Imperialismo, Colonialismo e Neo-colonialismo: O caso da África

Click here to load reader

  • date post

    06-Jul-2015
  • Category

    Education

  • view

    5.545
  • download

    18

Embed Size (px)

description

Imperialismo, Colonialismo e Neo-colonialismo: O caso da África Francisco Carlos Teixeira da Silva Laboratório de Estudos do Tempo Presente / TEMPO História Contemporânea 2009

Transcript of Imperialismo, Colonialismo e Neo-colonialismo: O caso da África

  • 1. Imprialismo, Colonialismo e Neo-colonialismo. O Caso da FRICA Francisco Carlos Teixeira Da Silva Laboratrio de Estudos do Tempo Presente/UFRJ Histria Contempornea 2009

2. Nossas Origens:

  • A teoria out of Africa e a colonizao do mundo;
  • Origens: rea entre a Nambia e a frica do Sul;
  • Corredor: Tanznia/Qunia/Eritia/Mar Vermelho: cinco milhes de anos;

3. Povo Khoisan ( hotentote khoikoi e Bushman San ): 4. Povo Khoisan 5. Out of Africa

  • O primeiro homindeo, oAustralopiteco , viveu na frica Austral, desde h 5 milhes de anos, e desapareceu h 1 milho de anos.
  • Seguidamente, viveu oHomo habilisque j fabricava instrumentos desde h 2 500 000 anos e desapareceu h 1 milho anos.
  • OHomo erectusfoi o primeiro homindeo a andar em posio totalmente erecta. Este viveu desde h 2 milhes de anos e desapareceu h 50 000 anos.
  • OHomo sapienss aparece depois destes, h cerca de 100 000 anos.
  • O gnero mais antigo era oHomem de Neandertale o mais recente, com caractersticas do homem actual, apareceu h 40 000 anos, oHomo sapiens sapiens.
  • Esta aprovvelevoluo do Homem, na qual nos vamos centrar nos prximos artigos, e abordar aspectos como: modos de vida, instrumentos de trabalho, estrutura humana, actividades e algumas curiosidades.

6. A Eva Mitocondrial

  • According to the Out of Africa Model, developed by Chris Stringer and Peter Andrews, modernH. sapiensevolved in Africa 200,000 years ago. Homo sapiens began migrating from Africa between 70,000 50,000 years ago and would eventually replace existing hominid species in Europe and Asia. The Out of Africa Model has gained support by recent research using mitochondrial DNA (mtDNA). After analysing genealogy trees constructed using 133 types of mtDNA, they concluded that all were descended from a woman from Africa, dubbed Mitochondrial Eve (Rebecca L. Cann, Mark Stoneking, Allan C. Wilson (1987)Mitochondrial DNA and human evolutioninNature 325 : 31-36 PubMed ).

7. 8. A antigidade Africana

  • A origem dos homens e a origem das civilizaes:
  • A grande seca do Paleoltico e a condensao civilizatria;
  • Cultura niltica: 5000 a.C.

9. Do Sahara ao Nilo: construindo civilizaes. 10. Populaes mestias construram as primeiras civilizaes: 11. A diversidade africana: 12. 13. Grupos tnico-lingusticos:

  • Em amarelo: semtico;
  • Em verde: bantu;
  • Em rosa: mande, mandinga
  • Em marron-escuro: niltico;

14. A exuberncia bantu:

  • Camares, 1000 a.C. incio da migrao bantu;
  • Chegada no sul da frica em IV d. C.;
  • So minorias de povos agrcolas que dominam e mesclam-se com povos coletores-caadores.

15. Civilizaes de cidades, rebanhos e rotas de comrcio: 16. Grandes rotas do comrcio internacional de ouro, marfim e tecidos.

  • Sculo VIII: os estados da savana do Niger ( Iorub ): agricultura e pastoreiro, mas contas de vidro;
  • Imprio do Mali, junto ao Niger, controla o comrcio entre os sculos XIII e XV;
  • O Imprio Ashanti, sculo XVIII.

17. Os produtos do comrcio africano: o vidro. 18. O marfim: 19. Os bronzes: 20. Bronzes do Benin, sculo XV 21. O ouro: 22. Os escravos: 23. A escravidonafrica :

  • A escravido pr-colonial;
  • Aescravido entre os africanos;
  • O trfico rabe de escravos;
  • O trfico europeu de escravos.

24. frica: as sociedades de linhagens

  • As linhagens e o sitema de dom e contradom;
  • O papel dos ancios: redistribuio, poder e magia;
  • Os saberes tradicionais: cura e propseridade.

25. A escravido no Novo Mundo: sculos XVI e XIX.