Fundamentos da teor. macr aula 1

download Fundamentos da teor. macr aula 1

of 24

  • date post

    27-Dec-2014
  • Category

    Education

  • view

    4.246
  • download

    2

Embed Size (px)

description

 

Transcript of Fundamentos da teor. macr aula 1

  • 1. Fundamentos da TeoriaMacroeconmica Poltica e anlise econmica
  • 2. Questes conjunturais Do que depender o seu sucesso profissional nos prximos 20 anos? Voc ter muitas ou poucas ofertas de emprego aps sua graduao? O que leva uma empresa a falncia? Ou a contratar mais empregados?
  • 3. Por que h perodos de fartura e outros de misria? Quanto o seu salrio poder comprar daqui a 12 meses? Qual o atual estado da economia ? Como avaliar se o aumento do salrio bom ou ruim para a economia como um todo?
  • 4. Porque entender de macroeconomia? A sobrevivncia das empresas, o nvel de empregos disponveis, as expanses ou retraes do consumo, o nvel de inflao e at a manuteno do governo no poder dependem muitas vezes do sucesso ou fracasso das atuaes econmicas dos incumbidos da poltica econmica de cada governo.
  • 5. O conhecimento da macroeconomia possibilitar a voc uma avaliao dos benefcios e os custos de abordagens diferentes da poltica macroeconmica, que pretende promover o crescimento econmico, o alto emprego e o controle da inflao.
  • 6. O que trata a macroeconomia? A teoria macroeconmica moderna procura explicar os pnicos financeiros, os ciclos de crescimento e estagnao e as atividades dos negcios em geral. A Macroeconomia trata da evoluo da economia como um todo, analisando a determinao e o comportamento dos grandes agregados como: renda, produto nacional,investimentos,poupana e consumo, nvel geral de preos, emprego e desemprego, estoque de moeda, taxas de juros,balana de pagamento e taxa de cmbio.
  • 7. A macroeconomia trata o mercado de forma global. Negligencia o comportamento das unidades econmicas individuais(famlias e firmas), a fixao de preos nos mercados especficos, os efeitos dos oligoplios em mercados individuais, etc, essas so preocupaes da microeconomia.
  • 8. Mercados No mercado de bens e servios, o conceito de Produto Nacional(PN) um agregado de mercados agrcolas, industriais e servios. No mercado de trabalho a macro preocupa-se com a falta e a demanda de mo-de-obra e com a determinao dos salrios e o nvel de emprego. No se preocupa com as diferenas em qualificao, sexo, gnero, faixa etria , origem da fora de trabalho, etc.
  • 9. Questes conjunturais e estruturais A macroeconomia preocupa-se com questes conjunturais de curto prazo: Desemprego-diferena entre produo efetiva e potencial- inflao- aumento contnuo do nvel geral de preos- e questes estruturais como desenvolvimento econmico, progresso tecnolgico, estas extrapolam uma anlise meramente econmica envolvendo questes polticas, sociolgicas, histricas,etc, o que no curto prazo so equacionadas.
  • 10. Mercado como um todo Quando considera apenas o nvel da taxa de juros, no so destacados devidamente as diferenas entre vrios tipos de aplicaes financeiras e/ou ttulos. Mas sim o mercado de ttulos de um modo geral.
  • 11. METAS DE POLTICA MACROECONMICA Pleno emprego de recursos; Estabilidade de preos; Distribuio de renda socialmente justa; Crescimento econmico As questes relativas ao emprego e inflao so considerada como conjunturais, constituindo-se polticas de estabilizao.
  • 12. Promoo do Nvel de Emprego A questo do desemprego eclodiu a partir dos anos 30.O produto nacional dos EUA caiu 30% entre 1929 e 1933, e a taxa de desemprego ficou em 25% da fora de trabalho.Surgiu ento a Teoria Geral do emprego, do juro e da moeda(1936)-J. Keynes.
  • 13. Estabilidade de Preos Inflao o aumento contnuo e generalizado no nvel geral de preos.A inflao acarreta distores sobre a distribuio de renda, expectativas empresariais, mercado de capitais e no Balano de pagamentos. Costuma-se aceitar que um pouco de inflao inerente aos ajustes de uma sociedade dinmica, em crescimento.Mesmo em pases desenvolvidos, mostra- se que , quanto maior o nvel de atividade econmica, mais os recursos tendem a ficar no limite de sua utilizao, o que gera tenses inflacionrias
  • 14. Distribuio eqitativa de renda O Crescimento da economia brasileira nos fins dos anos 60 e 70-milagre brasileiro-seguiu a chamada Teoria do Bolo-primeiro crescer, para depois repartir.A posio do governo era de que um certo grau de concentrao de renda era inerente ao desenvolvimento capitalista.Houve um aumento geral do padro de vida-o rico ficou mais rico-.
  • 15. Crescimento econmico Se existe desemprego e capacidade ociosa, pode-se aumentar o produto nacional por meio de polticas econmicas que estimulem a atividade produtiva ou: pelo aumento dos recursos disponveis; avano tecnolgico. O aumento de renda per capita no necessariamente significa que esta havendo uma melhoria no padro de vida. Desenvolvimento X Crescimento
  • 16. Conflito e dilemas nos objetivos dePoltica Econmica Os objetivos no so independentes uns dos outros, podendo inclusive ser conflitantes. Atingir uma meta de crescimento pode ( mas no necessariamente) abrandar as diferenas sociais.A combinao de P.E. afeta diferentes grupos na sociedade de diferentes maneiras.O administrador pblico(policy-marker) tem que fazer uma escolha quanto nfase a ser dada a diferentes objetivos.
  • 17. Estrutura da Anlise Macroeconmica A macroeconomia enfoca a economia como se ela fosse constituda por uma parte real e uma parte monetria divididas em 4 mercados.
  • 18. MERCADOS VARIVEIS DETERMINADASPLANO Mercado de bens e Produto NacionalREAL servio Nvel Geral de Preos Mercado de Trabalho Nvel de Emprego Salrios NominaisPLANO Mercado Taxa de JurosMONETRIO Financeiro(monetrio e ttulos Estoque de Moeda Mercado de divisas Taxa de Cmbio
  • 19. INSTRUMENTOS DE POLTICA MACROECONMICA A poltica macroeconmica envolve a atuao do governo sobre a capacidade produtiva(produo agregada) e despesas planejadas(demanda agregada), com o objetivo de permitir economia operar a pleno emprego, com baixas taxas de inflao e distribuio justa de renda.
  • 20. Poltica Fiscal Refere-se a todos os instrumentos de que o governo dispe para arrecadao de tributos(poltica tributria) e controle de suas despesas(poltica de gastos). Pela manipulao da estrutura e alquotas de impostos, pode-se estimular (ou inibir) os gastos do setor privado em consumo e em investimento.
  • 21. Poltica Monetria Refere-se atuao do governo sobre a quantidade de moeda, de crdito e de taxas de juros. Os instrumentos disponveis para tal so:emisses; reservas compulsrias; open market (compra e venda de ttulos);redesconto (emprstimos de banco central aos bancos);regulamentao sobre crdito e taxa de juros.
  • 22. Polticas de Rendas(Controle depreos e salrios) O controles sobre preos e salr