Respirator 9332

download Respirator 9332

of 4

  • date post

    25-Jul-2015
  • Category

    Services

  • view

    35
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of Respirator 9332

  • 3M Sade Ocupacional Revisado em Dezembro de 2011 Disque Segurana: 0800 0550705 www.3Mepi.com.br

    CARACTERSTICAS O respirador composto basicamente por trs camadas: parte interna de sustentao - composta de no-tecido em fibras sintticas. Sobre esta montado o meio filtrante composto por micro fibras tratadas eletrostaticamente. E a parte externa do respirador composta por um no-tecido que protege o meio filtrante evitando que as fibras se soltem. Este conjunto no formato dobrvel, so incorporadas 2 bandas de elstico, uma tira de espuma, um grampo de ajuste nasal necessrio para manter o respirador firme e ajustado na face do usurio, uma vlvula de exalao para melhorar o conforto durante a respirao. Peso lquido aproximado: 14 gramas. Cor: Branco com elsticos vermelhos. DESEMPENHO Indicado para proteo das vias respiratrias contra poeiras, nvoas no oleosas e fumos. Este respirador enquadra-se na categoria PFF-3(S) e, para tanto, deve obedecer, entre outros, os seguintes requisitos estabelecidos de acordo com a norma ABNT/NBR 13698:1996 (Equipamentos de Proteo Respiratria Pea Semifacial Filtrante para Partculas):

    Penetrao mxima de partculas atravs do filtro mecnico(1): 3% Resistncia mxima respirao(2):

    o Inalao (a 95 litros/min): 300 Pa o Exalao (a 160 litros/min): 300 Pa

    Inflamabilidade: Material no inflamvel. Este produto testado de acordo com a norma ABNT/NBR 13698:1996 e aprovado pelo Ministrio do Trabalho e Emprego (CA 21021) como pea semifacial filtrante para partculas, classe PFF-3(S), apresentando eficincia de filtrao mnima de 97% contra a penetrao de aerossis particulados no oleosos. Este respirador possui certificao INMETRO sob n BR230270. Esta certificao atesta a conformidade com as normas estabelecidas pela Portaria n 230, de 17 de Agosto de 2009 do INMETRO. (1) Ensaios realizados em equipamento utilizando aerossol de cloreto de sdio (NaCl) com dimetro entre 0,3 e 0,6 mcron e vazo de ar igual a 95 litros/min. Neste ensaio, o respirador fixado no equipamento de ensaio de tal forma que fique perfeitamente selado e ento submetido a um aerossol de NaCl nas condies descritas acima. Estes ensaios podem ser realizados em laboratrio credenciado ao INMETRO ou internamente pela 3M e acompanhados por auditor credenciado ao INMETRO. (2) Ensaio realizado em equipamento com fluxo contnuo de ar de 30, 95 e 160 L/min ou em mquina simuladora de respirao (pulmo artificial), com 25 ciclos por minuto e 2 litros de ar por ciclo. Em concentraes no superiores a 10 (dez) vezes o limite de exposio ocupacional (LT ou TLV) destes particulados. Indicado para poeiras, nvoas no oleosas e fumos metlicos ou plsticos contendo: fibras txteis, cimento refinado (Portland), minrio de ferro, minrio de carvo, minrio de alumnio, sabo em p, talco, cal, soda custica, poeiras vegetais (como trigo, arroz, milho, bagao de cana, etc.), poeiras de lixamento e esmerilhamento, entre outros.

    RESPIRADOR DESCARTVEL TIPO DOBRVEL VALVULADO 9332 PFF-3(S)

    C.A.: 21021

  • 3M Sade Ocupacional Revisado em Dezembro de 2011 Disque Segurana: 0800 0550705 www.3Mepi.com.br

    INDICAES DE USO Indicado para proteo das vias respiratrias contra poeiras inclusive as txicas tais como asbestos, slica, processamento de minerais, arsnio, berlio, prata, platina, chumbo, cdmio, algodo e outras, nvoas no oleosas e fumos metlicos ou plsticos, em concentraes no superiores a 10 (dez) vezes o limite de exposio ocupacional (LT ou TLV) destes particulados podendo conter fibras txteis, cimento refinado (Portland), minrio de ferro, minrio de carvo, minrio de alumnio, sabo em p, talco, cal, soda custica, poeiras vegetais (como trigo, arroz, milho, bagao de cana, etc.), poeiras de avirio contendo restos de rao, fezes, plumas e penas de aves, poeiras de lixamento e esmerilhamento, entre outros. Poeiras, nvoas e fumos contendo materiais radioativos tais como: urnio e plutnio os quais emitem radiao alfa, beta e gama. No Brasil, de acordo com a IN no 01 do Ministrio do Trabalho e Emprego, de 11/04/1994, respiradores da classe PFF-3(S). Fumos metlicos so produzidos em operaes de soldagem, corte por calor, fundies, ou outras atividades envolvendo aquecimento e fuso de metais. Fumos plsticos so gerados em operaes de injeo e extruso de polmeros, ou outras atividades envolvendo aquecimento e fuso de materiais plsticos. de uso pessoal e intransfervel. Deve ser utilizado mediante o conhecimento e aprovao da CCIH, SESMT (Servio Especializado em Engenharia de Segurana e Medicina do Trabalho) e/ou CIPA da instituio. QUANTIDADE Caixa com 120 peas. CONDIES DE ESTOCAGEM: Deve ser mantido em local com boa ventilao, limpo, seco, evitando-se umidade e exposio a contaminantes. VIDA TIL varivel dependendo do tipo de contaminante, sua concentrao, da freqncia respiratria do usurio, da umidade relativa do ambiente e da conservao do produto pelo usurio, devendo sempre ser avaliada pelo responsvel sobre a determinao do uso de EPI. Deve ser trocado sempre que se encontrar saturado (entupido), perfurado, rasgado ou com elstico solto ou rompido, ou quando o usurio perceber o cheiro ou gosto do contaminante. No deve ser feito qualquer tipo de reparo ou manuteno no produto. Nas condies de estoque (no uso) especificadas, sua vida til de 3 anos aps a data de fabricao.

  • 3M Sade Ocupacional Revisado em Dezembro de 2011 Disque Segurana: 0800 0550705 www.3Mepi.com.br

    LIMITAES DE USO E ADVERTNCIAS

    1. Este respirador no deve ser utilizado para proteo respiratria contra amianto (asbesto), jatos de areia, gases, ou em atmosferas contendo nvoas oleosas.

    2. No deve ser utilizado contra poeiras altamente txicas, ou seja, com limite de tolerncia inferior a 0,05 mg/m3. 3. Por ser de material filtrante e no suprir oxignio, no deve ser utilizado em ambientes fechados e sem

    ventilao tais como: cmaras, tanques, silos e tubulaes ou onde a concentrao de oxignio pode ser menor que 19,5% em volume.

    4. No deve ser utilizado quando a concentrao do contaminante ultrapassa os valores de I.P.V.S. (Imediatamente Perigoso Vida e Sade) ou superior a 10 vezes o valor do seu limite de tolerncia (T.L.V.). Utilize o parmetro que for menor.

    5. O produto no deve ser alterado ou modificado para o uso. 6. No deve ser utilizado por pessoas com barbas ou cicatrizes profundas na face por impedir uma eficiente

    vedao do respirador ao rosto do usurio. 7. Deixe a rea imediatamente se a respirao se tornar difcil; sentir o gosto do contaminante; se o produto se

    danificar; se ocorrer algum tipo de irritao ou sentir tonturas, enjos ou dores de cabea (isto pode significar que o respirador est saturado ou mal selado no rosto).

    ATENO No surgimento de irritaes ou problemas respiratrios, suspenda o uso e procure atendimento mdico.

    INSTRUES DE USO Antes de utilizar o produto, conforme exigncia da NR. 6 da C.L.T. e da Instruo Normativa no. 1 do Ministrio do Trabalho e Emprego de 11 de abril de 1994, o usurio precisa ser informado pelo empregador sobre a obrigatoriedade de uso do equipamento, ser devidamente treinado para a correta utilizao e ser realizado o ensaio de vedao, para a correta utilizao do mesmo.

    1. Remova o respirador da embalagem abra totalmente o respirador puxando as abas inferior e superior, moldando o grampo de ajuste nasal com o dedo polegar no centro da espuma interna. Os tirantes devem estar separados quando as abas esto abertas. Certifique-se que a aba inferior est totalmente aberta. 2. Vire o respirador, de maneira que os tirantes fiquem expostos. 3. Traga o respirador at o rosto levando primeiramente a parte inferior de encontro ao queixo e de forma que a parte contendo a espuma seja colocada, ento, sobre o nariz. Certifique-se que a aba inferior est bem colocada e sem dobras sob o seu queixo.

  • 3M Sade Ocupacional Revisado em Dezembro de 2011 Disque Segurana: 0800 0550705 www.3Mepi.com.br

    4. Puxe os tirantes acomodando o tirante superior no alto da cabea e o tirante inferior na parte posterior do pescoo e abaixo das orelhas. Ajuste o respirador para uma vedao confortvel deslocando, se necessrio, um pouco a aba superior sobre o nariz e a inferior sob o queixo. 5. Coloque as pontas dos dedos de ambas as mos na parte superior do grampo de ajuste nasal. Usando as duas mos, molde a rea do nariz segundo o formato do sue nariz, puxando para dentro ao mover as pontas dos dedos para baixo sobre ambos os lados do grampo de ajuste nasal. Ateno! Utilize as duas mos para apertar o grampo nasal. O uso de apenas uma mo pode causar um ajuste inadequado e um desempenho inferior do respirador. 6. Execute um teste de verificao de vedao para usurio antes de cada uso. Para verificar a vedao, cubra o painel intermedirio com uma ou ambas as mos. Inale profundamente. Cuidado para no alterar a posio do respirador. Se houver vazamento de ar em volta do nariz, reajuste a pea nasal como descrito nos passos 4 e 5. Se houver vazamento pelas bordas do respirador, ajuste os painis e tiras. Se voc NO PUDER obter um ajuste adequado, NO entre na rea contaminada. Consulte o seu supervisor.

    INSTRUES DE REMOO Veja o passo 2 das Instrues de Uso e coloque o respirador na mo para manter a posio na face. Puxe o tirante inferior por sobre a cabea. Ainda segurando o respirador em posio, puxe o tirante superior por sobre a cabea e retire o respirador.

    CONSERVAO DO PRODUTO 1. No suje a parte interna do respirador. Se tiver que manuse-lo com a mo suja, pegue-o pela parte externa. 2. No deve ser dobrado, colocado no pescoo, na cabea ou no capacete. 3. Aps o uso, guarde-o em um saco plstico em lugar limpo e seco.

    PARA OBTER MAIS INFORMAES e assistncia em relao aos Produtos de Segurana e Proteo Sade 3M, entre em contato com