Universidade Católica de M. de França.pdf F814a França, Klauber Marques de...

Click here to load reader

  • date post

    29-Sep-2020
  • Category

    Documents

  • view

    0
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Universidade Católica de M. de França.pdf F814a França, Klauber Marques de...

  • Universidade Católica de Santos

    Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva

    Mestrado em Saúde Coletiva

    ABORDAGEM DAS SÍNDROMES CORONARIANAS AGUDAS

    EM IDOSOS EM HOSPITAL GERAL DO SUS

    KLAUBER MARQUES DE FRANÇA

    SANTOS

    2014

  • KLAUBER MARQUES DE FRANÇA

    ABORDAGEM DAS SÍNDROMES CORONARIANAS AGUDAS

    EM IDOSOS EM HOSPITAL GERAL DO SUS

    Dissertação apresentada ao Programa de Mestrado em Saúde Coletiva da Universidade Católica de Santos como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Saúde Coletiva. Área de Concentração: Políticas Públicas de Saúde.

    Orientador: Prof. Dr. Sérgio Baxter Andreoli

    SANTOS

    2014

  • SibiU

    _____________________________________________________________________________________________________

    F814a França, Klauber Marques de

    Abordagem das Síndromes coronarianas agudas em idosos em hospital

    geral do SUS. / Klauber Marques de França; orientador Profo. Sergio Baxter

    Andreoli. – Santas: [s.n], 2014.

    101 f; (Dissertação de Mestrado) – Universidade Católica de Santos,

    Programa de Mestrado em Saúde Coletiva.

    1. Síndromes coronarianas agudas. 2. Idosos. 3. Fatores de Risco. 4.

    Diretrizes. 5. Políticas públicas. I. Andreoli, Sergio Baxter. II. Universidade Católica de Santos. III. Abordagem das Síndromes coronarianas agudas em idoso em hospital geral do SUS.

    CDU MON 614(043.3)

  • KLAUBER MARQUES DE FRANÇA

    ABORDAGEM DAS SÍNDROMES CORONARIANAS AGUDAS

    EM IDOSOS EM HOSPITAL GERAL DO SUS

    BANCA EXAMINADORA

    ___________________________________________________________ Prof. Dr. Sérgio Baxter Andreoli

    Orientador Membro Nato

    ___________________________________________________________ Profª. Drª.Lourdes Conceição Martins

    Membro Titular

    ___________________________________________________________ Prof. Dr. Paulo Angelo Lorandi

    Membro Titular

  • DEDICATÓRIA

    A minha esposa Elainy Maria, aos meus

    filhos Anne Luize, Davi e Lucas que sempre

    estiveram ao meu lado durante o tempo desta

    pesquisa, fontes de inspiração e motivação

    diária.

  • AGRADECIMENTOS

    Aos meus pais Martinho e Edinalva, por me terem proporcionado uma

    educação com base no amor, na honestidade e na responsabilidade na manutenção

    dos princípios ensinados.

    A minha esposa, Elainy Maria, pela dedicação e apoio em todos os projetos

    da minha vida.

    Aos meus filhos, Anne Luize, Davi e Lucas, pela compreensão das minhas

    freqüentes ausências devido ao trabalho e estudo.

    Ao meu Orientador, Dr Sérgio Baxter Andreoli, pela competência, dedicação,

    ensinamentos e apoio na orientação desta pesquisa.

    A todos os professores do mestrado em Saúde Coletiva da UNISANTOS,

    especialmente a professora Dra. Lourdes Conceição Martins, pelo olhar de mestre

    como guia na trilha do conhecimento.

    Às demais pessoas que contribuíram de forma direta e indireta na elaboração

    desta dissertação especialmente ao meu amigo Edmar Silva Mendes.

  • “Coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem o coração humano jamais imaginou, tais são os bens

    que Deus tem preparado para aqueles que o amam”

    I COR 2,9

  • RESUMO

    INTRODUÇÃO: As síndromes coronárias agudas (SCA) abrangem um

    espectro de doenças, que incluem a isquemia silenciosa, a angina instável e o

    infarto agudo do miocárdio (IAM) com ou sem supradesnivelamento do segmento

    ST. A doença arterial coronariana representa a principal causa de óbito no mundo

    inteiro e sua prevalência vem aumentando progressivamente em conseqüência do

    aumento da expectativa de vida e da sobrevivência aos quadros agudos.

    OBJETIVO: Analisar a abordagem realizada em idosos com síndrome coronariana

    aguda em um hospital geral do SUS. MÉTODOS: Estudo de corte transversal com

    amostra constituída por 31 pacientes idosos acima de 60 anos que apresentaram

    sintomas clínicos compatíveis com coronariopatia aguda com ou sem supradesnível

    do segmento ST no eletrocardiograma de 12 derivações com até 07 dias de

    evolução atendidos no hospital deputado Janduhy Carneiro em Patos-PB. A análise

    realizada foi descritiva em todas as variáveis do estudo. RESULTADOS: Dos

    participantes da amostra 22 (71%) eram do sexo feminino, a faixa etária

    predominante foi de 71 a 80 anos em 16 (51,6%) dos casos. Os fatores de riscos

    mais prevalentes encontradas foram a hipertensão arterial 27 casos (87,1%), história

    familiar para doença arterial coronária 18 casos (58,1%) e diabetes mellitus 08 casos

    (25,8%). Houve uma associação com alta mortalidade para pacientes classificados

    em Killip III e alto risco no TIMI Risk escore. Apenas nove (36%) dos pacientes

    infartados com supra de ST fizeram terapia de recanalização com fibrinolítico.

    Medicações como betabloqueador e heparina foram menos utilizadas na admissão e

    medicações como AAS, betabloqueador, inibidores da enzima conversora da

    angiotensina e estatinas deixaram de ser prescritas com freqüência na alta

    hospitalar. Houve uma alta mortalidade dos pacientes idosos verificada no estudo

    em 35,5% dos casos. CONCLUSÃO: Os problemas detectados nos idosos com

    SCA esbarram na precariedade do modelo de saúde e não seguimento das

    diretrizes vigentes. Fica evidente a necessidade de novos padrões de atenção à

    saúde com aplicação de políticas públicas desde a ênfase na prevenção de fatores

    de risco cardiovasculares, na capacitação dos profissionais de saúde até o uso de

    terapêuticas comprovadamente eficazes para diminuir esta alta mortalidade.

    Palavras-chave: Síndromes Coronarianas Agudas. Idosos. Fatores de Risco.

    Diretrizes. Políticas públicas

  • ABSTRACT

    INTRODUCTION: The acute coronary syndromes (ACS) cover a spectrum of

    diseases, which include the silent ischemia, unstable angina and acute myocardial

    infarction (AMI) with or without ST-segment elevation. Coronary artery disease is the

    leading cause of death worldwide and its prevalence has been increasing

    progressively as a result of the increase in life expectancy and the survival of acute

    cases. OBJECTIVE: To analyze the approach performed by the SUS in elderly with

    acute coronary syndrome in a general hospital. METHODS: A cross-sectional study

    with a sample consisting of 31 elderly patients older than 60 years who were

    presented with clinical symptoms compatible with acute coronary artery disease with

    or without ST-segment elevation in 12-lead electrocardiogram with up to 07 days of

    evolution in the Deputado Janduhy Carneiro hospital in Patos-PB. The analysis was

    descriptive in all the variables of the study. RESULTS: From the sampled patients, 22

    (71%) were female, the predominant age range was from 71 to 80 years in 16

    (51,6%) of the cases. The most prevalent risk factors found were hypertension, 27

    cases (87.1 %), family history of coronary artery disease, 18 cases (58.1 %) and

    diabetes mellitus, 08 cases (25.8 %). There was an association with high mortality for

    patients classified in Killip class III and high risk in TIMI Risk score. Only nine (36 %)

    patients with myocardial infarction with ST segment elevation did therapy

    recanalization with fibrinolytic therapy. Medications such as beta-blockers and

    heparin were used less in the admission and medications such as aspirin, beta-

    blockers, angiotensin-converting enzyme inhibitors and statins are no longer

    prescribed frequently in hospital discharge. There was a high mortality of elderly

    patients (35.5% of cases) found in the study. CONCLUSION: The problems detected

    in the elderly with SCA collide in the precariousness of the health model and does

    not follow the current guidelines. It is evident, therefore, the need for new standards

    of care in health care with implementation of public policies since the emphasis on

    prevention of cardiovascular risk factors, in the training of health professionals to the

    use of therapies that have proven effective for reducing this high mortality.

    Key words: Acute Coronary Syndromes. Elderly. Risk Factors. Therapy. Guidelines. Public Politics.

  • LISTA DE TABELAS E FIGURAS

    TABELA 1 CARACTERIZAÇÃO DA AMOSTRA REFERENTE AO GÊNERO, ETNIA E FAIXA ETÁRIA ....................................................................................................... 42

    TABELA 2 - ESTRATÉGIA DE RECANALIZAÇÃO NO IAM COM SUPRA.............. 46

    TABELA 3 - ANÁLISE DESCRITIVA DO USO DE MEDICAMENTOS NA ADMISSÃO, USO DURANTE E APÓS AS PRIMEIRAS 24 HORAS DE INTERNAÇÃO E NA ALTA HOSPITALAR ................................................................ 47

    TABELA 4 - ANÁLISE DESCRITIVA DE EVENTOS CLÍNICOS DURANTE A INTERNAÇÃO ....