ARINOS - EDIÇÃO 895

download ARINOS - EDIÇÃO 895

If you can't read please download the document

  • date post

    21-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    227
  • download

    2

Embed Size (px)

description

Desde 1997 o Jornal Arinos é o mais expressivo veículo de comunicação de Nova Mutum (MT), tendo acompanhado o desenvolvimento social, político e econômico da região.

Transcript of ARINOS - EDIÇÃO 895

  • NOVA MUTUM9 - 15 de fevereiro de 2012Edio n 895, ano 15

    DISTRIBUIO GRATUITAA VERDADE LETRA A LETRAA VERDADE LETRA A LETRA

    Segunda Sexta12h00

    Canal 9

    Pg. 06

    Pg. 07

    Rancho forma tcnicos em Agropecuria e Administrao

    30% das mortes de Cncer no Brasil esto

    relacionadas ao tabagismo

    Pg. 11

    Transporte escolar passa por adequaes visando segurana

    Falta de ateno e falha mecnica resulta em acidente de carretas

    Pg. 04

    P de rocha como fertilizante sada para agricultura

    Pg. 06 Pg. 05

  • Atualizao de CadastroEsto sendo convocadas, pela Secretaria de Ao e Promoo Social, 186 famlias da terceira e quarta etapa do Loteamento Edelmina Querobin Marchetti, a m de que atualizem seu cadastro junto ao rgo. A medida necessria para que, posteriormente, sejam assinados os contratos requeridos pelo Programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal.As unidades habitacionais, alvo da convocao, so as de 36,07 metros quadrados que tiveram seu cadastro realizado nos anos de 2009 e 2010. No ano passado, as duas primeiras etapas foram iniciadas com previso de entrega das casas para o prximo ms de fevereiro.O prazo para a atualizao de dados como telefone e endereo atual se encerram no dia 31 de janeiro e caso o contemplado no os atualize poder ceder o benefcio ao cidado constante na lista de espera.Vale ressaltar que no momento da assinatura do contrato com a Caixa Econmica Federal o bene cirio no poder apresentar restries de crdito junto ao Sistema de Proteo ao Crdito (SPC).A lista com as famlias convocadas se encontra a xada nos postos do Programa de Sade da Famlia (PSF), Cmara de Vereadores e na Prefeitura, sendo possvel tambm consult-la em www.novamutum.mt.gov.br . Coleta de DocumentosO Departamento de Planejamento e Desenvolvimento Urbano estar promovendo entre os dias 30 de janeiro e 1 de fevereiro a coleta de documentos na Comunidade Rancho para atualizar o cadastro dos imveis da regio, com vistas lavratura das escrituras de regularizao fundiria.So requeridos os seguintes documentos para a atualizao: RG, CPF, comprovante de residncia e certido de casamento, caso o estado civil seja casado. Ainda, ser necessrio apresentar os documentos dos imveis, tais como contrato de compra e venda, permuta, entre outros.Quarenta hectares so ocupados pelo ncleo urbano e esto registrados em nome do municpio que tende a repassar a posse do terreno aos moradores.

    WWW.GRUPOARINOS.COM.BR

    26 - 1 DE JANEIRO DE 2012

    jornalarinos@grupoarinos.com.br

    (65) 3308.2222 Redao/Comercial

    EXPEDIENTEDiretor Geral. Claudio Prestes Diretor Administrativo. Andrei Mariotti Reportagem. Kleber Gutierrez, Poliana Chaves, Silvio Mori (MTB 844/MS) Diagramao. Jos Augusto Louzada Neponoceno

    Editado e distribudo porBFF Gr ca e Comunicao. Endereo: Rua dos Cedros, 39 N, Centro, CEP 78450-000, Nova Mutum, MT. O Jornal Arinos im-presso na Gr ca ImpreNorte.

    Circulao. Nova Mutum e regio. Tiragem. 1 mil exemplares.

    WWW.GRUPOARINOS.COM.BR9 - 15 DE FEVEREIRO DE 201202

    Rei Momo e Rainha do Carnaval sero

    de nidos no sbado

    A Comisso Orga-nizadora do Carnafo-lia 2012 realiza nes-te sbado o Grito de Carnaval, a partir das 23h, no Caras Disco Beer em Nova Mutum. O evento abre o cial-mente a festa popular com a escolha do Rei Momo e da Rainha.

    Os candidatos ao cargo podem se ins-crever gratuitamente na Secretaria de In-dstria e Comrcio at sexta-feira (10), sendo a premiao de R$ 500 para os vencedo-res. Convites antecipa-dos para o evento de seleo tem o valor de R$ 5.

    Entre os quesitos avaliados pelos jura-dos estaro a fantasia, simpatia, animao e samba no p.

    Alm dos candida-tos a Rei Momo e Rai-nha do Carnaval, os blocos tambm podem obter informaes, pelo telefone (65) 3308-5433 ou na pr-pria Secretaria, quanto ao concurso que elege o mais animado nos dias de folia.

    No caso dos blocos, as premiaes neste ano so de R$ 3 mil para o primeiro coloca-do, R$ 1 mil ao segun-do e R$ 500 para o ter-ceiro mais empolgado.

    Combusto humanaAirton Reis

    Vtima da cruel-dade brutalizada de cada dia. V-tima da violncia armada contra a mesma cida-dania. Vtima do corpo carboniza-do numa pizzaria. Vtima em grito derradeiro ouvi-do pela vizinhan-a. Vtima em sangue encon-trado no local da ocorrncia. V-tima nas laudas de uma mesma evidncia. Vti-ma sem qualquer clemncia.

    Vtima da mes-ma decadncia das virtudes e dos valores. Vti-ma das senhoras e dos senhores legisladores ino-perantes na ur-gncia do novo Cdigo Penal condizente com a realidade de uma ptria infes-

    tada pela desi-gualdade. Vtima nas margens dis-tanciadas pela mesma fatalida-de sem qualquer pargrafo e sem nenhum traves-so.

    Lenha do mes-mo osso frag-mentado na der-radeira fornalha incandescente. Cordo sem pes-coo. Anel sem dedos. Bracelete sem braos. Cre-mao aos peda-os ou esquarte-jamento parcial?

    Mais do que um inqurito po-licial. Mais do que uma man-chete de jornal. Mais do que um indicativo agra-vante da socie-dade esfacelada pela indiferen-a. Mais do que a ausncia num credo ou crena. Mais do que uma ofensa consu-

    mada em fogo e fumaa. Mais do que uma ameaa sem qualquer pe-dido de descul-pa. Mais do que a fora bruta em vantagem mas-culina. Mais do que uma esquina sem bueiro. Mais do que a chama instantnea de um isqueiro.

    Execuo su-mria ao raiar do dia. Cuiab maculada pela covardia. Cuiab defasada no que-sito da seguran-a pblica insti-tucional. Cuiab citada em noti-cirio nacional. Cuiab da rua com nome de ge-neral. Cuiab do crrego transfor-mado em esgoto em conseqn-cia do mesmo crescimento po-pulacional sem qualquer plane-jamento efetivo

    em ao. Cuiab do "lenhador" fo-ragido procurado. Cuiab do as-sassinato quali -cado. Cuiab do verso publicado em condolncia.

    Cuiab da combusto hu-mana sem o fun-damental direito do corpo presen-te em funeral cris-to. Cuiab da combusto hu-mana agonizan-te diante da na-o republicana. Cuiab da com-busto humana sem qualquer poesia advinda da paisagem ur-bana. Cuiab da combusto hu-mana sem card-pio e sem prato principal. Cuiab da combusto humana nas ime-diaes da rea central.

    Cuiab da combusto hu-mana no mesmo

    serto do desbra-vador Paschoal Moreira Cabral, antes, durante e depois de qual-quer parlamento. Cuiab da com-busto humana nos anais da im-prensa livre de qualquer esque-cimento. Cuiab da combusto humana num mesmo tempo repleto de feras investidas em re-quintadas formas de matar. Cuiab da combusto humana descrita em opinio po-tica alm de um olhar.

    Lgrimas de pesar em mais de uma face oculta ou indeter-minada. Justia na mesma balan-a e na mesma espada embai-nhada!

    AIRTON REIS poeta em Cuiab.

  • SEMENTE DE F

    WWW.GRUPOARINOS.COM.BR9 - 15 DE FEVEREIRO DE 2012 03

    Sesso da Cmara aprova seis indicaes

    Kleber Gutierrez / Silvio Mori

    Na segunda sesso da Cmara de Vereado-res de Nova Mutum, re-alizada na segunda-fei-ra (6), sete indicaes foram apresentadas no plenrio e aprova-das por unanimidade. Dentre elas necessi-dade de se recuperar a Rua dos Mamoeiros, a xar em escolas e es-tabelecimentos comer-ciais uma placa com o Disque Denncia da Ouvidoria do Sistema nico de Sade (SUS) e a reduo do valor a ser pago pelo alvar de funcionamento de es-tabelecimentos perten-centes a micro empre-endedores individuais.

    Recuperao. O vereador Clemente Franzener (PMDB) solicitou ao executivo, atravs de indicao, que a obra de recupe-rao da Rua dos Ma-moeiros possa ser rea-lizada com urgncia, a m de reduzir a ocor-rncia de acidentes na via.

    Na Rua dos Ma-moeiros foram feitas as galerias pluviais, mas no a recupera-o do asfalto depois disso. Ento, estamos cobrando o executivo para resolver isso de uma vez por todas, ten-

    do em vista que uma estrada de muito movi-mento, pois d acesso para o outro lado da BR e para todas as inds-trias, alm de j have-rem sido registrados vrios acidentes, justi- ca Clemente.

    Outra indicao de Franzener se referiu melhoria na infraestru-tura de estradas vici-nais, a m de bene ciar os produtores rurais da regio.

    Placas. A xar pla-cas em estabelecimen-tos pblicos e privados com o nmero do Dis-que Denncia Nacional da Ouvidoria do SUS, 136, foi a iniciativa pro-posta pelo vereador e presidente da casa de leis, Luiz Carlos Gon-alves (PP). A ideia garantir o acesso do cidado a servios de orientao.

    Acredito que isso vai ajudar a melhorar a qualidade da nossa sade no municpio, haja vista que temos uma grande carncia e de cincia no aten-dimento SUS, onde muitas pessoas cam na la a dois, trs anos esperando por uma ci-rurgia, observa Luiz Carlos.

    Microempreende-dor. Outro tema tratado na sesso foi quanto reduo de 50% no va-

    lor do Alvar de Licena e funcionamento para os Microempreendedo-res Individuais (MEI). Eurico Aparecido da Silva (PSDC) props a reduo aps avaliar que isso contribuiria para um maior nmero de formalizaes.

    Se o governo esta-dual e federal incen-tivou, por que no o municipal tambm co-laborar para que essas pessoas possam abrir suas rmas e gerarem o seu prprio empre-go, no precisando tra-balhar de empregado para ningum?, inda-ga Eurico.

    Outras propostas. Durante a sesso o ve-reador Zulmiro Bonaf (PT) tambm solicitou a construo de uma escola no Loteamento Lrios do Campo e a expanso do Programa Brasil Alfabetizado as Comunidades So Ma-noel, Ribeiro Grande, Rancho e Pontal do Marape.

    J Milton Henrique de Carvalho (PMDB) indicou ao deputado estadual Luiz Marinho a necessidade da doa-o de cinco cadeiras de rodas para o muni-cpio.

    A prxima sesso ordinria da Cmara est prevista para o dia 13 de janeiro.

    Projeto pode tornar mais fcil rastreamento do dinheiro pblico

    Agncia Senado

    O rastreamento de todo o dinheiro que entra e sai dos cofres pblicos pode tornar-

    -se mais fcil com uma medida aprovada, na tera-f