Apresentação Conep 2013

of 21/21
CONEP – junho de 2013 – Patricia Mafra Gestão de Processos no suporte à estratégia corporati
  • date post

    05-Jun-2015
  • Category

    Business

  • view

    269
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Gestão de processos no suporte a estratégia corporativa. O desafio de ter processos alinhados aos objetivos e ao planejamento da gestão estratégica corporativa.

Transcript of Apresentação Conep 2013

  • 1. Gesto de Processosno suporte estratgia corporativa CONEP junho de 2013 Patricia Mafra

2. O mundoem movimento O desafio de terProcessos Alinhados ... aosobjetivos e ao planejamento da gesto estratgica corporativa 3. As organizaes competem no ambiente do sc. XXI, e adotam prticas de gesto do sc. XX. Gary Hamel4 bilhes de celulares 1 bilho de smart fones3 bilhes de SMS enviados507 bilhes de e-mails enviados por diaA cada hora so consumidos dados pela internet em volume suficiente para preencher 7 milhes de DVDs (equivale a 95 x o Monte Everest) Fonte: IBM Impact, 2013 e BCG ,2012Processos importam como nunca antes O mundo em movimento 4. 1958Anlise1993 2008A Visibilidade que temos para tomada de decisoIntuio 5. Ondequeremos chegarAjudar nossaintuio... ter transparncia da estrutura e do desempenho dos processos 6. Onde queremos chegar tempo de transioAtividades das reasCultura por ProcessosTransioCultura TradicionalMapeamento e analise de processosGesto dos processos Voltada para necessidades funcionais Voltada para necessidades de clientes Interaes mnimas entre as funes Interaes intensas entre as funes A maioria das pessoas compreende apenas as funes As pessoas compreendem o quadro geral e possuemque desempenhaviso ampla Os resultados funcionais so medidos e gerenciados Os resultados dos processos so medidos e gerenciados Empresa representada por organograma Empresa representada por mapas de processos A estrutura hierrquica sobrepe os processos Os processos subsidiam a estrutura organizacional 7. Onde queremos chegar a maturidade dos processosNosso caminho para a conquista... Buscando: indicadores | tempo de resposta controlado | conhecer o back office do processo | controles mapeados sem prejuzo de velocidade | volumetria, mensurao e PDCA Passo 5 Passo 4 Passo 3 Passo 2 Passo 1 Mapeamento da rede de valor e definio da ligao com a estratgiaMapeamento de processos em diversos graus de detalhamentoPriorizao da melhoria de acordo com os direcionadores do negcioRedesenho dos processosImplantao, monitoramento e controle 8. Uma forma de chegar l Objetivos estratgicosPerspectiva Processos como instrumentos para tomada de deciso corporativa 9. O Escritorio de processos como soluoCriao do diferencial competitivoInovao organizacionalAdaptao a mudanasPriorizao estratgica de demandasAdoo de benchmarkingsApoio a tomada de decisoGCPN como habilitador do crescimentoMelhoria orientada a objetivosEscritrio de ProcessosMelhoria contnua Servios de modelagem e melhoria de processo Mecanismos de custeio e visibilidade de ROI Governana e integrao de aes de GCPNManuteno do diferencial competitivo Gesto de compliance Plataforma colaborativa de resoluo de problemas Melhoria da imagem organizacional 10. Ciclo de Vida de um macroprocesso MtricasMissoEvento inicial 11. Framework para escritrio de processos110120Desdobrar EstratgiaPlanejar Servios GCPN320325330Atualizar Rede de ValorAtualizar modelo no Ambiente de DesenvolvimentoAnalise Melhoria e Redesenho365410430435530535630Monitorar Desempenho de ProcessosGerenciar Portflio de Projetos voltados GCPNAdministrar Recursos de ProcessosAdministrar Oramento de servios de GCPNDisseminar a Cultura de ProcessosDemonstrar resultados dos indicadoresAvaliar Resultados210220225230235310Prover Metodologia e FerramentasDefinir Recursos de ProcessosHomologar Fornecedores de ProcessosRealizar BenchmarkingEstabelecer Processo de MedioReceber e analisar demandas por servios de processos333 Transferir redesenho para homologao336 Atualizar procedimentos e manuais340 Avaliar maturidade dos processos350 Disponibilizar modelo no ambiente de produo360 Verificar conformidade de processos 12. Ciclo de vida da administrao corporativa de processos PlanejamentoInfraestruturaProver Metodologia de ProcessosPlanejar Servios Corporativos de ProcessosEstabelecer Indicadores e Mtricas de ProcessosAtividadesDesdobrar Estratgia em ProcessosDefinir Recursos de ProcessosExecuoAtualizar Rede de Valor Analisar e Melhorar Processos Avaliar Maturidade Modelo de Referncia e Qualidade Atualizar Procedimentos e Manuais Verificar ConformidadeArvores Estratgicas Realidade Atual Realidade FuturaProdutosrvore de Transio CronogramaMetodologia Corporativa de Processos Plano de Medio Indicadores e Plano de Interpretao Matriz de competncias de recursos (CHA)Rede de Valor AS IS TO Be Plano de Implementao Matriz de Conformidade de Processos Procedimentos e ManuaisAdministraoAdministrar Recursos de Processos Administrar Oramento de Servios de GCPN Gerenciar Portflio de Projetos de Processos Monitorar Desempenho de ProcessosEntregaDisseminar a Cultura de ProcessosControleAvaliar ResultadosTreinar e Capacitar usurios Demonstrar Resultados dos IndicadoresMatriz de ProjetosTreinamento e CapacitaoMonitoramento de ProcessosPlano de comunicao institucional; Resultados dos Indicadores Resultados das Melhorias ImplantadasDivulgao dos Resultados; Plano de ao conforme resultados; 13. Maturidadee esquema de medio 14. BPMS transparncia de estrutura e desempenhoO valor de um processo de medio a qualidade das decises que ele suporta e pela satisfao de seus usurios. John Mac GarryVisibilidade das operaes Melhoria contnua Dos processosAutomao dos processosFonte: ABPMP-br.orgRefinamento das polticas Gesto do desempenhoGesto de processosRegras de negcio Polticas geis 15. Modelo de Maturidade Critrios de avaliaoMensurao um conjunto de observaes que resulta em reduo de incerteza quando um resultado expresso como uma quantidade. a. Douglas HubbardCritriosInadequadoInicialFuncionalQualidadeDesenho superiorMetricasNo hControles bsicosIndicadores de performanceLigadas ao BSCAlimenta o BSCDocumentaoNo hParcialOperacionalSistmicoEstratgicoAutomaoManualParcialDo processoCom BPMgilExecuoInadequadaEntregas parciaisEntrega o que prometeEntrega sempreAlm da expectativaFonte: Norma ISSO 15504 e Modelo sugerido por Michael Hammer 16. Desdobrando objetivos, metas e indicadores exemplo de mapa estratgico Define, traduz, comunica Desempenho por outras ticas e no apenas a financeira Objetivos de curto, mdio e longo prazo Indicadoresdetendnciaocorrnciaobjetivosindicadoresmetasiniciativas- Rentabilidade - Aumento de receitasValor de mercado Receita por item- 30%>ano - 20%>ano- Atrair e reter - Reduzir preoNumero de clientes Mkt share-- Velocidade de processamentoTempo, controles e etapas- 50 minReduzir tempo regulamentar- Clima - Desenvolvimento corporativoConscientizaao- 90%Aes com gestores Criar programa de bolsa educacionalFonte: ABPMP-br.org / kaplan e Norton70% #1Implementar programa de qualidadeede 17. Conceito Mensurvel Anatomia de um indicador Necessidades de Informao Limiares numricos, metas e limites usados para determinar a necessidade para ao ou investigao, ou para descrever o nvel de confiana num resultadoProduto de InformaoIndicadorEstimativa ou avaliao que fornece uma base para a tomada de decisoModelo de AnliseAlgoritmo combinando medidas e critrios de decisoGuia de Interpretao (Critrios de Deciso)Medida DerivadaMedida DerivadaFuno de DerivaoFuno de DerivaoQuantidade definida como uma funo de duas ou mais medidas Algoritmo combinando duas ou mais medidas bsicasMedida BsicaMedida BsicaMedida BsicaUma medida de um nico atributo atravs de um mtodo especficoMtodo de MedioEntidadesMedida Bsica Mtodo de MedioMtodo de MedioMtodo de MedioOperaes que quantificam um atributo de acordo com uma escalaAtributoAtributoAtributoAtributoPropriedades relevantes para as necessidades de informao 18. Exemplo Aplicado PE Prazo de Entrega 19. Evoluo dos indicadores Estabelecer e Sustentar o Comprometimento Obter o comprometimento organizacionalDefinir as responsabilidadesFornecer os recursosRevisar o progresso do programa de medioPlanejar a Medio Identificar e priorizar as necessidades de informaoSelecionar e especificar as medidasIntegrar aos processosExecutar a Medio Coletar e processar os dadosAnalisar os dadosFazer recomendaesAvaliar a Medio Avaliar as medidasAvaliar o processo de medioAtualizar a base de experinciasIdentificar e implementar melhorias 20. Gesto de Processos e a pergunta que precisamos responderMas afinal,o que falta fazermos? Aculturamento em processos transparncia da estrutura dos processos Maturidadedeprocessospormeiodoalinhamento estratgia corporativa Medio Transparncia de desempenho dos processos Tomada de deciso estruturada 21. No somos atores do processo de mudana, somos autores. Marco Aurelio Ferreira Vianna