o ex©rcito farrapo e os seus chefes vol.2

Click here to load reader

  • date post

    31-Dec-2016
  • Category

    Documents

  • view

    250
  • download

    15

Embed Size (px)

Transcript of o ex©rcito farrapo e os seus chefes vol.2

  • 1

    O EXRCITO FARRAPO E OS SEUS

    CHEFES 2 VOLUME

    Cel CLUDIO MOREIRA BENTO

    Historiador Militar e Jornalista .Natural da Canguu-RD Presidente e Fundador da Federao de Academias de Histria Militar Terrestre do Brasil (FAHIMTB),do Instituto de Histria e Tradies do Rio Grande do Sul (IHTRGS) e da Academia Canguuense de Histria (ACANDHIS) e scio benemrito do Instituto de Histria e Geografia Militar e Histria Militar do Brasil (IGHMB) e do Instituto Histrico e Geogrfico Brasileiro (IHGB) e integrou a Comisso de Histria do Exrcito do Estado- Maior do Exrcito 1971/1974. Presidente emrito fundador das academias Resendense e Itatiaiense de Histria e scio dos Institutos Histricos de So Paulo ,Rio de Janeiro e Sorocaba etc. Foi o 3 vice presidente do Instituto de Estudos Vale --paraibanos IEV no seu 13 Encontro em Resende e Itatiaia que coordenou o Simpsio sobre a Presena Militar no Vale do Paraba, cujas comunicaes reuniu em volumes dos quais existe exemplar no acervo da FAHIMTB doado a Academia Militar das Agulhas Negras. Acadmico e Presidente Emrito fundador das Academias Resende e Itatiaiense de Histria,sendo que da ltima Presidente emrito vitalcio e tambm Presidente de Honra.

    Livro o Exercito Farrapo e o seu chefes.Rio de Janeiro: Biblioteca do Exrcito, 1992, v2, digitalizado

    para ser colocado na Internet em Livros e Plaquetas no site da Federao de Academias de

    Histria Militar Terrestre do Brasil www.ahimtb.org.br e cpia do livro original no acervo da

    FAHIMTB, doado em Boletim Interno e em levantamento para ser colocado na Internet, no

    Sistema de Bibliotecas do Exrcito. Resgate que se apoiou em grande parte na fontes primrias

    divulgadas pelos Anais do Arquivo Histrico do Rio Grande do Sul publicados no contexto das

    comemoraes em 1985 do Sesquicentenrio da Revoluo Farroupilha. Ver em Livros e Plaquetas

    no site a relao de trabalhos do autor abordando a Revoluo Farroupilha

    http://www.ahimtb.org.br/

  • 2

    O EXRCITO FARRAPO E OS SEUS CHEFES

    VOLUME 2

    PRINCIPAIS CONVENES USADAS

    AAHRGS-Anais do Arquivo Histrico do Rio Grande do do Sul

    ACANDHIS-Academia Canguuense de Histria

    AHEx- Arquivo Histrico do Exrcito

    Alm.Lit.Est. RGS Almanaque Literrio e Estatistico do RGS (1889-1917)

    (Do poeta e historiador Alfredo Ferreira Rodrigues)

    AMAN-Academia Militar das Agulhas Negras

    BIBLIEX-Biblioteca do Exrcito

    IHGB- Instituto Histrico e Geografico Brasileiro

    EME- EstadoMaior do Exrcito

    FAHIMTB-Federaomde Academia de Histria Militar Terrester do Brasil

    RIHGB-Revista do Instituto Histrico Geografico Brasileiro

    RIHGRGS-Revista do Instituto Histrico e Geografico do RGS

    A numerao de paginas esta no canto inferior direito de cada pgina

  • 3

    BIBLIOTECA DO EXRCITO EDITORA Publicao 597

    COLEO GENERAL BENCIO Volume II 290

    CHEFE DA SEO DE PUBLICAES Ten Cel Marco Antnio Cunha

    CAPA e ARTE Murilio Machado -

    COPIDESQUE e REVISO Alberto de Azevedo Reg Jorn Prof 12.593

    Bento, Cludio Moreira, 1931 B478 O exrcito farrapo e os seus chefes / ccl Cludio Moreira

    Bento. Rio de Janeiro Biblioteca do Exrcito, 1993.

    2v. il. (Biblioteca do Exrcito; 597. Coleo General Bencio,

    v. 290) Bibliografia.

    ISBN 85-7011-171-1 (obra compl.) ISBN 85-7011-165-7 (v.1:

    broch) ISBN 85-7011-169-x (v.2 broch). 1. Brasil Histria Guerra dos farrapos, 1835-1845. 2.

    Militares brasileiros Bibliografia.

    CDD 981

    Direitos cedidos para esta edio BIBLIOTECA DO EXRCITO

    Impresso no Brasil Printed in Brazil

    CEL CLAUDIO MOREIRA BENTO

    O EXRCITO FARRAPO

    E OS SEUS CHEFES

    VOLUME 2/2

    BIBLIOTECA DO EXRCITO EDITORA Rio de Janeiro RJ

    1993

  • 4

    BIBLIOTECA DO EXRCITO

    FUNDADOR em 17 de dezembro de 1881

    Franklin Amrico de Menezes Dria, Baro de Loreto

    REORGANIZADOR em 26 de junho de 1937, e fundador da Seo Editorial Gen Valentim Bencio da Silva

    DIRETOR Cel Inf Arismar Dantas de Oliveira

    SUBDIRETOR Ten Cel Inf Marco Antonio Cunha

    CONSELHO EDITORIAL Gen Div Ref Francisco de Paula e Azevedo Pond

    nomeado em 10 de outubro de 1973

    Gen Div Ref Jonas de Morais Correia Filho

    nomeado em 10 de outubro de 1973

    Maj Brig R/R Oswaldo Terra de Faria

    nomeado em 23 de outubro de 1985

    Gen Bda R/1 Aricildes de Moraes Motta

    nomeado em 02 de abril de 1991

    Cel Prof R/1 Celso Jos Pires

    nomeado em 7 de fevereiro de 1980

    Cel R/1 Asdrubal Esteves

    nomeado em 7 de novembro de 1983

    Ten Cel R/1 Carlos de Souza Scheliga

    nomeado em 25 de abril de 1975

    Civis:

    Prof Ruy Vieira da Cunha

    nomeado em 10 de outubro de 1973

    Prof Amrico Loureno Jacobina Lacombe

    nomeado em 16 de julho de 1985

    Prof Vicente Costa Santos Tapajs

    nomeado em 02 de abril de 1991

  • 5

    Biblioteca do Exrcito Palcio Duque de Caxias Praa Duque de Caxias, 25 Ala Marcflio Dias 3 andar Centro RJ CEP 20221-260 TeIs.: 253-7934 e 253-4637 Endereo Telegrfico

    BIBLIEX

    APRESENTAO

    A revoluo Farroupilha irrompida no sul do Brasil no perodo de

    1835 a 1845 apresentada, nesta obra, em partes bem elaboradas, que ir, certamente assegurar uma assimilao, com muita clareza, do seu contedo histrico.

    O Cel Cludio Moreira Bento, dedicado pesquisador e historiador militar de incontestveis mritos, relata com muita autoridade, riqueza de detalhes e ilustraes, as diversas fases importantes dessa guerra que se desenvolveu durante a poca regencial.

    O autor inicia o seu trabalho com um resumo, na primeira parte, que abrange desde a vitria da Revoluo (20 de setembro de 1835 a 15 de janeiro de 1836) at a pacificao do Rio Grande (9 de novembro de 1842 a 1 de maro de 1845).

    Logo aps, o leitor verificar os registros merecidos das personalidades dos bravos que atuaram com idealismo e patriotismo no decorrer dessa ao revolucionria, com a adio de significativos dados biogrficos.

    Na finalizao, encontra-se um quadro, de grande interesse, que o da Doutrina do Exrcito Farrapo, compreendendo organizao, equipamento, instruo motivao e emprego para o combate, cuja observao se deu no curso dos desdobramentos da campanha farroupilha.

    E, portanto, motivo de regozijo da BIBLIEX prestar mais esse servio cultura, atravs dessa nova e preciosa fonte de consulta.

    BIBLIOTECA DO EXRCITO EDITORA

    NOTA DO AUTOR em 2016. Da digitalizao artezanal deste trabalho resultaram muitas falhas que se somaram as ja existentes na edio original, inclusive de normas atuais da BNT Ex: Onde figura IDEM o correto seria _____.

    Esperamos que o pesquisador e leitor interessados relevem esta falhas e se atenham ao fundo do contedo. O autor ao rel-lo , decorridos 24 anos gostou imenso de seu contedo ,o que espero concordem os profissionais militares e os historiadores e tradicionalistas do Rio Grande do Sul que o lerem ou que nele pesquisarem. Na expressiva relao de fontes sobre a Revoluo o autor tambem reverencia as entidades e autores que tem mantido acesa e viva a memria do Decnio Heroico, assunto hoje pouco apreciado mas rico em lies de patriotismo e de Arte e Cincia Militar. E concordo plenamente com as consideraes da Biblioteca do Exrcito em sua Apresentao que reflete o pensamento de seu Conselho Editorial, de altissimo nvel.

  • 6

    SUMARIO .

    QUARTA PARTE

    Introduo............................................................................................................................ 7 Outras Lideranas Militares (tenentes-coronis, majores etc.) ........................................... 8 Tenente-Coronel Jos Gomes Portinho (1814-1886) Significao histrica........................................................................................................... 8 Tenente-Coronel Jos Alves Valena (1810-1866) Significao histrica......................................................................................................... 16 Tenente-Coronel Manoel Carvalho de Arago e Silva (Manduca Carvalho ou Carvalhinho) Significao histrica......................................................................................................... 18 Tenente-Coronel Jacinto Guedes da Luz (1788-1870) Significao histrica ........................................................................................................ 22 Tenente-Coronel Manuel Antunes da Porcincula (1798-1850) Significao histrica........................................................................................................ 24 Tenente-Coronel Joaquim Mariano Aranha ...................................................................... 25 Tenente-Coronel Coelho ................................................................................................... 26 Tenente-Coronel Baltazar Francisco de Bem ................................................................... 26 Tenente-Coronel Francisco Jos da Rocha Significao histrica ....................................................................................................... 26 MAJORES REPUBLICANOS Major Bernardo Pires (1790-1851) O simbolista farrapo Significao histrica ....................................................................................................... 32 Major Belchior Francisco de Bem ................................