Meci - Aula_04

Click here to load reader

  • date post

    12-Apr-2016
  • Category

    Documents

  • view

    5
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Metodologia - Estácio

Transcript of Meci - Aula_04

Apresentao do PowerPoint

Metodologia CientficaCaroline PetianAula 4

Pesquisa: por onde comear?O maior desafio aprender a formular perguntas que podem corresponder quelas respostas que a natureza ou a sociedade nos apresentam.

2 Alphaspirit | Dreamstime.comPesquisa: por onde comear?Voc poderia supor que as mulheres escolhem Pedagogia porque gostam de crianas e que os homens escolhem Engenharia porque gostam de clculos.

A causa do fenmeno seria ento apenas uma questo de caractersticas de ser homem ou mulher?3Pesquisa: por onde comear?De pergunta em pergunta, surgem novas pistas de investigao que pouco a pouco podero conduzir voc a uma compreenso mais completa e consistente do que voc observou.

Para formular essas perguntas, inicialmente voc tem que reunir algumas hipteses explicativas.4

Pesquisa: por onde comear?O sexo da pessoa determina o gosto por crianas ou por matemtica?

Assim, ser possvel verificar suas implicaes e testar sua adequao ao fenmeno que voc quer entender.

5 Lee Chin Chang | Dreamstime.comPesquisa: por onde comear?A formao de um cientista ou pesquisador, mais do que um processo acadmico, se faz pelo desenvolvimento de um conjunto de atitudes ou posturas intelectuais em face do contexto e frente a si mesmo.

O trabalho intelectual no pode ser separado davida.6

Conhecimento e EducaoO conhecimento cientfico diferente de outros tipos de conhecimento pelo modo como produzido.

Uma das caractersticas do trabalho cientfico que ele, na realidade, no nasce de uma mente iluminada, mas de um dilogo entre voc e outros que se interessaram pelo mesmo tema.

7 Falara | Dreamstime.com

Conhecimento e Educao

Vivemos h vrias dcadas um contexto que, sobretudo a partir da Segunda Guerra Mundial, tem trazido, numa dimenso global, a acelerao cada vez maior da produo e do consumo de produtos que incorporam conhecimentos de base cientfica transformados em tecnologia. 8 Ninared | Dreamstime.comConhecimento e EducaoResponsabilidade social da universidade uma das principais instituies encarregadas da produo e disseminao do conhecimento cientfico.

A pesquisa cientfica nas universidades e seu trabalho de formao de profissionais e de novos pesquisadores passa a ter um carter estratgico para o desenvolvimento e o bem-estar das naes.

9At a Idade Mdia, os profissionais que hoje identificamos como cientistas ou pesquisadores eram fundamentalmente filsofos que estudavam as obras da Antiguidade Clssica.

Desenvolviam suas pesquisas nos mosteiros a partir do estudo da teologia, filosofia, literatura e eventos naturais, no contexto de uma viso religiosa do mundo, balizada pela leitura da Bblia.10

O controle eclesistico sobre a atividade cientfica naquele perodo limitou a maior parte do esforo de pesquisa s tentativas de explicar o universo sem contradies com o que estava descrito nas Sagradas Escrituras.

11Todas as explicaes que no corroborassem isso, eram consideradas heresias e eram passveis de punio com perseguio e at morte. Picadillu | Dreamstime.comUm pouco de HistriaA universidade de Paris, fundada em 1208, foi organizada a partir da associao de professores e estudantes de vrias disciplinas numa corporao com alguma autonomia em relao Igreja e ao Estado, guardando similaridades com o que hoje se considera uma universidade.12

As universidades se constituram inicialmente como centros dedicados a estudos clssicos (latim, grego, lgica, retrica, aritmtica, geometria, histria natural e astrologia), que ofereciam tambm formao em direito, medicina e teologia.

13Um pouco de Histria Francesco Alessi | Dreamstime.comSomente a partir do sculo XVI, com a Reforma Protestante e a efervescncia do pensamento ctico com o Renascimento, ganhou maior impulso uma cultura de reflexo e investigao com mais liberdade de crtica frente aos dogmas da doutrina da Igreja e ao poder poltico, ainda que no sem retrocessos e dificuldades.14Um pouco de Histria

A cincia emprica no era valorizada no ambiente universitrio at o sculo XVII.

Cientistas formavam sociedades ou associaes, nas quais se reuniam periodicamente para discutir pesquisa emprica. 15Um pouco de Histria Roy Mattappallil Thomas | Dreamstime.comA crescente demanda de novas tecnologias para a indstria e o comrcio, equacionando problemas do setor produtivo e aumentando sua eficincia, favoreceu o desenvolvimento do conhecimento cientfico e sua progressiva institucionalizao progressiva a partir do sculo XIX.

Universidade de Berlim - 1810 16Um pouco de Histria

No BrasilAs universidades brasileiras s foram organizadas a partir de 1920.

O sistema de ensino superior era composto por escolas autnomas, voltadas para a formao de profissionais liberais (advogados, mdicos, engenheiros, agrnomos)17 Anamomarques | Dreamstime.comIniciativas nacionaisSBPC Sociedade Brasileira para o Progresso da Cincia (http://www.sbpcnet.org.br/site/)

Afirmar a importncia da cincia no pas e angariar apoio junto aos governantes e sociedade para a garantia de condies adequadas para o trabalho cientfico, especialmente o financiamento regular das atividades.

18CNPq - Conselho Nacional de Pesquisa (1951)

CAPES Campanha Nacional de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior (1951)

FAPESP Fundao de Amparo Pesquisa do Estado de So Paulo (1960)

FAPERGS Fundao de Amparo Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (1964)19Iniciativas nacionaisVdeo da AulaCNPq - Vdeo Institucional

20Desafios para a Cincia e a UniversidadeA perspectiva de desenvolvimento econmico e social no sculo XXI supe, necessariamente, que cada pas amplie seu investimento em educao de qualidade de forma articulada s polticas de desenvolvimento da pesquisa cientfica, da tecnologia e da inovao, seja em termos de condies de infraestrutura, seja em termos de formao de recursos humanos.21

Preparar futuros profissionais para uma atitude de permanente aprendizado, atento e crtico, para participar com autonomia intelectual e criatividade das transformaes num mundo cada vez mais voltil, cujo futuro sustentvel responsabilidade de todos.22Desafios para a Cincia e a Universidade Skypixel | Dreamstime.comVoc pesquisador.

Sociedade exige atualizao.

Grupo de pesquisadores dentro da universidade; projetos que atendam sociedade.23Desafios para a Cincia e a UniversidadeRefernciasBACHELARD, G. A Formao do Esprito Cientfico. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.BRANDO, C. R. O Ardil da Ordem: caminhos e armadilhas da educao popular. Campinas: Papirus, 1983.PACKER, A. L. Os peridicos brasileiros e a comunicao da pesquisa nacional. Revista USP, 2011, n.89, pp. 26-61.SPELLER, P., ROBL, F. e MENEGHEL, S. M. (orgs.) Desafios e perspectivas da educao superior brasileira para a prxima dcada. Braslia: UNESCO, CNE, MEC, 2012.

24Metodologia CientficaCaroline PetianAtividade 426Leia atentamente as afirmativas abaixo. Observe que elas apontam para diversas colocaes acerca do Conhecimento.I. O conhecimento deve ser compreendido como um processo dinmico, inacabado e em constante transformao e adaptao;II. A cincia uma das formas de conhecimento, com caractersticas prprias, como a possibilidade de ser verificada e comprovada por outros;III. O conhecimento pode, inclusive, ser perigoso em determinados contextos;IV. Ao relacionar-se com o meio, o homem faz uso de diversas formas de conhecimento e, por meio dessas formas, ele transforma o mundo ao mesmo tempo em que transformado.A partir das afirmaes anteriores, buscando responder o que conhecimento?, pode-se considerar que:

a) somente as afirmativas I e II esto corretas.b) somente as afirmativas I e IV esto corretas.c) somente a afirmativa III est incorreta.d) somente a alternativa I est incorreta.e) todas as afirmativas esto corretas.

27