CARACTERIZACIÓN PROFESIONAL DE LA ENSEÑANZA�, Manuel Fernández Cruz

Click here to load reader

  • date post

    17-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    73
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of CARACTERIZACIÓN PROFESIONAL DE LA ENSEÑANZA�, Manuel Fernández Cruz

A essncia da Reforma da Educao Profissional

Formao de Educadores e Contemporaneidade: Polticas, Concepes e PrticasProfessores: Profa. Dra. Maria Clia BorgesProf. Dr. Orlando Fernandez AquinoProfa. Dra. Vldina Gonalves da Costa

Alunas: Larissa de Almeida MartinsPatrcia Ferreira Bianchini BorgesUNIVERSIDADE FEDERAL DO TRINGULO MINEIRO Programa de ps-graduao em Educao - Mestrado

CARACTERIZACIN PROFESIONAL DE LA ENSEANZA

Manuel Fernndez Cruz21. PROFISSIONALIZAO DOCENTE1.1. Critrios de profissionalizao1.2. Movimentos de profissionalizao

2.1. Profissionalizao da comunidade de formadores2.2. Entrada do feminismo2.3. Futuro scio geogrfico da formao docente

2. LIMITES DA PROFISSIONALIZAO DOCENTE3. CRISES NA FUNO DOCENTE4. CHAVES DO DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL3Critrios de profissionalizao

Fernndez Cruz

Ter habilidade profissional, Desempenho eficaz,tica, Base econmica, ePrestgio social.

Critrios de profissionalizao

Tenorth

Requerer uma dedicao de tempo,Existncia de vocao,Estrutura organizada para seu desenvolvimento, Formao de um saber especializado,Orientao de atividade para resoluo de problemas da sociedade,Autonomia do coletivo que exerce como grupo professional.

Critrios de profissionalizaoHoyle (1995)

Funo social,Destrezas especiais,Exerccio em situaes de complexidade,Importncia da experincia - a aprendizagem,Conhecimento especfico - tempo de formao,Socializao dos valores profissionais,Ajuste de desempenho tico,Liberdade de formulao de juzo,Regulao interna do coletivo, Alto prestgio e alto nvel de remuneraoCritrios de profissionalizaoShulman (1998)

Funo social do ensino, Equilbrio entre conhecimento terico, e Conhecimento prtico e natureza artstica.

Critrios de profissionalizaoDe Vicente (1993)

caracteriza a atividade docente como um ofcio de baixa remunerao econmica, poucas oportunidades de promoo e condies de trabalho relativamente pobres. Benedito (1991) caracteriza a profisso docente:

O professor precisa da preparao para uma competncia eficaz,Uso de uma linguagem tcnica especfica,Participao em investigao didtica, Formao continuada. Caracterizao da docncia Marcelo (1994)

Burocratizao do trabalho do professor, Proletarizao e intensificao do trabalho,Progressiva feminilizao da profisso,Isolamento do professorado,Horizontalidade e riscos psicolgicos,Alto ndice de casamento entre os profissionais docentes,Baixa origem social dos professores, Alto grau de satisfao acompanhado,Alto grau de conflitividade no exerccio docente,Existncia de fatores motivacionais associados a aspectos vocacionais.

Hoyle (1995) explica que o baixo status social do ensino ocorre por trs maneiras: A renncia da funo social bsica do ensino em trminos das ideias da instruo de socializao dos valores sociais. As condies sociais em que exerce a educao.O mesmo ttulo de formao que se requer o exerccio da docncia nos nveis bsicos.Fernndez Perez (1995) destaca os traos menos discutidos de uma profisso:1. Saber especfico, 2. Progresso contnuo de carter tcnico, 3. Fundamentao cientfico-tcnica, 4. Autoproteo do profissional, 5. Certo nvel de institucionalizao, reconhecimento social do servio.Questionamentos:

1. Para Fernndez Cruz, faz-se necessrio rever a proposta de melhoria do profissionalismo do professor, no apenas cobrar um conhecimento especializado, atividades colaborativas sem dar condies para isso. Vocs concordam com a afirmao do autor?

2. Ele destaca, tambm, que no se prepara o docente para a didtica, a prtica que garante o fortalecimento do conhecimento especfico. O que vocs pensam a respeito dessa afirmao de Fernndez Cruz?

1.2 Movimentos da profissionalizao

Movimentos da profissionalizaoWise (1990) apresenta seis passos para a profissionalizao dos professores:

Reforma da formao do professor,Reforma da autorizao e titulaoReestruturao das escolas,Reforma da organizao profissional,Reforma da responsabilidade,Responsabilizao dos professores sobre a construo, distribuio e valorizao do currculo. Reforma dos incentivos.

Case e outros (1986, p. 36) Profisso: termo utilizado para designar ocupao que requer conhecimento especializado.

Profissionalizao docente como processo de responsabilizao do professor, e

Funo socializadora com enfoque na qualidade do ensino.

Questionamento:

Vocs concordam com a afirmao desses autores

A escola ao assumir as funes de socializaes primrias da famlia e da sociedade demanda do professor a interveno educativa em mbito dos valores.

Para a profissionalizao docente necessria uma profunda reestruturao dos sistemas escolares e a melhoria destes incluir necessariamente uma profunda reviso e reconstruo da profisso docente.

Os problemas sobre a profissionalizao surgem em momentos de crises e a profisso docente encontra-se em uma crise que afeta elementos substanciais da sua cultura profissional.

Escudero (1998, p. 12-21)LIMITES DA PROFISSIONALIZAO DOCENTE

Profissionalizao da comunidade docentea contratao,a formao,a situao social, as condies de trabalho docente.

17Contribuio do feminismoOs manifestos feministas apontam para a necessidade de introduzir novas dimenses e perspectivas em anlise da profissionalizao docente.

No se trata apenas da entrada da mulher no ensino, trata-se de analisar as contribuies dos estudos sobre a mulher.

18

Modelos interpretativos do processo de feminizao da profisso docenteDescritiva,

Normativa,

Problemtica,

Negativa, e

Crtica. Liston e Zeichner (1990) 19

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-026X2010000200015&script=sci_arttextParticipao no mercado de trabalho e no trabalho domstico: homens e mulheres tm condies iguais?

IBGE: diferena salarial entre homens e mulheres cresceu em 2010http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2012-05-16/ibge-diferenca-salarial-entre-homens-e-mulheres-cresceu-em-2010

Mulheres so maioria na populao, mas esto em desvantagem no trabalho

Mulheres com mestrado ganham menos do que homens tituladoshttp://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-04-22/homens-com-mestrado-ganham-mais-do-que-mulheres-com-mesma-titulacao

Las mujeres ganan 5.744 euros menos al ao que los hombres por trabajos iguales

http://sociedad.elpais.com/sociedad/2013/02/18/actualidad/1361209773_829503.html

Futuro scio geogrfico da formao docente

Marginalizao,

Desinstitucionalizao, e

Encapsulao simblica.

21CRISES NA FORMAO DOCENTE

Interfernciasmal-estar docente

desconfiana da formao docente

processo de ajuda para melhorar as condies de exerccio da docncia desregulao da funo docente

desestruturao da atividade formativa

O que mudou?Aumento das exigncias em relao ao professor;

Desenvolvimento de fontes alternativas escola;

Inibio educativa de outros agentes de socializao;

Ruptura sobre o consenso social de educao;

Aumento das contradies no exerccio da docncia;

Mudana de expectativa em relao ao sistema educativo;

24O que mudou?Modificao do apoio da sociedade ao sistema educativo;

Menor valorizao social do professor;

Mudanas nos contedos curriculares;

Escassez de recursos materiais e deficientes condies de trabalho;

Mudanas na relao professor/aluno;

Fragmentao do trabalho do professor.

25CHAVE DO DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL

Reflexo

Colaborao

Avaliao

26