Cr´nica humor­stica

download Cr´nica humor­stica

of 23

  • date post

    01-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    10.605
  • download

    2

Embed Size (px)

Transcript of Cr´nica humor­stica

  • 1. Prof. Joo Crepschi(joao.crepschi@gmail.com)

2. O que crnica humorstica? Narrativa (conta uma estria) curta e leve, que apresenta fatos do quotidiano, fazendo o leitor divertir-se. 3. O homem trocado Crnica de Luis Fernando Verssimo; Faz parte da compilao Comdias para se Ler na Escola (2001) O que o ttulo sugere? 4. Interpretando... Por que o ttulo O Homem Trocado? Narrador: observador ou personagem? Quais os personagens da crnica? Onde se passa a estria? Em que fato do quotidiano o narrador se baseou? No incio da crnica, o homem fica tranquilo ou agitado? 5. Interpretando...(II) Que enganos que aconteceram durante a vida do homem,desde seu nascimento at o momento da cirurgia? O final confirma ou contrasta com o incio da crnica? O que gera humor no texto? Como a linguagem? Formal ou coloquial? Discurso direto ou indireto? 6. Estrutura bsica da crnica lida 7. Antes de escrever sua crnica,pense: Narrador Personagem ou observador? Personagens: quem vai participar da estria? Poucos Quotidianos No precisa descrev-los muito. 8. Antes de escrever sua crnica,pense: Espao: onde se passar a estria? Em geral, um nico espao (uma sala de recepo, umescritrio, o banco de uma praa etc.); No precisa descrev-lo muito, s o necessrio; Tempo: quando? Em geral, presente, podendo haver voltas ao passado. 9. Quando for escrever sua crnica... Enredo Baseado em um fato cotidiano; Um flagrante da vida, curioso e atual Precisa ser engraado (como?) e interessante; Pense, passo a passo, o que vai acontecer; Comeo, meio e fim! 10. Enredo Em geral, comea-se situando o leitor quanto a personagens, espao e tempo, veja: Seguem as aes planejadas por voc, contadas em discurso direto e/ou indireto; 11. Enredo O texto deve ser recheado de humor (cenas, fatos, aes ou palavras engraadas); O final deve ser surpreendente, colaborando com o humor; 12. Quando for escrever sua crnica... Linguagem Leve Variedade padro, mas sem formalismo Ttulo Criativo Incita o leitor a ler o texto 13. O que NO fazer! Discurso Direto idiota. - Oi, tudo bem? - Tudo bem e voc? - Bem tambm, ento, voc viu a Maria? - A Maria? No vi e voc? ... 14. O que NO fazer! Enredo sem qualquer interesse Estrias sem comeo, meio e fim; Tcnica do despertador; Estrias complicadas que se resolvem em segundos; 1 pargrafo estilo inqurito policial Era uma vez um homem loiro, alto, torcedor do Vasco, que se chamava Alexandre, entra no hospital So Jos, s 14 horas e v uma enfermeira, morena, gorda, 46 anos, sentada num banco de madeira etc..etc..etc... 15. O que NO fazer! Confundir crnica com conto A crnica rpida, curta e leve Os personagens(so poucos) tem menos densidade, noprecisam ser muito descritos Os espaos e o tempo so reduzidos A estria da crnica pode ser precedida ou entremeadade comentrios reflexivos do cronista. 16. Escreva uma crnica humorstica cujo tema sejaINFNCIA. Escolha um fato relatado em um jornal, ou visto nosnoticirios, para servir como base para seu texto. Sepreferir, conte uma situao vivida por voc ou porconhecidos, ou ainda baseie-se em uma destassugestes: O dilogo de um pai com seu filho pequeno; A frustrao de uma me ao dar um brinqued0 noeletrnico(moderno) a seu filho; A convivncia dos pais com seu filho mimado e birrento; Filhos pequenos questionando os pais sobre sexo; 17. Instrues Na folha, colocar nome, nmero e srie; Redao tinta; Folha sem resmolina; Abrir pargrafos; Mximo de 30 linhas; Prazo a combinar; 18. O Projeto de Texto!