2programas Lit 20152

download 2programas Lit 20152

of 17

  • date post

    14-Dec-2015
  • Category

    Documents

  • view

    21
  • download

    2

Embed Size (px)

description

programa

Transcript of 2programas Lit 20152

  • Disciplinas da rea de concentrao em Estudos Literrios Ps-Graduao em Letras da

    UFPR 2015/2, verso 28/06/2015

    1

    Cdigo/Disciplina: HL772 - TPICOS ESPECIAIS III

    Docente: Pedro Dolabela Chagas

    Carga Horria/Crditos: 90 h /6 cr

    Horrio: 2 Feira 14h 18h

    EMENTA: Estudo de uma poca da literatura.

    PROGRAMA:

    A disciplina debater as relaes entre romance e poltica a partir da leitura de certas

    obras publicadas no Brasil durante o regime de 64, sob a mediao de certos clssicos

    (antigos e recentes) do pensamento poltico. O objetivo rastrear padres diferentes de

    expresso poltica situados entre dois plos de referncia, assim panoramicamente

    definidos: a defesa da liberdade (de expresso individual, de associao coletiva e de

    iniciativa econmica) que caracteriza a tradio liberal a partir da contribuio original

    de John Locke, e a paixo pela igualdade (em seu componente crtico potencialmente

    radical s disposies do presente) que caracteriza o pensamento revolucionrio desde

    Rousseau. A partir da leitura daquelas fontes e do comentrio de autores mais recentes

    (como M. Oakeshott, T. Sowell, I. Berlin, M. Lwy e A. Badiou so algumas

    possibilidades), discutiremos obras de A. Callado, C. H. Cony, L. Vilela, I. ngelo, T.

    Ruas, P. Francis, entre outras alternativas; a fazer a mediao entre um conjunto e outro

    de leituras, recorremos a apontamentos de F. Moretti sobre a representao da histria

    contempornea pelo romance. O programa exato de leituras ser definido na primeira

    aula, em conjunto com os alunos.

    ***

    Cdigo/Disciplina: HL 772 - TPICOS ESPECIAIS I

    Docente: Raquel Illescas Bueno

    Carga Horria/Crditos: 90 h/6 cr

    Horrio: 3 Feira 08h30 - 12h30

    EMENTA: Estudo de um gnero da literatura

    PROGRAMA:

    Literatura de viagens e Antropologia: Mrio de Andrade e Claude Lvi-Strauss

    intrpretes do Brasil na primeira metade do sculo 20. Outros escritores-viajantes que

    dialogaram com a antropologia no mesmo perodo.

    Objetivos: conhecer aspectos do projeto intelectual de Mrio de Andrade que convirjam

    para a compreenso de seu pioneirismo e aprofundamento nos estudos antropolgicos;

    aproximar as experincias de Mrio de Andrade e de Claude Lvi-Strauss, viajantes

  • Disciplinas da rea de concentrao em Estudos Literrios Ps-Graduao em Letras da

    UFPR 2015/2, verso 28/06/2015

    2

    pelo Brasil profundo e autores de literatura de viagem; estudar as formas de

    representao da diversidade cultural brasileira em relatos de viagem de interesse

    antropolgico produzidos por outros escritores-viajantes na primeira metade do sculo

    20.

    BIBLIOGRAFIA:

    ANDRADE, Mrio de. Aspectos da literatura brasileira. So Paulo: Martins, 1974.

    ______. Danas dramticas do Brasil. Org. Oneyda Alvarenga. 2 ed. Belo Horizonte:

    Itatiaia; Braslia, INL / Fundao Nacional Pr-Memria, 1982. 3 v.

    _____ . Macunama. Ed. crtica coord. por Tel P. Ancona Lopez. Paris, Association

    Archives de la Littratrure latino-amricaine, des Caraibes e africaine du Xxe. Sicle;

    Braslia, CNPQ, 1988. (Col. Arquivos, 6)

    ______. Mrio de Andrade: cartas de trabalho: correspondncia com Rodrigo Mello

    Franco de Andrade, 1936-1945. Braslia: Sec. do Patrimnio Histrico e Artstico

    Nacional: Fundao Pr-Memria, 1981.

    ______. Msica de feitiaria no Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia / Braslia: INL, Fund.

    Nac. Pr-Memria, 1983.

    ______. O turista aprendiz. So Paulo: Duas Cidades, 1983.

    CARDOSO, Srgio. O olhar viajante (do etnlogo). In. NOVAES, A., Org. O olhar. So

    Paulo: Companhia das Letras, s.d.

    CASANOVA, Pascale. A Repblica Mundial das Letras. Trad. Marina Appenzeller. So

    Paulo: Estao Liberdade, 2002.

    CLAUDE LVI-STRAUSS: regards loigns. Le Courrier de lUNESCO, Paris: UNESCO, n. 5, 2008.

    CLIFFORD, JAMES L. A experincia etnogrfica: antropologia e literatura no sculo

    XX. Rio de Janeiro: UFRJ, 1998.

    GEERTZ, Clifford. La interpretacin de las culturas. Barcelona: Gedisa, 2005.

    IANNI, Octavio. Enigmas da modernidade-mundo. Rio de Janeiro: Civilizao

    Brasileira, 2000.

    KLINGER, Diana. Escritas de si, escritas do outro: o retorno do autor e a virada

    etnogrfica. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2007.

    LEIRIS, Michel. A frica fantasma. Trad. Andr P. Pacheco. So Paulo: Cosac Naify,

    2007.

    LVI-STRAUSS, Claude. De perto e de longe. So Paulo: Cosac Naify, 2005.

    _____ . Longe do Brasil. So Paulo: Editora Unesp, 2011.

    _____. O pensamento selvagem. Trad. Tnia Pellegrini. Campinas: Papirus, 1989.

    _____.Os pensadores. So Paulo: Victor Civita, 1976.

    _____ . Tristes trpicos. Trad. Rosa Freire D'Aguiar. So Paulo: Companhia das Letras,

    2009.

    LOPEZ, TEL A. Homenagem a Dina e Claude Lvi-Strauss: exposio 1937, Paris.

    Revista do Instituto de Estudos Brasileiros. So Paulo, n. 38, p. 202-220, 1995.

    _____ . Mrio de Andrade: ramais e caminho. So Paulo: Duas Cidades, 1972.

    NITRINI, Sandra. Viagens reais, viagens literrias. (Escritores brasileiros na Frana).

    Literatura e Sociedade. So Paulo: USP, 1998. n. 3. pp. 51-61.

    ONFRAY, Michel. Teoria da viagem; potica da geografia. Porto Alegre: L&PM, 2009.

  • Disciplinas da rea de concentrao em Estudos Literrios Ps-Graduao em Letras da

    UFPR 2015/2, verso 28/06/2015

    3

    REVISTA DO PATRIMNIO HISTRICO ARTSTICO NACIONAL. Braslia:

    IPHAN, n. 30, 2002.

    SAID, Edward W. Orientalismo. O Oriente como inveno do Ocidente. So Paulo:

    Companhia das Letras, 1990.

    ___ . Cultura e imperialismo. So Paulo: Companhia das Letras, 1995.

    TODOROV, Tzvetan. A conquista da Amrica; a questo do outro. So Paulo: Martins

    Fontes, 1998.

    _____ . A viagem e seu relato. Revista de Letras. n. 39. So Paulo, UNESP, p. 13-24.

    VALENTINI, Luisa. Um laboratrio de antropologia: o encontro entre Mrio de

    Andrade, Dina Dreyfus e Claude Lvi-Strauss (1935-1938). Dissert. de Mestrado. So

    Paulo: USP, 2010.

    ***

    Cdigo/Disciplina: HL744 - FICO DE LINGUA ESTRANGEIRA II

    Docente: Lucia Sgobaro Zanette

    Carga Horria/Crditos: 90 h/6 cr

    Horrio: 4 Feira 08h30 - 12h30

    EMENTA: Estudo monogrfico de aspecto(s) da fico em lngua estrangeira.

    Jamenson considera que a ps-modernidade caracterizada pela ressignificao da

    temporalidade e principalmente da espacialidade Numa sociedade em que a percepo

    humana e os conceitos de espao, tempo e identidade mudaram e em que nada parece

    ser certo ou seguro e tudo pode ser o ou no o que parece, a literatura de Tabucchi

    evidencia as incertezas o movimento em busca de. A disciplina prope a anlise crtica

    de alguns textos de Antonio Tabucchi que chamam a ateno por causa de uma das

    ideias topos da chamada ps-modernidade a viagem, como espao vivido e sonhado,

    como espao real e fantstico, como busca de identidade no confronto com a alteridade.

    PROGRAMA:

    As viagens na obra de Tabucchi: a procura de si mesmo na busca do outro, outros

    espaos, outros momentos.

    -O tempo envelhece de pressa

    -Est ficando tarde demais

    - O Jogo do Reverso

    - Pequenos equvocos sem importncia

    - Viagens e outras viagens

    - Para Isabel : Uma Mandala

    BIBLIOGRAFIA:

    CESERANI, R. Raccontare il postmoderno. Torino: Bollati-Borighieri, 1997.

    BAUMAN, Z. O mal-estar da ps-modernidade. Rio de Janeiro, Zahar Editor, 1998

    _____.Identidade.Rio de Janeiro.Zahar Editor,2004

    HALL S. A identidade Cultural na ps-modernidade. Rio de Janeiro, DP&A 2005

    HARVEY, D. Condio ps-moderna. So Paulo: Loyola, 1994.

    HUTCHEON, L. Potica do ps-modernismo. Rio de Janeiro: Imago, 1991. (

    ESGOTADO)

  • Disciplinas da rea de concentrao em Estudos Literrios Ps-Graduao em Letras da

    UFPR 2015/2, verso 28/06/2015

    4

    JAMESON, F. Espao e imagem: teorias do ps-moderno e outros ensaios. Rio de

    Janeiro: UFRJ, 2004.

    LA PORTA, F. La nuova narrativa italiana: travestimenti e stili di fine secolo. Torino:

    Borighieri, 1999.

    LUPERINI,R. La fine de Postmoderno. Napoli. Guida,2009

    MORETTI, F. A cultura do romance. So Paulo: Cosacnaify,2009

    TABUCCHI, A. Il tempo invecchia in fretta. Feltrinelli: Milano, 2009

    Si sta facendo sempre pi tardi . Feltrinelli: Milano, 2008

    Viaggi ed altri viaggi. Milano:Editrice Feltrinelli, 2010.

    Per Isabel /Una Mandala.Milano: Editrice Feltrinelli,2013.

    Piccoli equivoci senza importanza.Milano Editrice Feltrinelli,1985.

    Il Gioco del Rovescio. Milano: Editrice Feltrinelli,1988.

    *Todos podero ser trabalhando em traduo como indicado no programa.

    ***

    Cdigo/Disciplina: HL 759 - LITERATURA E IMAGEM

    Docente: Clia Arns De Miranda

    Carga Horria/Crditos: 90 h/6 cr

    Horrio: 4 feira 08h00 - 12h00

    EMENTA: Estudos das relaes entre literatura e artes da imagem: cinema, pintura,

    fotografia, gravura, hqs.

    PROGRAMA:

    1. Problematizao de termos e conceitos: texto, apropriao, adaptao,

    intertextualidade, intermidialidade, interculturalidade, hipertextualidade, dentre outros;

    2. Adaptao como produto e processo: a transcodificao de um sistema de

    comunicao para outro;

    3. Adaptao transcultural: a intercambialidade das culturas ou das prticas

    culturais;

    4. A esttica da recepo;

    5. A mobilida