O Correio - ed 892

Click here to load reader

  • date post

    13-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    227
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Um jornal de verdade

Transcript of O Correio - ed 892

  • LAGUNA/SC - ANO XVIII - EDIO 892 - LAGUNA/SC 27/10/2012 - R$ 2,00 - JORNAL BISSEMANAL O Senhor meu pastor, nada me faltar

    Laguna: 3646-5123 / 9926-6333Brao do Norte: 3658-2446 / 9627-3120

    Fone: 3646-2488Fone: 3646-2488

    Dr. Mauro Srgio Fernandes da Silva CRM 8789 - Pediatra

    Rua. Voluntrio Fermiano. 60 Laguna SC

    A sade de sua criana merece a ateno de um especialistaDiretor TcnicoMauro Srgio Fernandes da Silva

    CRM 8789 - PediatraRQE 4329

    Agora em novo endereo px. a Colnia de Pescadores

    Temos sala de Vacinas

    CURSO DE FORMAO DE ESCRITORES

    1 Etapa: 10 e 11/11- sbado e domingo2 Etapa: 24 e 25/11 sbado e domingo

    Hora: 8h30 s 12h e das 13h30 s 17h30

    Local: Unidade de LagunaGratuito

    Inscries: Central de Atendimento SESC Laguna.Objetivo: O Curso funciona como um laboratrio de autoria, onde atravs de oficinas com durao de 30h/aula os alunos realizam exerccios de escrita literria em diversos gneros, bem como podem produzir seus textos com acompanhamento crtico dos assessores contratados. Assessora: Rozi Oesterreich. 16 Vagas A seleo: os interessados devem enviar um texto curto a unidade para ser encaminhado ao assessor, que seleciona os alunos. Com certificao.

    Maiores Informaes na Central de Atendimento SESC

    Laguna: 48-36440152.

    Colombo Salles lana Desafio da TransformaoEx-governador Colombo Machado Salles lana livro, na prxima tera-feira, dia 30 de outubro, no banco BRDE, no centro da capitalD e s a f i o d a

    Transformao o t t u l o d o novo l ivro es-cr i to pelo ex--governador de Santa Catarina Colombo Salles, que ser lana-do pela Editora Unisul no dia 30

    de outubro, s 19 horas, no Banco BRDE, no Centro de Flo-rianpolis. A obra a quinta escrita pelo ex-governador. Desta vez, o autor faz revelaes sobre a tra-jetria do homem pblico, em uma viso pessoal e particular. O homem que nos anos 70 foi o idealizador e implementou o projeto de desenvolvimento de Santa Catarina, ao narrar parte da histria, acaba por contar a sua prpria histria interior, com fragmentos reflexivos em que revela a sua essncia.

    Novo municpio j tem ICMS garantidoO corpo tcnico da Associao dos Municpios da Regio Lagunar (Amurel) esteve reunido com o secretrio estadual da Fazenda, Nelson Serpa e com o auditor fiscal da Diretoria de Administrao Tributria do Estado, Ari Pritsch, para discutir sobre o repasse do ICMS para o novo municpio de Pescaria Brava.O primeiro gestor do recm-criado municpio de Pescaria Brava tomar posse no dia 1 de janeiro com garantia de que retorno do ICMS, recursos que o municpio tem direito junto ao Governo do Estado, estar garantido j nos primeiros dias de mandato.O repasse de ICMS deve acontecer j na primeira quinzena de janeiro de 2013. O prefeito eleito de Pescaria Brava, Antnio Honorato, e assessores tambm partici-param da audincia com os representantes da Fazenda do Estado.

    O trabalho da Amurel comeou antes mesmo das eleies municipais. A Associao entrou com um recurso junto Fazenda pedindo para que o valor econmico das empresas que esto no territrio de Pescaria Brava passassem a fazer parte do retorno do novo municpio a partir de 2013.

    Passeio da Primavera no Mar Grosso

    Escolas, entidades e comunidade em geral esto organizando mais uma edio do Passeio da Pri-mavera, neste sbado, dia 27, a partir das 10h, na avenida Senador Galotti, no Mar Grosso. (Pgina 10)

  • O CORREIO P. 02

    O PODER DA PALAVRA

    Advocacia & AssessoriaDr. Victor Baio Pereira

    OAB/SC 15.896

    Atanazio Lameira atanaziolameira@brturbo.com.br

    EXPEDIENTEFundado em 29.07.1995

    Direo Geral: PAULO SRGIO SILVAJORNAL O CORREIO. LTDA. ME.

    C.G.C. 03.002.178/0001-60 Insc. Mun. 54.0375

    Redao e Administrao:Rua Voluntrio Fermiano, 52 - Centro Fone: (48) 3644-3959 - Laguna/SC

    Nmero Avulso: R$ 2,00 Assinatura Semestral (Bissemanal) R$ 100,00

    Tiragem: 1.000 exemplaresOs artigos assinados so de

    responsabilidade de seus autores. Circulao quartas e aos sbados :

    Laguna, Capivari de Baixo, Tubaro, Garopaba, Imbituba, Paulo Lopes, Imaru e Jaguaruna.

    E-mail: ocorreio@ocorreio.net hp:http://www.ocorreio.net

    Este jornal filiado:

    Visite o meu: Blog: athanaziolameira.blogspot.com

    LAGUNA/SC 27/10/2012

    Hora do cafezinho

    Paulo Srgio Silva

    Reinventando o Profissionalartigo

    Mello Jr - www.gmtreinamentos.com.br - mello@gmtreinamentos.com.br

    Causas cveis: aes possessrias, indenizatrias e de famlia.

    Rua Raulino Horn - Centro - Fone 3644-6882 LAGUNA/SC

    Lidar com as ameaas Quando um candidato a empresrio me procura para obter informaes sobre o negcio que pretende abrir, normalmente, fao perguntas que o fazem pensar, pois este o grande segredo para quem deseja alar vos no mercado altamente competitivo de hoje. Um exemplo disso aconteceu com um senhor que queria montar uma loja de artigos para surf. Perguntei-lhe o por qu e ele me respondeu que na sua cidade no havia nenhuma loja que atendesse este tipo de consumidor. Voltei a question-lo sobre o motivo que no havia, seria ele to esperto que foi o nico a perceber este nicho de mercado em sua cidade/regio? Baseado nisso, este senhor realizou uma pesquisa detalhada de mercado e descobriu algumas coisas interessantes:1.Sua cidade no est no litoral - embora exista uma praia famosa a cerca de sessenta quilmetros de dis-tncia;2.Nesta praia j existem lojas que vendem marcas famo-sas de surf e os amantes destes esportes por questo de vaidade compram num lugar famoso ou pelo ao menos conhecido da galera;3.Os fornecedores no se interessam em abrir mercado em cidades que no tm um perfil mnimo desejado;4.O surf no era praticado pelos jovens de sua cidade, seu pblico alvo inicial e supostos CLIENTES, mas sim gostavam de outros esportes e o mais radical deles

    era o Skate. O mercado se faz atravs de um trip: consumidor, concorrente e fornecedor. No caso citado claro que o nosso empreendedor teria srias dificuldades de ter sucesso no segmento escolhido inicialmente. Casos como este so comuns em nosso pas, j que a maioria de nossos candidatos a empreendedores no gosta de pensar, pesquisar e ter pacincia. Primeiro procuram acontecer para depois planejarem. Para que seu sonho de montar um negcio no se torne em pesadelo responda uma pergunta que considero fundamental para anlise e deciso: quais so as ameaas para o meu negcio? Pois todo negcio tem riscos, tem pontos fracos, tem ameaas e no adianta ser bom em produo, estar motivado e no conhe-cer gesto, vendas, compras... Costumo dizer que no papel voc pode quebrar, na vida real... di muito, principalmente para quem tem recursos limitados.Para finalizar, o nosso amigo resolveu dar um tempo, est fazendo um bom plano de negcios, um plane-jamento estratgico e alguns cursos de capacitao. Mudou o foco e dever abrir um restaurante, ainda no sabe para que pblico, mas est aguardando a pesquisa para definir. Est pensando.

    Pensem nisso voc tambm!!!

    Ser poeta no privilgio de ningumQualquer um pode escrever poesia basta ter corao - sentimento. Ser humano. Ser gente. Acreditar no esprito e acompanhar a vida cotidiana. A poesia no pode ser somente dos poetas. A poesia est quem quiser pode se apropriar livremente. Escreva qualquer coisa, mas com sentimento, com verdade. Deixa o pblico ler e, depois se for o caso continue escrevendo. Os reis da cocada preta

    As celebridades ps-eleio. At quando va-mos tratar os polticos como celebridades. Agora no posso marca um horrio com o meu chefe de gabinete. Ora vejamos: que tanta safadeza tanta hipocrisia. Os caras vem na nossa casa humildes ouvindo com ateno as nossas queixas, mas depois simplesmente se tornam reis da cocada preta. Marca da luz

    Das casas coloridas que morei. Das janelas abertas que avistei. Um sol to lindo que vinha vindo em minha direo. To bom as-sim assistir a natureza invadindo forjando o caminho deixando a marca da luz.

    Com o Plano Safra da Pesca e Aquicultura, os agricultores familiares podero aproveitar as estruturas de irrigao para a produo de pes-cado. A assistncia tcnica que hoje j oferecida para a atividade agrcola ser estendida para a aquicultura. Os tcnicos daro orientaes sobre como investir melhor no negcio, evitar o desperdcio e manter a sade do pescado. Com este Plano Safra, ns reconhecemos os pescadores como produtores, passando a ter acesso a crdito, assim como todos os agricultores j tem, ressal-tou Dilma. Entre os principais objetivos do Plano esto o resgate de 100 mil famlias que esto na linha da pobreza, a Ater a 120 mil famlias de pescadores e aquicultores e a escavao de 60 mil tanques que produziro 78.750 toneladas de pescado ao ano. O investimento total ser de R$ 4,1 bilhes para a expanso da aquicultura, mod-ernizao da pesca e fortalecimento da indstria e comrcio pesqueiro.

    ao contrrio do que est circulando em alguns

    rgos de imprensa, especialmente na web, a Agncia de Fomento de Santa Catarina, BADESC, no est envolvida na parceria que o Governo do Estado est fazendo com a empresa alem BMW. O agente financeiro da operao, que ser apre-sentada no evento de segunda-feira, s 16 horas,

    no CIC, de anncio da vinda da empresa para o Estado, o BRDE.

    Ampe Laguna fortalecida. Vem a um novo

    carto de convnios Fampesc que estender aos associados da Ampe Laguna, seus fun-cionrios e familiares, acesso aos mais sofisti-cados exames de sade. O benefcio tambm ser estendido ao ncleo de pesca que j tem como associado o Sindipesca de Laguna e seus associados.

    Na madrugada de quinta-feira (25), a Polcia

    Ambiental, atravs do sargento Fernandes e sua equipe, realizou no municpio de Imaru a apreenso de 6 quilos de camaro, redes e apetrechos de pesca na Lagoa Imaru.

    Com iluminao submersa os pescadores ludi-briavam a fiscalizao.