OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS BPM / · PDF fileOSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF,...

Click here to load reader

  • date post

    11-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    225
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS BPM / · PDF fileOSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF,...

  • BPM / BPMNOSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS

  • OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

    BPM - BUSINESS PROCESS MANAGEMENT

    Os princpios fundamentais de BPM enfatizam a visibilidade, a responsabilidade e a capacidade de adaptao dos processos para constantemente aperfeioar resultados e melhor enfrentar os desafios de um ambiente de negcio globalmente diversificado

    No contexto de BPM, um "processo de negcio" um trabalho que entrega valor para os clientes ou apoia/gerencia outros processos. Esse trabalho pode ser ponta a ponta, interfuncional e at mesmo interorganizacional.

    A noo de trabalho ponta a ponta interfuncional chave, pois envolve todo o trabalho, cruzando limites funcionais necessrios para entregar valor para os clientes.

    Fonte (CBOK, 2013)

    (GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGCIO)

  • OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

    BPM - BUSINESS PROCESS MANAGEMENT

    Gerenciamento de Processos de Negcio (BPM Business Process Management) uma disciplina gerencial que integra estratgias e objetivos de uma organizao com expectativas e necessidades de clientes, por meio do foco em processos ponta a ponta.

    BPM engloba estratgias, objetivos, cultura, estruturas organizacionais, papis, polticas, mtodos e tecnologias para analisar, desenhar, implementar, gerenciar desempenho, transformar e estabelecer a governana de processos.

    (GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGCIO)

    Fonte (CBOK, 2013)

  • BPM - BUSINESS PROCESS MANAGEMENT

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

    Auxiliar a organizao a enxergar claramente os PONTOS FORTES, PONTOS FRACOS - pontos que precisam ser melhorados tais como: 1. Complexidade na operao; 2. Reduo de custo; 3. Gargalos; 4. Falhas de integrao; 5. Atividades redundantes; 6. Tarefas de baixo valor agregado; 7. Retrabalhos; 8. Excesso de documentao e aprovaes;

  • Entradas do processo (inputs de informao, materiais, etc.)Sadas do processo (outputs de informao, materiais, etc.)

    Recursos a utilizar no processo

    Responsvel pela gesto do processo

    Indicadores de melhoria (objetivos para a eficcia)

    Mtodos de controle e monitorizao

    Identificao dos clientes (internos / externos)

    PARA DEFINIR UM PROCESSO NECESSRIO:

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

  • DECOMPOSIO DOS PROCESSOS

    Todo processo est inserido em um processo maior e pode ser decomposto em outros processos

    ENTRADAS SADAS

    MACROPROCESSO

    PROCESSOSSUBPROCESSOS

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

  • A REUNIO E A DECOMPOSIO DOS PROCESSOS

    MACROPROCESSOS

    CONJUNTOS DE PROCESSOS FUNDAMENTAIS, CRTICOS PARA O CUMPRIMENTO DA MISSO ORGANIZACIONAL, QUE SE INTER-

    RELACIONAM DIRETAMENTE COM CLIENTES E FORNECEDORES, NO ATENDIMENTO DAS EXPECTATIVAS DO CLIENTE.

    CONJUNTO DE PROCESSOS PARA A OBTENO DE SOLUES INTEGRADAS DE PRODUTOS E SERVIOS CAPAZES DE SATISFAZER S

    NECESSIDADES DOS CLIENTES/USURIO.

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

  • A REUNIO E A DECOMPOSIO DOS PROCESSOS

    PROCESSOS

    REFERE-SE AO SEGUNDO NVEL DE DETALHAMENTO. SO CONJUNTO DE ATIVIDADES INTER-RELACIONADAS OU INTERATIVAS

    QUE TRANSFORMAM INSUMOS (ENTRADAS) EM SERVIOS OU PRODUTOS (SADA), QUE TEM VALOR PARA UM GRUPO ESPECIFICO DE USURIOS/

    CLIENTES.

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

  • A REUNIO E A DECOMPOSIO DOS PROCESSOS

    SUBPROCESSOS

    REFERE-SE AO TERCEIRO NVEL DE DETALHAMENTO. SO CONJUNTO DE ATIVIDADES NECESSRIAS SUFICIENTES PARA

    EXECUO DE CADA PROCESSO, INTER-RELACIONADAS OU INTERATIVAS QUE TRANSFORMAM INSUMOS (ENTRADAS) EM SERVIOS OU PRODUTOS

    (SADA), QUE TEM VALOR PARA UM GRUPO ESPECIFICO DE USURIOS/CLIENTES.

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

  • A REUNIO E A DECOMPOSIO DOS PROCESSOS

    ATIVIDADESSO CONJUNTOS DE TAREFAS, COMO INICIO E FIM IDENTIFICVEIS,

    EXECUTADAS PARA A CONSECUO DOS OBJETIVOS DOS SUBPROCESSOS E PROCESSOS.

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

  • QUAIS OS TIPOS DE PROCESSOS?

    Ponta a Ponta Ou

    Finalsticos

    CARACTERIZAM AS ATIVIDADES-FIM DA ORGANIZAO OU SO DIRETAMENTE ENVOLVIDOS NO ATENDIMENTO DAS NECESSIDADES DOS SEUS

    USURIOS/CLIENTES.

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

  • QUAIS OS TIPOS DE PROCESSOS?

    Processo de SuporteDO SUPORTE A ALGUMAS ATIVIDADES FINS TAIS COMO: GESTO DE SUPRIMENTO, MANUTENO, TRANSPORTES, TI, ACOMPANHAMENTO,

    PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL, ETC.

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

  • QUAIS OS TIPOS DE PROCESSOS?

    Processos de Gesto

    SO NECESSRIOS PARA COORDENAR AS ATIVIDADES DE APOIO E OS PROCESSOS FINALSTICOS. NESSE CASO PODEM SER DESTACADOS OS

    PROCESSO DE PLANEJAMENTO E ORAMENTO.

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

  • Passo 01 Identificar os objetivos do processo

    Passo 02 Identificar as sadas do processo Passo 03 Identificar os clientes do processo

    Passo 04 Identificar as entradas e componentes do processo

    Passo 05 Identificar os fornecedores do processo

    Passo 06 Determinar os limites do processo Passo 07 Documentar o processo atual

    Passo 08 Identificar melhorias necessrias ao processo

    Passo 09 Homologar melhorias a serem aplicadas ao processo

    Passo 10 Documentar o processo revisado

    10 PASSOS PARA MAPEAMENTO DE PROCESSOS

    OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

  • OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

    CICLO CONTNUO PARA O GERENCIAMENTO DE PROCESSOS

    Fonte (CBOK, 2013)

  • OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

    NOVOS PAPIS E RESPONSABILIDADES

    Fonte (CBOK, 2013)

    HANDOFFS = QUALQUER PONTO EM UM PROCESSO ONDE O TRABALHO OU A INFORMAO PASSA DE UMA

    FUNO PARA OUTRA UM HANDOFF NESSE PROCESSO. HANDOFFS PODEM RESULTAR EM DESCONEXES DE PROCESSOS E DEVEM SER

    ANALISADOS COM CUIDADO. TIPICAMENTE, QUANTO MENOR FOR O NMERO DE HANDOFFS, MENOR SER

    SUA VULNERABILIDADE A DESCONEXES.

  • OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

    HANDOFFS

    Fonte (CBOK, 2013)

  • OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

    NOTAO PARA PROCESSOS

    Fonte (CBOK, 2013)

  • OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

    OBJETIVO DO MAPEAMENTO DOS PROCESSOS

    Fonte (CBOK, 2013)

    Identificar o entendimento dos processos Gerenciais,

    de negcios e de suporte existentes (AS-IS) e dos

    futuros (TO-BE) para melhorar o nvel de satisfao

    do cliente e aumentar desempenho do negcio.

  • OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

    ESCOLHENDO PROCESSOS PARA ANALISAR

    Fonte (CBOK, 2013)

  • OSM - PROCESSOS ORGANIZACIONAIS - PROF, CLUDIO MENDONA

    MTODOS DE LEVANTAMENTO DE INFORMAES PARA PROCESSOS

    Fonte (CBOK, 2013)

    Pesquisa

    Entrevista

    Workshop estruturado / Grupos focais

    Conferncia via web

    Observao direta

    Fazer em vez de observar

    Anlise de vdeo

    Simulao de atividades