Apoio - .Oficina 3 - Constru§£o de parcerias: anlise dos parceiros potenciais e...

download Apoio - .Oficina 3 - Constru§£o de parcerias: anlise dos parceiros potenciais e planejamento

of 52

  • date post

    11-Feb-2019
  • Category

    Documents

  • view

    213
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Apoio - .Oficina 3 - Constru§£o de parcerias: anlise dos parceiros potenciais e...

Apoio:

Realizao:

Patrocnio:

Coordenao: Beany Guimares Monteiro

Equipe:Ana Lima, Ana Paula Azevedo, Fellipe Machado, Haline Oliveira, Joana Nunes,

Luciana de Freitas, Luciana Keller, Maisa Azevedo, Maria Ceclia Bittencourt, Nathlia Cirne, Pedro Aurlio Rocha.

Design eM eMpreenDiMentos popularesCurso De extenso

novembro de 2011 Janeiro de 2012

Mdulo 1 PERCEPo sCio-CultuRAl do EMPREEndiMEnto

Oficina 1 Construo da identidade: descrever e analisar a atividade-foco do empreendimento e estabelecer os aspectos relevantes para o projeto ou negcio

Oficina 2 Construo de um cenrio futuro: identificar os potencias parceiros e os recursos (pessoas, organizaes e instituies, enraizados no territrio)

Oficina 3 Construo de parcerias: anlise dos parceiros potenciais e o planejamento da sua participao nas estratgias identificadas. Simulao de uma negociao Oficina 4 Anlise e Posicionamento da rea produtiva no seu contexto de atuao

Oficina 5 Mapeamento estratgico: guia para o processo criativo e orientao da estratgia no contexto

MdulO 2 COMuniCaO Visual e identidade Cultural dO eMpreendiMentO

Oficina 1 Elementos visuais: aspectos simblicos das cores, formas e padres.

Oficina 2 Comunicao visual e o simblico dentro do empreendimento: Aplicao dos elementos visuais para o prprio empreendimento

Oficina 3 Apresentao e identidade visual: Aplicao de recursos grficos para apresentao de projetos

MdulO 3 sisteMa prOdutO serViO (sps)

Oficina 1 Cenrios de Design: Construo de uma projeo do futuro do negcio baseada em sua identidade

Oficina 2 Personalizao dos cenrios: Refinamento e detalhamento do cenrio por cada em-preendedor

Oficina 3 Instrumento de mapeamento do sistema produto-servio: Criao e desenvolvimento de estratgias para otimizar a relao entre empreendedores e parceiros

suMRio

REfERnCiAs BiBliogRfiCAs

AnExos

01. Exemplos de caracterizao de estratgia

02. Descrio do Presente a) Quem Somos? Relacionamentos Externos b) Quem Somos? Competncias Internas c) O que fazemos? Produtos ou Servios d) Como Fazemos?

03. Descrio do Futuro a) Como gostaramos de ser? Estratgias potenciais b) Quem gostaramos de ser? Parcerias Potenciais

04. Estratgia de Conjunto

05. Diagrama de anlise de atores

06. Lista de Motivao

07. Lista de Ao

08. Biblioteca dos elementos do sistema

09. Representao dos atores

10. Caracterizao dos atores

11. Exemplos de composio da representao dos atores

12. Exemplos para a configurao dos fluxos de trabalho (workflow)

13. Elementos para representao de fluxo

APREsEntAo dA PRoPostA

O curso de extenso do projeto Design em Empreendimentos Populares tem como objetivo agregar valor aos produtos e servios, ampliando e fortalecendo o campo de ao dos empreendi-mentos. Este curso composto por 11 oficinas organizadas em 3 mdulos com durao total de 28 horas de curso.

Como iremos trabalhar? Cada uma das Oficinas requer instrumentos especficos que compem a unidade final do curso. Esses instrumentos esto descritos no contedo de cada oficina. (Quadro 1).

Quadro 1: Distribuio do contedo especfico do curso por oficina

DEP - Curso de Extenso 2011 05

DEP - Curso de Extenso 2011 06

Mdulo 1

PERCEPo sCio-CultuRAl do EMPREEndiMEnto

Mdulo 1: PERCEPo sCio-CultuRAl do EMPREEndiMEnto

ObjetiVOs

Para isso iremos trabalhar nas oficinas que compem o Mdulo 1 aspectos do planejamento estratgico, de acordo com o contexto e os elementos que constituem os empreendimentos de cada uma das reas produtivas, em foco nessa edio do curso.

Analisar o contexto de atuao das cooperativas e empreendimentos populares em relao s atividades e aos processos correspondentes as suas reas produtivas.

Analisar os principais problemas e diferenciais dessa atuao, com o foco nos produtos e servios desenvolvidos.

Criar uma percepo acerca da cultura que rodeia os empreendimentos, tornando-se elemento constitutivo para uma valorizao e resgate cultural.

Abordar os aspectos scio-econmicos do mercado de bens e servios, implicados na definio de estratgias de negociao e articulao, para a ampliao das condies de realizao e consolidao dos projetos dos empreendimentos.

DEP - Curso de Extenso 2011 07

Oficina 1 - Construo da identidade: descrever e analisar a atividade-foco do empreendimento e estabelecer os aspectos relevantes para o projeto ou negcio

instrumentos de descrio do presente

Tem como objetivo descrever e analisar a atividade-foco da rea produtiva e estabelecer os aspectos relevantes para o projeto ou negcio, de acordo com:

Quem o empreendedor? Apresentao da equipe: anlise de suas competncias, vo-caes e aspiraes; descrio das conexes externas: verificao de redes de suporte (instituies, grupos e associaes).

O que o seu empreendimento? Anlise da produo, comercializao ou servio oferecido e tomadas de deciso inerentes ao segmento de atuao. Abertura de uma dimenso nova sobre a prpria capacidade, que possa conduzir uma especulao so-bre uma situao futura desejada ou ideal.

Como esse empreendimento est organizado? Anlise da organizao interna do tra-balho, da logstica, das interaes e dos aspectos relacionados a atribuio de tarefas.

- As questes especficas (Quem? O que? Como?) podem ser adaptadas de acordo com o servio oferecido e as caractersticas bsicas da equipe de empreendedores, sejam estes cooperativados ou no.

- As respostas essas trs questes so utilizadas no processo de con-struo do cenrio.

DEP - Curso de Extenso 2011 08

DEP - Curso de Extenso 2011 09

Oficina 2 - Construo de um cenrio futuro: identificao dos parceiros e dos recursos potenciais

instrumentos de descrio do futuro e clusters de estratgias

O instrumento de descrio do futuro introduz questes para estimular uma descrio das as-piraes, identificando-as com elementos que so perdidos na realidade cotidiana para alcanar as aspiraes estabelecidas:

- O que perdido no dia-a-dia que nos ajudaria a alcanar o que pretendemos? - Como gostaramos de estar?

As respostas a essas questes comeam a marcar as estratgias do grupo de empreendedores, delineando estruturas de cenrios.

O prximo passo identificar, para cada uma das estratgias emergentes, os parceiros prom-issores que podem contribuir para o seu alcance. Esse processo contextualiza os recursos-pessoas, organizaes e instituies - enraizados no territrio, assim como potenciais parceiros externos. Um cdigo de cores introduzido para diferenciar cada categoria potencial de recurso: instituies, as-sociaes e grupos, iniciativas individuais e privadas.

O resultado do instrumento de Descrio do Futuro uma srie de estratgias experimentais e parceiros potenciais, para ser discutida coletivamente e reagrupadas de acordo com os temas num painel separado: Grupo de Instrumentos Estratgicos.

O resultado desse instrumento paralelo duplamente utilizado no:

1. Processo de Construo de Cenrio (cada cluster resultando num cenrio separado) e

2. Processo de Mapeamento Estratgico (explorao de possveis parcerias).

instrumento de set de cenrio (construo, descrio e ilustrao de cenrio)

Cada grupo de idias que emerge da Descrio do Futuro constitui uma estrutura para um cenrio. Mais do que uma sntese visual um cenrio pressupe uma interpretao dos seus resultados. Essa tarefa realizada pela equipe de design fora do horrio das oficinas.

DEP - Curso de Extenso 2011 10

DEP - Curso de Extenso 2011 11

DEP - Curso de Extenso 2011 12

Oficina 3 - Construo de parcerias: anlise dos parceiros potenciais e planejamento de sua participao nas estratgias identificadas para simulao de negociao.

O processo de construo de parceiros consiste em analisar parceiros potenciais e planejar sua participao nas estratgias identificadas. O grupo de empreendedores organiza uma rede par-cialmente autnoma na qual algumas conexes derivam da rede institucional da incubadora e out-ras ligaes emergem do contexto. Isso um processo orientado comunidade, ento a estrutura metodolgica e as ferramentas refletem a premissa de encontrar parcerias e solues prximas ao grupo, reforando assim conexes existentes ou potenciais com a comunidade do grupo.

diagrama de anlise das ferramentas de atores O diagrama de anlise das ferramentas de atores organizado em 3 passos seqenciais:

No passo 1, os potenciais parceiros identificadas na Construo de Cenrio so mapeados de acordo com a sua proximidade com a comunidade: recursos presentes no contexto que podem ser conectados a iniciativa em esforo deliberado para