Manual do Operador de Produtos Explosivos

Click here to load reader

  • date post

    09-Jan-2017
  • Category

    Documents

  • view

    252
  • download

    22

Embed Size (px)

Transcript of Manual do Operador de Produtos Explosivos

  • MM ANUALANUAL DODO OO PERADORPERADOR DEDE PP RODUTOSRODUTOS EE XPLOSIVOSXPLOSIVOS

    Um gu i a de apo io para a formaoUm gu i a de apo io para a formao

    Associao Portuguesa de Estudos e Engenharia de Explosivos

    Associao Nacional da Indstria Extractiva e Transformadora

  • TTULO Manual do operador de produtos explosivos

    COORDENADORES Jos Carlos Gis e Antnio Vieira

    AUTORES

    DESIGN E REVISO

    Rui Santos Silva e Patrcia Moreira (LABCARGA|ISEP)

    EDIO

    Todos os direitos reservados: Associao Portuguesa de Estudos e Engenharia de Explosivos, AP3E Avenida da Universidade de Coimbra 3150-277 Condeixa-a-Nova Tel: (+351) 239941234; Fax: (+351) 239941234 E-mail: [email protected]

    Associao Nacional da Indstria Extractiva e Transformadora, ANIET Rua Jlio Dinis, 931, 1. Esquerdo 4050-327 Porto Tel: (+351) 226096699; Fax: (+351) 226065206 E-mail: [email protected]

    ISBN XXXXXXXXXXXX

    DEPSITO LEGAL XXXXXXXXXXXX

    IMPRESSO E ACABAMENTO

    XXXXXXXXXXXX

    FOTOGRAFIA DA CAPA

    Antnio Ribeiro

    Julho de 2011 300 exemplares

    Os textos e opinies do presente volume so da responsabilidade exclusiva dos seus autores e coordenadores do volume e no necessariamente coincidentes com os da AP3E e ANIET No permitida a reproduo total ou parcial deste livro por qualquer processo electrnico, fotogrfico, por fotocpia, ou qualquer outra forma copiada, sem autorizao prvia, por escrito dos Editores AP3E-ANIET

    Jos Carlos Gis Antnio Vieira

    Antnio Carlos Galiza Pedro Bernardo

    Celeste Gomes Helder I. Chamin

    PATROCNIOS

    APOIOS

    EDIO

    | i i

  • Jos Carlos Gis engenhei ro mecn ico e doutor em engenharia mecnica. professor aux i l ia r no Departamento de Engenharia Mecnica da Faculdade de Cincias e Tecnologia da Universidade de Coimbra. Desenvolve investigao na rea dos materiais energticos no LEDAP Laboratrio de Energtica e Detnica, na Associao de Apoio e na ADAI - Associao para o Desenvolvimento da Aerodinmica Industrial. presidente da Direco da AP3E. Integra o Conselho da EFEE European Federa-tion of Explosives Engineers, tendo sido presidente entre 2008-2010. Tem inmeras publicaes em revistas nacionais e interna-cionais. co-autor dos captulos 1 , 2 , 5, 6, 10, 11 e 12, bem como participou na reviso geral e coordenao do Manual.

    Antnio Vieira engenheiro geotcnico, com exper inc ia profiss ional , em vrias empresas de referncia do sector extractivo, na rea mineira, no desmonte de rochas com explosivos em obras de engenharia civil e em pedreiras para a produo de agregados. investigador de doutoramento no Departamento de Cincias da Terra da Faculdade de Cincias e Tecnologia da Universidade de Coimbra. vice-presidente da Direco da AP3E. Foi docente convidado de Desmonte de Macios Rochosos e Escavaes Subterrneas no Instituto Superior de Engenharia do Porto do Politcnico do Porto . co-autor dos captulos 1 , 2 , 4, 7, 8, 10, 11, 12 e colaborou no captulo 3, bem como participou na reviso geral e coordenao do Manual.

    Antnio Carlos Galiza engenheiro de minas, com vasta experincia em projectos de engenharia nas reas da minerao, da geoengenharia de macios rochosos e da gesto de recursos geolgicos. Exerceu actividade profissional em vrias empresas de referncia do sector extractivo. Membro Snior da Ordem dos Engenheiros. investigador de doutoramento em engenharia de macios rochosos no Centro GeoBioTec da Universidade de Aveiro. professor adjunto no Instituto Superior de Engenharia do Porto do Politcnico do Porto onde o responsvel pela rea de Desmonte de Macios Rochosos e de Escavaes Subterr-neas. co-autor dos captulos 4, 7 e 8 e colaborou nos captulos 1, 2, 11 e 12.

    Pedro Bernardo engenheiro de minas, mestre em mineralurgia e planeamento mineiro e doutor em engenharia de minas. Membro Snior e Especialista em Geotecnia pela Ordem dos Engenheiros. Desde 2006, Director Tcnico dos Departamentos de Desmonte e Comercial da Sociedade de Explosivos Civis (SEC, SA), actualmente designada por ORICA PORTUGAL. professor auxiliar no Instituto Superior Tcnico da Universidade Tcnica de Lisboa. Investigador no grupo CEGEO|Centro de Geotecnia do Centro CERENA|IST. Foi vogal do Colgio Nacional de Engenharia Geolgica e de Minas da Ordem dos Engenheiros (2004-2010) e membro da Direco da Sociedade Portuguesa de Geotecnia (2004-2008). Perito, designado pelo Conselho Nacional do Colgio de Engenharia Geolgica e de Minas da Ordem dos Engenheiros, em situaes envolvendo substncias explosivas para uso civil, relacionadas com os trabalhos de engenharia inerentes escavao de macios rochosos (ao nvel de dimensionamento e de impactes ambientais). Tem inmeras publicaes em revistas tcnicas e cientficas. autor do captulo 9 e colaborou nos captulos 1, 2, 11 e 12, bem como participou na reviso geral do Manual.

    Celeste Gomes g e l oga e do ut ora em g eo l og i a . pro fe s s ora a ux i l i a r no Departamento de Cincias da Terra da Faculdade de Cincias e Tecnologia da Universidade de Coimbra. Investigadora do Centro de Geofsica da Universidade de Coim-bra. Desenvolve investigao em caracterizao de parmetros fsicos (com destaque para os magnticos) de materiais, incluindo rochas, solos e poeiras e, bem assim, em educao em cincias e formao de professores. Tem vrias publicaes cientficas em revistas nacionais e internacionais. co-autora do captulo 3 e colaborou nos captulos 1 e 2.

    NOTA BIOGRFICA DOS AUTORES

    Helder I. Chamin gelogo, doutor em geologia (geotectnica regional e cartografia) e agregado em geocincias (mecnica das rochas.). professor coordenador com agregao no Instituto Superior de Engenharia do Porto do Politcnico do Porto, onde lecciona geologia aplicada e geomecnica de meios fracturados e coordena a rea das geocincias aplicadas engenharia. Exerceu actividade de consultadoria em vrias empresas de geoengenharia, de prospeco de georrecursos e do sector extractivo. Director do Centro de Prestao de Servios Especializados e I&D, Laboratrio de Cartografia e Geologia Aplicada, LABCARGA|ISEP. investigador no grupo de Georrecursos, Geotecnia e Geomateriais do Centro GeoBioTec da Universidade de Aveiro. Desenvolve investigao nas reas da cartografia geo-aplicada, da geologia estrutural e geomecnica de macios rochosos, da hidrogeologia de meios fracturados e geoconservao do patrimnio geomineiro. Tem inmeras publicaes cientficas e tcni-cas nacionais e internacionais, bem como editor associado de vrias revistas internacionais. co-autor do captulo 3 e colaborou nos captulos 1, 2 e 12, bem como participou na reviso geral do Manual.

    i i i |

  • PREFCIO

    A utilizao de explosivos civis e todas as actividades a ela associadas constituem hoje um importante vector

    scio-econmico no nosso pas, com fortes implicaes em sectores-chave, designadamente na indstria, na

    construo civil, no sector mineiro e de extraco de inertes.

    Contudo, tais actividade requerem um cuidado acrescido, principalmente no que se refere ao seu manuseamen-

    to e emprego, quanto aos procedimentos a observar, como resulta da experincia acumulada e dos conheci-

    mentos tcnico-cientficos adquiridos, pelo que, s um rigoroso cumprimento das regras definidas, permite

    reduzir os riscos, em prol da segurana de todos os que exercem as referidas actividades e dos que lhe esto

    prximos.

    O presente Manual constitui, pelo seu contedo e pela reconhecida competncia e autoridade na matria dos

    seus autores, um contributo imprescindvel para a informao e formao dos que exercem actividades rela-

    cionadas com substncias explosivas, fornecendo os conhecimentos necessrios e adequados para a segurana

    de todos aqueles que os manuseiam e empregam.

    Parabns, por isso, aos seus autores, por este seu valioso e imprescindvel contributo para a segurana e credibi-

    lidade da actividade, o que muito beneficia todos os que a exercem, bem como aqueles que tm responsabili-

    dades no seu licenciamento e fiscalizao.

    O meu obrigado!

    O Director do

    Departamento de Armas e Explosivos da PSP

    Francisco Antnio Carrilho Bagina, Superintendente

    v |

  • AGRADECIMENTOS

    Um agradecimento a todos aqueles que, directa ou indirectamente, colaboraram para a concretizao

    deste Manual, nomeadamente aos seus autores, pela generosa disponibilidade em transmitir de forma

    voluntria, dedicada e competente os conhecimentos cientficos, tcnicos e experincia profissional.

    s empresas MaxamPor SA, Moura Silva & Filhos SA, ORICA Portugal, Atlas Copco SA, pelo inequvoco

    apoio nas vrias fases de execuo do Manual, bem como pela cedncia de imagens e outros elementos de

    informao tcnica. A todas as outras empresas do sector e tcnicos que partilharam informaes de ndole

    vria ou disponibilizaram elementos fotogrficos de equipamentos que permitiram o enriquecimento do

    Manual.

    Ao Departamento de Engenharia Geotcnica do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) do Poli-

    tcnico do Porto, ao Departamento de Mecnica e Departamento de Cincias da Terra da Faculdade de

    Cincias e Tecnologia (FCTUC) da Universidade de Coimbra, ao Laboratrio de Cartografia e Geologia Apli-

    cada (Labcarga|ISEP) e ao Laboratrio de Energtica e Detnica (LEDAP|UC), pelo intenso envolvimento e

    colaborao tcnico-cientfica de docentes e investigadores na redaco do Manual.

    Ao Departamento de Armas e Explosivos da Polcia de Segurana Pblica, pelo estmulo e sugestes dadas

    para o contedo do Manual.

    Gratos colaborao, em momentos vrios, na elaborao do Manual de vrios colegas, em particular, a Eng

    Francelina Pinto (ANIET), o Prof. Antnio Sar