uma atividade diferenciada onde os mesmos vivenciaram situaes reais envolvendo a matemtica. 9. A atividade teve resultados positivos em sala de aula e nas avaliaes. Os objetivos foram alcanados, pois os alunos desenvolveram vrias habilidades, como por exemplo: raciocnio lgico, clculo mental, autonomia em resolver situaes problemas relacionadas ao dia a dia. Estudar matemtica em sala de aula muitas vezes fica distante da realidade, no entanto aps a realizao do cinema da matemtica percebeu-se que as aulas ficaram mais objetivas e tudo que foi estudado em sala de aula os alunos relacionavam com as situaes do dia a dia. 10. Clique no link e assista o vdeo ondeClique no link e assista o vdeo onde o professor faz as interveneso professor faz as intervenes sobre os clculos e o sistemasobre os clculos e o sistema monetrio.monetrio. http://youtu.be/4pv-XM0GVZEhttp://youtu.be/4pv-XM0GVZE Depoimento da aluna Thais Rodrigues 8 C Clique no link para visualizar o vdeo: http://youtu.be/dstmFHijbEE 11. Clique no link e visualize o vdeo.Clique no link e visualize o vdeo. http://youtu.be/H6Mp7N9Jj-s 12. Professores envolvidos: Prof Dalmia Aguirre (Lngua Portuguesa) Prof Gabriela Pael (Lngua Portuguesa) Prof Marcelo Custdio (Lngua Portuguesa) Prof Gislaine Delfino (Laboratrio de Cincias) Csptec Prof. Neuzilene Teles. Pblico alvo: 6s anos A e B; 7 anos A, B, C e D Matutino 13. Objetivos: Possibilitar a criao de histrias em quadrinhos envolvendo diversos temas relacionados educao, sade e tecnologia; Incentivar os alunos a expor seu conhecimento e opinio a cerca da realidade social de forma ldica e crtica; Justificativa: Tendo em vista que a maioria dos jovens tem dificuldade para expor suas opinies sobre determinados assuntos que envolve a sociedade, foi proposto alguns temas como, educao, tecnologia e a preveno de doenas (Dengue e Chikungunia) para que os alunos discutissem em sala de aula e criassem tirinhas expondo cada tema. Na educao no podemos mais pensar em alunos que somente reproduzem o que o professor solicita. Precisamos estimular que os educandos sejam autnomos, crticos e autores do seu prprio conhecimento. Sendo assim, surgiu a necessidade de pensar em uma ferramenta em que os alunos pudessem criar tirinhas e de forma cmica expor suas opinies com criticidade e humor. 14. Metodologia: A proposta inicial foi discutir cada tema em sala de aula, depois na sala de tecnologia algumas turmas tinham que assistir um vdeo sobre o tema proposto para depois criar as tirinhas em duplas. Cada professor utilizou um dos temas para discutir em sala e depois criar no site Toondoo as tirinhas. Foi utilizado 2 aulas para cada turma na sala de informtica e as etapas foram divididas por turmas de acordo com o enfoque que cada professor queria ressaltar. Depois da criao das tirinhas os trabalhos foram salvos no prprio site do Toondoo numa conta criada pela Csptec Neuzilene. Cada tirinha poder ser acessada em qualquer local que os alunos, pais e professores tiveram acesso internet. O link da pgina do Toondoo onde foi salvo as tirinhas : Na pgina seguinte verifique o passo a passo de como foi desenvolvido o trabalho com cada turma e os temas norteadores para a criao das tirinhas... 15. Turmas do 6 A e 6 B Prof Marcelo Custdio e ProfTurmas do 6 A e 6 B Prof Marcelo Custdio e Prof GislaineGislaine Tema: Preveno das doenas Dengue e Chikungunia.Tema: Preveno das doenas Dengue e Chikungunia. 1 momento:1 momento: Apresentao de slide e discusso sobre os cuidados, preveno e sintomas causados pela dengue e Chikungunia. 2 momento:2 momento: Criar tirinhas no site Toondoo. 3 momento:3 momento: Algumas turmas tiveram a oportunidade de visualizar com a lupa a evoluo do mosquito da dengue em amostras disponibilizadas pela professora do laboratrio de Cincias (Prof Gislaine Delfino). Clique aqui ou acesse o link das tirinhas produzidas pelos alunos do 6 A e 6 B. http://pt.slideshare.net/Neuzilene05/tirinhas-sobre-a-dengue-e-chiku 16. Turmas do 7 A e 7 B Prof Dalmia AguirreTurmas do 7 A e 7 B Prof Dalmia Aguirre Tema: A evoluo da comunicao entre as geraes e osTema: A evoluo da comunicao entre as geraes e os recursos tecnolgicos.recursos tecnolgicos. 1 momento:1 momento: Discusso sobre a influncia e evoluo dos recursos tecnolgicos na comunicao entre as geraes; 2 momento:2 momento: Responder um formulrio no google drive sobre o assunto; 3 momento:3 momento: Assistir o vdeo sobre as geraes X, Y e Z. (Debate) 4 momento:4 momento: Criar tirinhas no site Toondoo. Clique aqui ou acesse o link das tirinhas produzidas pelos alunos do 7 A e 7 B. http://pt.slideshare.net/Neuzilene05/tirinhas-sobre- tecnologia-prof-dalmia 17. Turmas do 7 C e 7 D Prof Gabriela PaelTurmas do 7 C e 7 D Prof Gabriela Pael Tema: A Educao no Brasil.Tema: A Educao no Brasil. 1 momento:1 momento: Discusso em sala de aula sobre os principais problemas na educao. 2 momento:2 momento: Criao das tirinhas no site Toondoo. 3 momento: Correo da ortografia utilizada nas tirinhas (Reescrita). 4 momento:4 momento: Divulgao das tirinhas no facebook. Clique aqui ou acesse o link das tirinhas produzidas pelos alunos do 7 C e 7 D. http://pt.slideshare.net/Neuzilene05/tirinhas-sobre-educao- prof-gabriela 18. Na sala de aula foi bom o bate papo sobre os temas, vrios estudantes falaram suas opinies e na hora de criar as tirinhas lembraram do que tinha sido discutido em sala. Os resultados obtidos na realizao dessa atividade foi muito bom, pois percebemos que todos os alunos se interessaram e a maioria deles queriam mais tempo para criar mais tirinhas ou aperfeioar as tirinhas que eles tinham produz