ANALISE ERGONOMICA

download ANALISE ERGONOMICA

of 47

  • date post

    23-Dec-2015
  • Category

    Documents

  • view

    18
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Informações importantes para ergonomista.

Transcript of ANALISE ERGONOMICA

  • Posto uma palavra oriunda da linguagem militar;Indica um local onde algum colocado para realizar uma determinada tarefa ou funo;Normalmente, o posto de trabalho uma localizao situada dentro de um sistema de produo;O posto de trabalho corresponde, ento, a um papel definido, que comporta instrues e procedimentos (o que fazer, quando fazer e como fazer) e meios (onde fazer, com que fazer), a ser ocupado por um determinado sujeito.

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO4.1 - Estudo do posto de trabalho: abordagem tradicional e ergonmica

  • Baseia-se no estudo dos movimentos corporais do ser humano, necessrios para executar uma tarefa, e na medida do tempo gasto em cada um desses movimentos;A seqncia dos movimentos necessrios para executar a tarefa baseada em uma srie de princpios de economia de movimentos, sendo que o melhor mtodo escolhido pelo critrio do menor tempo gasto;O desenvolvimento do melhor mtodo feito geralmente em laboratrio de engenharia de mtodos, onde os diversos dispositivos, materiais e ferramentas, so colocados em posies mais convenientes, baseados em critrios empricos e em experincias pessoais dos prprios analistas de mtodos.

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHOABORDAGEM TRADICIONAL

  • ABORDAGEM ERGONMICA: Delimitar o objeto de estudo a um aspecto da situao de trabalho: decomposio em um sistema humano-tarefa; Abordagem globalizante que impe uma recomposio da situao de trabalho; Este processo de decomposio/recomposio a base da metodologia proposta.

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • A anlise ergonmica do trabalho exige: Conhecimentos sobre o comportamento do ser humano em atividade de trabalho; Discusso dos objetivos do estudo com o conjunto das pessoas envolvidas; Aceitao das pessoas que ocupam o posto a ser analisado; esclarecimento das responsabilidades.

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • O estudo ergonmico do posto de trabalho comporta trs fases: Anlise da demanda: a definio do problema a ser estudado, a partir do ponto de vista dos diversos atores sociais envolvidos; Anlise da tarefa: anlise das condies ambientais, tcnicas e organizacionais de trabalho; Anlise das atividades: anlise dos comportamentos do ser humano no trabalho (gestuais, informacionais, regulatrios e cognitivos).

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • Referncias bibliogrficassobre o homem em atividades de trabalho

    Sntese Ergonmica do Trabalho

    Anlise da demanda:definio do problemaDadosHipteses

    Anlise da tarefa:anlise das condiesde trabalhoDadosHipteses

    Anlise das atividades:anlise dos comportamentosdo homem no trabalhoDadosHiptesesCaderno de encargos derecomendaes ergonmicasDiagnstico: modelo operativoda situao de trabalho4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHOAnlise Ergonmica do TrabalhoSituao de Trabalho

  • Levantamento de dados: Consiste na pesquisa de variveis relacionadas as atividades desenvolvidas pelo ser humano, na realizao de uma determinada tarefa; Os dados obtidos podem ser subdivididos em duas categorias: os especficos da fase estudadaos relacionados as fases precedentes

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • As hipteses de pesquisa em ergonomia Podem ser formuladas a partir da anlise da demanda; Ao nvel global da situao de trabalho; Ao nvel das componentes do sistema humano-tarefa considerado; De fato, elas orientam o planejamento da AET.

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • A formulao de hipteses em ergonomia: Hipteses preliminares; Hipteses relativas a anlise da tarefa; hiptese relativas a anlise das atividades.

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHODelimitao do campo de estudo: Tempo disponvel para a realizao da pesquisa; Complexidade do problema formulado; Atender as exigncias formuladas na demanda.

  • o ponto de partida de toda anlise ergonmica do trabalho;Permite delimitar o (s) problema (s) a ser abordado em uma anlise ergonmica;Permite a definio de um contrato e delimitao da interveno (prazos, custos, acesso s diversas reas da empresa, informaes e pessoas);Permite a definio de um plano de interveno.

    Consideraes preliminares:

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO4.2 - ANLISE ERGONMICA DA DEMANDA

    *

  • Da direo da empresa (geralmente explcitas e de grande complexidade);Dos trabalhadores (geralmente implcitas e relacionadas especificamente ao posto de trabalho);Das organizaes sindicais;Dos rgos ou instituies fiscalizadoras.

    Origens da demanda:

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • Recomendaes ergonmicas para um novo posto;Resoluo de problemas ergonmicos em postos de trabalho j implantados e/ou em funcionamento;Identificao de novas condicionantes, a partir de mudanas organizacionais ou implantao de novas tecnologias.

    Tipos de demanda:

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • Demanda explicitamente formulada;Demanda implicitamente formulada.

    A formulao da demanda:

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHOTempo para a realizar o estudo;Custo de sua realizao;Custo preliminar das modificaes;Problemtica inicial (referncia).

    A delimitao da demanda:

  • Consulta aos diversos atores sociais;Consulta s diversas reas da empresa;Consulta aos diversos documentos;Visita a situao de trabalho;Visitas complementares.

    Fontes e meios sobre a demanda:

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO A construo da interveno ergonmica:Dados, hipteses e interpretaes sobre a demanda;O encaminhamento da interveno ergonmica;O contrato de interveno ergonmica.

  • A proposio da interveno ergonmica

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHOApresentao da metodologia, dos objetivos, dos resultados esperados da interveno quem formulou a demanda;Apresentao dos objetivos da interveno, meios de anlise e tipo de dados que sero coletados aos trabalhadores cuja atividades sero analisadas;Apresentao dos resultados obtidos, em curso e aps a anlise, todos os atores sociais envolvidos pela interveno.

  • Os diferentes tipos de tarefa:Tarefa prescrita;Tarefa induzida ou redefinida;tarefa atualizada;

    As tarefas compreendem no s as condies tcnicas de trabalho, mas tambm as condies ambientais e organizacionais de trabalho. o trabalho prescrito.4.3 - ANLISE ERGONMICA DA TAREFA4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • Delimitao do sistema ser humano-tarefa:Definio da misso do sistema;Definio do perfil do sistema;Identificao e descrio das funes do sistema e sub-sistemas;Estabelecimento de normas;Atribuio de funes aos humanos e s mquinas.

    Delimitao do sistema ser humano-tarefa:

    Qualquer que seja o sistema humano-tarefa a ser estudado, de um simples posto de trabalho um complexo sistema de produo, todos funcionam segundo quatro funes bsicas, cada uma fornecendo normas de produo:4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • Funes do sistema geral:

    Funes do Sistema de ProduoNormas de Produo Funes do sistema de produo considerado:

    Funes dos subsistemas entradas e sadas:

    Funes das conexes e relaes do sistema de produo:

    Normas de ao, interveno corretiva ou de retificao;

    Normas de rendimento, de tempo e de qualidade do trabalho;

    Normas de arranjo fsico do posto de trabalho;

    Normas de bom relacionamento hierrquico e funcional.

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • Descrio das componentes do sistema humano- tarefa:

    a identificao das exigncias da tarefa. Precisar o tipo de interveno ergonmica e as diversas reas envolvidas;Identificar os grandes processos (os modos operativos);Preparar planos de enquete (questionrios, protocolos verbais, levantamentos posturais, etc.);Diagnosticar disfunes evidentes.

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • Dados referentes ao ser humano:Trabalhador (ou trabalhadora) que intervm no posto e seu papel no sistema de produo;Formao e qualificao profissional;Nmero de trabalhadores trabalhando simultaneamente sobre cada posto e regras de diviso de tarefas (quem faz o que?);Nmero de trabalhadores trabalhando sucessivamente sobre cada posto e regras de sucesso (horrios, modos de alternncia de equipes);Caractersticas da populao: idade, sexo, forma de admisso, remunerao, estabilidade no posto e na empresa, absentesmo, turn-over, sindicalizao,...

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • Dados referentes s condies tcnicas-mquina:Estrutura geral da mquina (ou das mquinas);Dimenses caractersticas (croqui, foto, fluxo de produo);rgos de comando da mquina;rgos de controle da mquina;Princpios de funcionamento da mquina (mecnico, eltrico, hidrulico, pneumtico, eletrnico,...);Problemas aparentes na mquina;Aspectos crticos evidentes na mquina.

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • Dados referentes s condies tcnicas-controlesLevantamento dos diferentes sinais teis ao ser humano;Diferentes tipos de canais (visuais, auditivos, etc..);Variedade de suportes (cor, grafismo, letras,...);Frequncia e repartio dos sinais;Intensidade dos sinais luminosos e sonoros;Dimenses dos sinais visuais (relao distncia-formato);Discriminao dos sinais de um mesmo tipo (ex: sonoro);Riscos do efeito de mscara ou de interferncia de sinais;Disperso espacial das fontes;Exigncia de sinais de advertncia;Importncia das diferenas de intensidade a serem percebidas.

    4. ANLISE ERGONMICA DOS POSTOS DE TRABALHO

  • Dados referentes s condies tcnicas-comandosNmero e variedade de comandos;Posio, distncia relativa dos sinais e dos comandos;Grau de preciso da ao do operador sobre os comandos;Intervalo entre o aparecimento do sinal e dos comandos;Rapidez e freqncia das aes realizadas pelo operador;Grau de compatibilidade nos movime