Download (1.66 MB)

Click here to load reader

  • date post

    09-Jan-2017
  • Category

    Documents

  • view

    262
  • download

    10

Embed Size (px)

Transcript of Download (1.66 MB)

  • Avaliao do

    estado actual do conhecimento

    sobre fruteiras nativas

    em Moambique

    Maio de 2015

  • 3

    FICHA TCNICA

    Ttulo:

    Avaliao do Estado Actual do Conhecimento sobre Fruteiras Nativas em Moambique

    Autores:

    Virglio Santo-Antnio

    Lus Filipe Goulo

    Fotos de capa e contra-capa:

    Pedro Tomo (capa: comunidades rurais procedendo a venda de frutos de maphilua (Vangueria

    infausta); contra-capa: planta adulta de maphilua em frutificao, antes da maturao dos frutos)

    Ano de Publicao: 2015

    Apoios:

    Distribuio gratuita

  • 4

    AVALIAO DO ESTADO ACTUAL DO

    CONHECIMENTO SOBRE FRUTEIRAS

    NATIVAS EM MOAMBIQUE

    Maputo, 2015

  • 5

    NDICE

    Pgina

    Abreviaturas 6

    Nota Introdutria 8

    Enquadramento 9

    Lista de Trabalhos Publicados no mbito de Fruteiras Nativas em Moambique 11

    Universidade Eduardo Mondlane 11

    Instituto de Investigao Agrria de Moambique 14

    Entidades Oficiais de Moambique 15

    Institutos internacionais 15

    Documentos do sector privado 16

    Trabalhos Publicados em Captulos de Livros e Revistas Cientficas 16

    Projectos de Investigao em Fruteiras Nativas 17

    Resumo das Entrevistas Realizadas Junto de Actores-Chave 19

    Anlise FFOA: Foras, Fraquezas, Oportunidades e Ameaas 26

    Recomendaes 30

    RESUMO GRFICO (Word Cloud) 32

    Consideraes Finais 35

    Resumos de Teses e Trabalhos Publicados sobre Fruteiras Nativas 36

    Universidade Eduardo Mondlane 36

    Instituto de Investigao Agrria de Moambique 94

    Entidades Oficiais de Moambique 101

    Institutos internacionais 106

    Documentos do sector privado 114

    Trabalhos Publicados em Captulos de Livros e Revistas Cientficas 116

    Lista dos nomes cientficos e vernaculares de fruteiras nativas descritas 125

    Tipo de contribuio recolhida por classe de actores-chave 130

    Lista das personalidades e entidades contactadas 131

  • 6

    ABREVIATURAS

    CDE Centre for Development and Environment

    CEF Centro de Experimentao Florestal

    CEPAGRI Centro de Promoo da Agricultura

    CESE Centro de Estudos Scio-Econmicos

    CFF Centro de Formao em Frutas do IIAM

    CIDE Centro de Investigao e Desenvolvimento em Etnobotnica

    CIF Centro de Investigao Florestal

    CTA Confederao das Associaes Econmicas de Moambique

    EBMK Estao de Biologia Martima da Ilha de KaNyaka

    EN1 Estrada Nacional n 1

    FAEF Faculdade de Agronomia e Engenharia Florestal

    FAO Food and Agriculture Organization of the United Nations

    FC Faculdade de Cincias

    FDA Fundo de Desenvolvimento Agrrio

    FFOA Foras, Fraquezas, Oportunidades e Ameaas

    FNI Fundo Nacional de Investigao

    GPS Sistema de Posicionamento Global (Global Positioning System)

    ICRAF - International Centre for Research in Agroforestry

    IIAM Instituto de Investigao Agrria de Moambique

    IMT Instituto de Medicina Tradicional

    INE Instituto Nacional de Estatstica

    INIA Instituto Nacional de Investigao Agronmica

    INNOQ Instituto Nacional de Normalizao e Qualidade

    IPEX Instituto para a Promoo de Exportaes

    ISPG Instituto Superior Politcnico de Gaza

    ISPM Instituto Superior Politcnico de Manica

  • 7

    MIC Ministrio de Indstria e Comrcio

    MINAG Ministrio de Agricultura

    MISAU Ministrio da Sade de Moambique

    MPLC Cromatografia de Coluna de Mdia Presso (Medium Pressure Liquid

    Chromatography)

    OMR Observatrio do Meio Rural

    ONG Organizao No-Governamental

    PFNM Produtos Florestais No-Madeireiros

    PICA Plano Integrado de Comercializao Agrcola

    PMEs Pequenas e Mdias Empresas

    SADC Southern African Development Community

    SAN Segurana Alimentar e Nutricional,

    SETSAN Secretariado Tcnico de Segurana Alimentar e Nutricional

    TLC Cromatografia de Camada Fina (Thin Layer Chormatography)

    UEM Universidade Eduardo Mondlane

    UniLrio Universidade Lrio

    UP Universidade Pedaggica

    VIDA Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento Africano

    WWF World Wide Fund for Nature

  • 8

    NOTA INTRODUTRIA

    Este documento, enquanto levantamento sobre o Estado Actual das Fruteiras Nativas

    em Moambique, contm informao obtida em bibliotecas, em revistas cientficas

    online, em arquivos das direes e instituies de pesquisa, em entrevistas com

    diferentes actores da rea das fruteiras nativas, entre os quais investigadores,

    Orgnizaes No-Governamentais (ONGs), fornecedores de insumos agrcolas,

    produtores, instituies do governo e entidades interessadas no processamento e

    comercializao das fruteiras nativas.

    Embora os estudos mencionados neste relatrio representem alguns dos principais

    trabalhos de investigao e teses no mbito das fruteiras nativas realizados por grande

    parte das instituies de investigao de Moambique, estes no podem ser

    considerados os nicos actualmente existentes, uma vez que, das diversas fontes

    contactadas, houve uma minoria que, por razes de ordem diversa, no pde

    disponibilizar os seus trabalhos.

    Por outro lado, muitos intervenientes e actores-chave no foram identificados e

    contactados nesta fase, que incidiu principalmente no Sul de Moambique. A todos

    aqueles que no tiveram voz e aos autores dos trabalhos no mencionados nesta que

    se pretende como uma 1 edio de um documento dinmico, em permanente

    actualizao, os autores pedem desculpa e compreenso. Contamos futuramente com

    uma participao mais alargada na preparao das prximas edies desta ferramenta.

    de referir que quaisquer informaes adicionais sobre os documentos constantes na

    presente lista podero ser obtidas directamente junto das instituies de pesquisa, dos

    centros de documentao ou das bibliotecas das respectivas faculdades.

    Na compilao deste relatrio, houve a preocupao de se transmitir da forma mais fiel

    possvel, clara e breve, as ideias das entidades contactadas, procedendo-se, no fim, a

    uma anlise de Foras, Fraquezas, Oportunidades e Ameaas (FFOA), apresentando-

    se recomendaes sobre como aproveitar as oportunidades, explorar as

    pontencialidades, superar as fragilidades e reduzir ameaas, nos diferentes campos de

    aplicao das fruteiras nativas.

  • 9

    ENQUADRAMENTO

    As espcies florestais, em particular as fruteiras nativas, jogam em Moambique um

    importante papel na nutrio e medicina tradicional para as populaes rurais e

    representam um potencial elevado de explorao econmica, na promoo de

    oportunidades de emprego e na melhoria da renda familiar das populaes e da

    economia nacional, assumindo um papel com relevncia sectorial e social para o

    desenvolvimento.

    A flora moambicana muito rica em fruteiras nativas e embora muitas delas

    apresentem amplas perspectivas de aproveitamento econmico, tanto ao nvel local

    como ao nvel nacional, poucas tm sido estudadas, sendo o conhecimento tcnico-

    cientfico actual e de oportunidades de negcio em novas cadeias de valor bastante

    incipientes, e a transferncia da informao e de conhecimento indgeno negligenciados.

    O debate e a investigao na rea das fruteiras nativas em Moambique est na sua

    fase inicial, sendo necessrio ser alavancado atravs da criao de dilogo

    multisectorial para a implementao de programas de domesticao e de explorao

    multissectorial integrada de espcies prioritrias.

    O presente documento consiste num levantamento relativo ao estado actual do

    conhecimento em fruteiras nativas de Moambique. Nele apresentam-se de forma

    resumida os trabalhos de investigao produzidos, publicados e no publicados, no

    mbito da temtica das fruteiras nativas de Moambique; o resumo das entrevistas

    realizadas aos principais actores nessa rea; uma anlise FFOA e algumas

    recomendaes sobre como aproveitar as oportunidades, explorar as pontencialidades,

    superar as fragilidades e reduzir ameaas, nos diferentes campos de aplicao das

    fruteiras nativas.

    Conclui-se que existe no pas um razovel nmero de trabalhos de licenciatura e de

    investigao, versando sobre os diferentes aspectos, na rea de fruteiras nativas. O

    interesse em realizar pesquisas visando conhecer e fazer uso das fruteiras nativas

    remonta a poca colonial. Apesar de sempre terem existido investigadores interessados

    na rea e que perante os obstculos no desistiam, a verdade que tais pesquisas

  • 10

    foram reportadas de forma muito reduzida at 1995, altura em que se registou um

    aumento considervel, atingindo um crescimento a partir do ano 2000.

    A maior parte das pesquisas realizadas baseiam-se em estudos na rea qumica

    (componente medicinal e nutricional), florestal (estudos de biodiversidade, prticas

    silviculturais, maneio florestal), etnobotnica e propagao. Outras reas, como a

    conservao e processamento ou o controlo de pragas, apresentam menos trabalhos

    realizados, contudo merecem a devida ateno em virtude do seu impacto na cadeia de

    valor das fruteiras nativas.

    Com o surgimento de uma maior variedade de cursos tcnicos e de ensino superior na

    rea dos alimentos, com o crescimento das instituies de investigao e com o

    interesse do sector privado, bem como das ONGs, em valorizar o uso das fruteiras

    nativas, surgiu a necessidade de proporcionar uma maior comunicao entre todos os

    actores-chave e intervenie