Novos pontos de ´nibus envidra§ados renovam visual urbano ... Itlia, eles desenvolveram o...

download Novos pontos de ´nibus envidra§ados renovam visual urbano ... Itlia, eles desenvolveram o design

of 6

  • date post

    21-Jan-2019
  • Category

    Documents

  • view

    226
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Novos pontos de ´nibus envidra§ados renovam visual urbano ... Itlia, eles desenvolveram o...

edio 484 35

capa

Aqui, o vidro uma parada!

Novos pontos de nibus envidraados renovam visual urbano de cidades brasileiras

So Paulo: abrigos envidraados

instalados desde fevereiro

Fotos: Cristiane Martins

Pontos de nibus com abrigos envi-draados no so novidade para usurios do transporte pblico ao redor do mundo. possvel encontr-los em metrpoles como Chicago, Nova York e So Francisco, nos Estados Unidos; Toronto, no Canad; Manchester, na In-glaterra; e em diversos outros locais, es-tejam na sia, Europa ou Oceania. Aqui no Brasil, algumas capitais tambm j os adotaram Salvador e Manaus entre elas. Agora, chegou a vez de So Paulo, a cidade mais populosa do Pas, render-se aos mobilirios urbanos com vidro.

36 Revista O Vidroplano | Abril 2013

capa

Os modernos pontos de nibus paulistanos comearam a ser instala-dos em fevereiro pelo consrcio Oti-ma Concessionria de Explorao de Mobilirio Urbano formado pelas

empresas Odebrecht Transport, R-dio e Televiso Bandeirantes, Kaltera Engenharia e APMR Investimentos e Participaes e pelo rgo pblico SPObras. O projeto da prefeitura do

As quatro faces de So PauloCada um dos modelos dos novos mobilirios urbanos paulistanos tem uma utilizao especfica. Todos, no entanto, possuem conceitos de dinamismo e assimetria, sempre com o uso do vidro. Veja os detalhes dos quatro designs.

High-techComo o prprio nome indica, a tec-nologia fator fundamental. O ponto ter painel touchscreen com diversas informaes sobre a cidade, como iti-nerrios dos nibus que passam pelo local onde estiver instalado e pontos tursticos das redondezas. Ficar em bairros mais modernos, nos quais se concentram grandes prdios.

MinimalistaSeu desenho procura no intervir na paisagem. Por isso, ser utilizado em locais histricos, como nas regies centrais do municpio.

municpio pretende renovar o visual urbano da cidade e prev, at 2016, a troca de 6.500 abrigos e 12.500 to-tens (pontos simples), alm da cons-truo de 3.200 mobilirios.

Divulgao

edio 484 37

Tecnologia e transparncia

Ao todo, so quatro modelos diferentes de pontos (veja quadro abaixo), todos com formas projeta-

das pelo renomado designer carioca Guto ndio da Costa. Essa a chan-ce de contribuir para que a cidade receba um marco, um smbolo que expresse a personalidade e os va-

BrutalistaEsse modelo foi criado para reas arrojadas e de grande movimentao, como viadutos, rodovias e avenidas. Possui traos fortes, sem desprivile-giar a sofisticao do design.

Caos estruturadoTem a estrutura mais simples e dever ser o mais encontrado pela cidade. Projetado para espaos em que as construes ao seu redor no tenham padres estticos definidos.

Divulgao

38 Revista O Vidroplano | Abril 2013

capa

Desconhecimento gera polmicaQuando aplicado corretamente, o vidro proporciona design moderno e conforto trmico aos usurios, com total segurana. Mas o desconhecimento do material por parte dos usurios dividiu a populao da cidade de So Paulo. Alguns tiveram receio quanto se-gurana oferecida pelos novos abrigos de nibus, considerando-o frgil. Ledo engano. Veja a imagem abaixo de um abrigo destrudo por vndalos, em Gerritsen Beach, no bairro do Brooklyn, Nova York: as paredes com temperados quebraram em pequenos cacos, evi-tando com que os usurios se machucassem; j a placa de laminado do teto apenas rachou, mantendo-se presa estrutura original.Entre as reclamaes dos usurios est a falta de placas com informaes sobre linhas de nibus. Segundo o consrcio, os itens ainda esto em fase de instalao, por isso a ausncia de algumas estruturas. Outro fator questionado pela opinio pblica o calor que as coberturas de vidro podem causar. A assessoria da SPObras afirma ter feito uma pesquisa sobre a questo trmica e garante: graas s pelculas antirradiao UV, a temperatura dentro do abrigo 5% menor do que fora. Os paulistanos podem ficar tranquilos, pois estaro seguros e confortveis.

lores de So Paulo. Focamos nossa soluo nos usurios, gerando prote-o, segurana, conforto, bem-estar e dignidade, comenta.

Para oferecer tudo isso, o vidro se tornou o principal elemento es-trutural. Os modelos com cobertura envidraada ganharam temperados laminados (6+6 mm) com proteo antirradiao UV e serigrafia. J as laterais dos pontos ganharam tempe-

Ponto destrudo em Nova York: vidros

temperado e lamina-do oferecem segu-rana aos usurios

rados de 10 mm. Guto aplicou ainda conceitos de sustentabilidade: utilizou lmpadas e luminrias de LED que re-duzem ao mximo o consumo de ener-gia. O projeto est pronto para utilizar fontes energticas alternativas como, por exemplo, vidros fotovoltaicos para captao de energia solar, ou outras ainda em teste, como a energia gera-da pela frenagem ou passagem dos nibus, explica o designer.

Ger

ritse

nBea

ch.n

et

edio 484 39

Pelo mundoCidades com pontos de nibus feitos de vidro so encontradas em vrios cantos do mundo. No final de 2006, Nova York comeou a ganhar os seus. A Cemusa, empresa especializada em mobilirios urbanos, instalou mais de 3 mil abrigos desenhados pelo escritrio de arquite-tura Grimshaw Architects. Laminados no teto fixados com silicone estrutural e temperados garantem a resistncia e durabilidade da estrutura. Tambm em 2006, o designer ingls Jas-per Morrison criou pontos para os muni-cpios de Weil am Rhein e Hannover, na Alemanha. O vidro permite que a estru-idro permite que a estru-tura projetada tenha o seu visual com-preendido de maneira mais fcil pelas pessoas, comenta Morrison, defenden-do o uso dos laminados de 10 mm e ao inox encontrados no projeto.

Alemanha: laminados nos pontos de nibus em Weil am Rhein e Hannover

Mais de 3 mil abrigos com vidro esto espalhadas pela cidade de Nova York Michael Surtees

Div

ulga

o

40 Revista O Vidroplano | Abril 2013

capa

Leia sobre outros projetos inovadores com o vidro no Blog da Abravidro:www.abravidro.org.br/blog

Fale com eles!

Cemusawww.cemusany.comGrimshaw Architectsgrimshaw-architects.comGuto Indio da Costawww.indiodacosta.comJasper Morrisonwww.jaspermorrison.comOdebrecht Transportwww.odebrecht-transport.comSENSEable City Labsenseable.mit.eduSPObraswww.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/infraestrutura/sp_obras

O futuro high-techEyeStop. Esse o nome do prottipo de abrigo de nibus que impressiona qualquer amante de fico cientfica. O Instituto de Tecnologia de Massachu-setts (MIT), nos Estados Unidos, possui um laboratrio que estuda a integra-o das tecnologias vida nas grandes cidades, o SENSEable City Lab. Para a edio de 2009 do festival de cincia e cultura Genio Fiorentino, em Florena, Itlia, eles desenvolveram o design desse mobilirio urbano inteligente.Feito de materiais como vidro e ao, o EyeStop revestido, quase em sua to-talidade, com placas touchscreen. Isso permite com que as paredes do ponto sejam utilizadas para buscar informaes sobre a cidade, itinerrios de ni-bus, navegar na Internet, enviar e-mails e at mesmo monitorar a qualidade do ar na regio dispositivos mveis tambm podem interagir com as te-las. A tecnologia ainda ajuda na questo da sustentabilidade: placas fotovol-taicas captam luz solar para alimentar as prprias funcionalidades do abrigo. O EyeStop pode mudar a experincia do transporte urbano, comenta Carlo Ratti, diretor do SENSEable City Lab. As tecnologias atuais adicionam no-vas possibilidades relao entre a forma fsica da cidade e sua cidadania. como se uma nova materialidade emergisse na arquitetura. Toramos para que Carlo esteja certo: ser timo, daqui a alguns anos, esperar o nibus em uma estrutura como essa!

Projeto ousado do MIT, EyeStop pode ser futuro de mobilirio urbano em grandes metrpoles

Dispositivos mveis tambm podem interagir com as telas

do abrigo EyeStop

Fotos: divulgao