Montagem de Circuitos - 20152

Click here to load reader

download Montagem de Circuitos - 20152

of 77

  • date post

    25-Sep-2015
  • Category

    Documents

  • view

    36
  • download

    3

Embed Size (px)

description

Como montar placas de circuitos eletrônicos

Transcript of Montagem de Circuitos - 20152

  • 2

    ! " # $

    %' ( ) # * +,-.&+/&,&0#12 31

    ర#43

    3

    +-!"3

    3#4 & 3 * & #

    */&3)0 4 43 )3 # 5678956683 $: /-#1###3

    3/&

    +##!*

    )"34#*

    3*

    # + 4 3 & # * 3* 3 & # 3 #3 ;3

    3,##!#"

    85?

  • 3

    @#AB 8?

    C 87

    D 5?

    )&5>8E9>?8EC >8

    CC!C5>8E" >?

    02+F1)?86GC GG

    158H>88G G7

    ;C GG6 ?G

    I

    J % H ?K

    4)A0# ?6

    4))A L5

    4)))A LK

    4)EA&)

    K8

    4EA KM

  • 4

    !"

    %/-*4&

    & #3

    3!

    "N&

    # 3 # 3

    !"

    +**&O

    & 14O 14 & * *

    14O 14 *

    ;

    O 4*P/&!2G;"QD

    1*P

    )D4*#*('

    ##P

    &

    3@#B@B

    ##78%+&O

    & 14O ?88EN 14O 58 58 N H

    #4*P3D#

    D

    #$

    78#

    78#

    R

    R

    #

    #

    %

  • 5

    $

    0 # # 4# /&

    ?88E09#+&,

    0#+L8/

    5MG83#/&$13K8

    78 * /- &

    +3

    14

    0 @#B 3 *

    #/&

    H3@B&O

    0#4

    #3

    12

    #

    /|

    L

    I 1 ( 3 ,4*

    # P2

    #*1%#P2

    311#

  • 6

    $&*/*3#3!"*

    ,**3

    11@B4

    &**

    $431##

    * 1 * 1 0# * 1 *

    1/&1

    1 #

    */31*

    $13 31+

    1 3

    # 3

    4

    *

    3*/#*+

    **&143

    313

    CP#2 * * !>88S" %

    1 123 1 %

    1 !3 4"3 * &

    !"3*J

    3

    45L!"4/&

    & * 1

    H3#*#1

    ' H+3

    +

    0 # 1 * 4

    +*

  • 7

    %&'

    1. O que ponta de prova? o roteiro de testes com o uso de equipamentos eletrnicos e instrumentos de medio para anlises de circuitos. a bancada de teste e montagens de equipamentos eletrnicos que contm instrumentos e os circuitos a serem

    analisados. o conjunto de cabos, conectores e terminaes que fazem a conexo entre os instrumentos e os circuitos a serem

    analisados. o conjunto de atividades executadas no laboratrio para testes de funcionamento de um circuito eletrnico. o conjunto de cabos com plugue banana numa ponta e plucgue jacar na outra. Cabos diferentes, como os usados

    por multmetros, no so pontas de prova e tem outro nome.

    2. O que a tenso mxima de uma ponta de prova? a mxima tenso eltrica que pode ser aplicada a elas sem que haja danos ou fugas de corrente. o valor mximo e seguro de corrente eltrica que pode circular nelas cabos sem ser danificado. a mxima fora mecnica que pode ser aplicada a elas sem que haja danos. a frequncia de utilizao, ou seja, a quantidade de vezes seguidas que pode ser utilizada. o que define a flexibilidade dos cabos usados na construo da ponta de prova.

    3. O que a corrente mxima de uma ponta de prova? a mxima tenso eltrica que pode ser aplicada a elas sem que haja danos ou fugas de corrente. o valor mximo e seguro de corrente eltrica que pode circular nelas cabos sem ser danificado. a mxima fora mecnica que pode ser aplicada a elas sem que haja danos. a frequncia de utilizao, ou seja, a quantidade de vezes seguidas que pode ser utilizada. o que define a flexibilidade dos cabos usados na construo da ponta de prova.

    4. Assinale a alternativa correta Numa ponta de prova, quanto maior o comprimento do cabo, maior a temperatura suportada. Numa ponta de prova, quanto maior o comprimento do cabo, maior a tenso eltrica suportada. Numa ponta de prova, quanto maior o comprimento do cabo, menor a tenso eltrica suportada. Numa ponta de prova, quanto maior o comprimento do cabo, maior a corrente eltrica suportada. Numa ponta de prova, quanto maior o comprimento do cabo, menor a corrente eltrica suportada.

  • !"

    & @/B

    *

    E

    !& 3

    #T3

    U

    $*&0O&43&

    3&14O

    I*O& !558E>>8E"113

    *&1

    53LE3#6E33&!53LE6E34

    "3&

    &!3#"3*1

    #

    H

    * *V1*

    *

    +5*

    5835L**4++!3

    3"

    **&*

    12

    *

    P

    57>M57>K3()*&

    30*O

    O

    +/!&3

    ,P0

    !

    5WC00#

    #-

    @/B

    *+3#/&E3

    !& 3 3 " *

    #T3

    3#/&U3

    $*&0O&43&

    3&14O

    *O& !558E>>8E"113

    *&1

    53LE3#6E33&!53LE6E34

    3&

    &!3#"3*1

    # *X

    ** V1*

    *

    +5*

    5835L**4++!3

    **&*

    *

    P

    ()*&1/&

    30*O

    /!&3/2

    P0!"!"

    0#

    8

    @/B

    3#/&E3

    3 " *

    #T3

    3

    $*&0O&43&

    3&14O

    *O&!558E>>8E"113

    53LE3#6E33&!53LE6E34

    &!3#"3*1

    *X

    ** V1*

    *

    +5*

    5835L**4++!3

    **&*

    *

    P

    1/&

    "E!E"

    0#

    */&3

  • 9

    .

    + 4 /&

    #+!,33M35>>?E"3*#!6E"3

    !53>E53LE"3+3/&13*

    +

    !2 P"3

    31 +

    P

    &

    3 /-3 & 3

    **++,3

    !33"

    0*#!"&5>KE

    12 /& 3 / &

    /&@B

    @#YB*

    0#1O

    55$?88KZ

    5CHGD

    5LM[\Z >/!L/"

    >@B153L

    G@B1>

    *

    01*C

    V1 1 3 # !

    "3 3 & 1 !13

    "

    #

    % - !"

    P14#&P

  • 10

    0P

    #4P3*,

    0 & ? !*" 4

    P 4 !>8] D"L !"M !"

    4&

    +#/& '%+#

    HO # /& 2$ #+ 3 ! "0

    //&/&2$13 #

    $568?0**

    2

    *

    P

    0 3 3 4 3

    H/-

    0 3 ( / 1 13

    !/& " #* !/&

    "

    3 3

    +

    0

    #%,*

    !CH2" %&"0CH!@B"*

    !@B"

    #

    & 3CH

    /-*

    /&&*12

    Q C # GE3

    #)

    C#

    $ C #3

    %

    3 * & *3

  • 11

    0 CH # >8 !838>" $

    3 * & * #

    /&3

    >3>!8388>>"3

    5WC00

    LM[

    /& 3

    1

    4 3 *

    *!"

    P

    !# "

    O

    ^E) ^')> ^E>9'0O

    ^P!2."

    E^&E!E"

    )^!"

    '^P!0"**G*/-&*\

    3CH&-

    *LE3

    3*

    1

    5$?88K

    /

    C3

    5 ! "

    , $ -

    3C

    >>8[ 3

    & # C , 43&&

    0&C

    >K8[

    !#"

    3#

    L1

  • 12

    # 3

    # 1

    # &

    @B133/

    $ 3

    !"

    I 1 # 1 3 4

    3

    #

    /&1012

    3 3 # /&

    *3 ! "3 D @B

    P *

    D ) D #4 /&

    (!3@22B"

    #4/&

    I/&(D I/&!'"

    ! D 3 1 "3

    GG[ 588[ D /&

    3 &

    #D3*31145KE!'^GG["?8E!'^588["3#01P

    /&5!GG[) 59>!588[).

    0##43

  • 13

    %&

    5. O que Tenso Eltrica? o movimento das cargas eltricas no circuito. Sua unidade o Ampre. a fora que age sobre sobre as cargas eltricas do circuito, dado em Volt. o equivalente a dificuldade em por as cargas eltricas do circuito em movimento, em Ohm. o trabalho realizado para movimentar cargas, expresso em Watt. o quanto a carga percorreu, expresso em metros.

    6. O que Corrente Eltrica? o movimento das cargas eltricas no circuito. Sua unidade o Ampre. a fora que age sobre sobre as cargas eltricas do circuito, dado em Volt. o equivalente a dificuldade em por as cargas eltricas do circuito em movimento, em Ohm. o trabalho realizado para movimentar cargas, expresso em Watt. o quanto a carga percorreu, expresso em metros.

    7. O que Resistncia Eltrica? o movimento das cargas eltricas no circuito. Sua unidade o Ampre. a fora que age sobre sobre as cargas eltricas do circuito, dado em Volt. o equivalente a dificuldade em por as cargas eltricas do circuito em movimento, em Ohm. o trabalho realizado para movimentar cargas, expresso em Watt. o quanto a carga percorreu, expresso em metros.

    8. O que Potncia Eltrica? o movimento das cargas eltricas no circuito. Sua unidade o Ampre. a fora que age sobre sobre as cargas eltricas do circuito, dado em Volt. o equivalente a dificuldade em por as cargas eltricas do circuito em movimento, em Ohm. o trabalho realizado para movimentar cargas, expresso em Watt. o quanto a carga percorreu, expresso em metros.

    9. Para ligar um Led em 12Vcc, com uma corrente de 15mA, precisamos de: Um resistor de 800 . Um resistor de 80 . Um resistor de 0,8 . Um diodo retificador. Zero Ohm (0 - no precisa de resistor).

    10. A funo do diodo no primeiro circuito apresentado do indicador piloto para interruptores : O diodo no faz nada no circuito, por isso pde ser retirado. Agir como fusvel, por isso pode ser retirado. O resistor tem polaridade muito sensvel s tenses reversas. Assim, o diodo retificador transforma CC em AC,

    protegendo o resistor das tenses reversas. O Led tem polaridade muito sensvel s tenses reversas. Assim, o diodo retificador age como uma vlvula,

    deixando a corrente passar em um nico sentido, transformando AC em CC, protegendo o Led das tenses reversas. Limitar o valor da corrente que vai ser entregue ao Led,