Independências na América Espanhola Séc. XIX · PDF file...

Click here to load reader

  • date post

    03-Aug-2020
  • Category

    Documents

  • view

    0
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Independências na América Espanhola Séc. XIX · PDF file...

  • Prof. André

    Independências

    na América

    Espanhola –

    Séc. XIX

  • América Espanhola Hoje:

  • América Espanhola antes

    das Independências:

  • Ao contrário do Brasil, A América Espanhola já era

    dividida. Isso contribuiu para que após as independências surgissem vários países ali, o

    que não aconteceu na América Portuguesa.

  • A maioria dos processos de independência foi conduzida pela Elite

    Criolla sob influência do Iluminismo e da

    Independência dos EUA.

  • Economia e Relações de Trabalho

    • Mineração – Principal atividade econômica.

    • Agricultura – Mão de obra escrava africana – produção para o mercado interno – haciendas (fazendas agrícolas) e estâncias (fazendas de pecuária).

    • Formas de trabalho:

    • Encomienda – os índios são explorados, mas recebem catequese.

    • Mita – Os índios são explorados temporariamente e ainda são remunerados (moedas e gêneros de subsistência).

  • Motivos que levaram às lutas pela Independência:

    • Altos impostos pagos à Metrópole (Espanha).

    • Invasão Napoleônica à Espanha, não reconhecimento do Novo Governo Provisório Napoleônico e formação de Juntas Provisórias de governo aqui na América.

    • Monopólio comercial com a Espanha.

    • Proibição de abertura de manufaturas.

  • Libertadores da América:

    José San Martín Simón Bolívar

  • Independência do Haiti - 1804

  • Resumo: • 1ª nação independente do Caribe, 1ª República Negra do

    Mundo, 1º país do Ocidente a abolir a escravidão.

    • Até 1789, Saint-Domingue era a mais rica das colônias francesas, produzindo 40% do açúcar do mundo.

    • 40.000 colonos franceses X 500.000 escravos.

    • Escassez de alimentos, elevada taxa de mortalidade e inúmeras doenças.

    • Em 1794 a Convenção aboliu a escravidão nas colônias francesas.

    • O general que comandava o exército francês na ilha mudou de lado. Em vez de combater os quilombolas, passou a recrutá- los para a luta contra o novo inimigo: os brancos escravagistas.

  • Principais Líderes:

    Jean Jacques Dessalines Toussaint Louverture

  • • Em 1794 Toussaint foi nomeado general do exército que deveria combater os escravistas.

    • Em 1801, Toussaint preparou a Constituição de um novo país sem escravidão, mas Napoleão recusou a independência, além de restaurar a escravidão!

    • Napoleão envia 60.000 homens para tentar restabelecer ordem na ilha.

    • Os haitianos decidem apoiar não só o fim da escravidão, mas a independência.

    • Toussaint rompeu com a França (até então era aliado e defendia só a abolição) e liderou a luta até ser capturado e enviado à França, onde morreu de pneumonia na prisão em 1803.

    • Dessalines, Pétion e Christophe lideraram os haitianos rumo à vitória em 1804.